Pedido de vista adia votação de processo contra Daniel Silveira

Pedido de vista adia votação de processo contra Daniel Silveira

Substituta de Silveira no Conselho de Ética fez o pedido. Por videoconferência, deputado se disse ‘perseguido por comunistas’

A deputada Major Fabiana (PSl-RJ), que substituiu o colega de partido Daniel Silveira (PSL-RJ) na suplência do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara dos Deputados, pediu vista do processo disciplinar contra ele em reunião da comissão nesta terça-feira (2). Com isso, o parecer do relatório do deputado Alexandre Leite (DEM-SP), que defende o prosseguimento do processo contra Silveira, teve o debate e a votação adiados.

Silveira anunciou sua renúncia à vaga de suplente nesta terça-feira (2). A substituição pela Major Fabiana foi anunciada no início da reunião pelo 1º vice-presidente do colegiado, deputado Cezinha de Madureira (PSD-SP). O deputado do PSL, que está preso em um batalhão da PM no Rio de Janeiro, é acusado de ofensas a integrantes do Supremo Tribunal Federal (STF) e de fazer apologia ao AI-5, instrumento utilizado durante a ditadura militar.

Por meio de videoconferência, Silveira participou da reunião se defendeu. “São processos espetaculosos, sempre de partidos comunistas, que defendem pautas nefastas. Mas nós, do conservadorismo, nunca entramos com nenhum processo contra eles”, disse.

Tanto o deputado Daniel Silveira quanto a deputada Flordelis (PSD-RJ) foram notificados pelo Conselho de Ética nesta terça (2) dos processos instaurados para apurar a quebra de decoro parlamentar. Com a notificação, os deputados terão agora dez dias úteis para apresentar defesa por escrito.

O Conselho de Ética deve se reunir novamente nesta quarta-feira (3), a partir das 14h.

(Com informações da Agência Brasil e da Agência Câmara)

Fonte: R7

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: