STF manda Câmara votar abertura de processo contra Bolsonaro

STF manda Câmara votar abertura de processo contra Bolsonaro

Ministro Marco Aurélio enviou ao parlamento queixa-crime por calúnia protocolada pelo governador do Maranhão

O ministro Marco Aurélio, do STF (Supremo Tribunal Federal), mandou a Câmara dos Deputados votar abertura de um processo contra o presidente da República, Jair Bolsonaro. A decisão do magistrado se deu após o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), ter protocolado queixa-crime por calúnia contra o chefe do Executivo nacional.

Segundo o governador maranhense, em 21 de outubro de 2020, durante entrevista à Rádio Jovem Pan, Bolsonaro disse que deixou de comparecer a um evento evangélico no município de Balsas (MA) ante recusa de Dino em ceder força policial para garantir segurança à comitiva presidencial. A afirmação foi propagada em perfis de redes sociais e grupos de WhatsApp.

De acordo com o documento encaminhado pelo STF à Câmara, Flávio Dino diz que uma nota da Aliança de Pastores Evangélicos de Balsas/MA revelava a inexistência do evento e que o presidente “se valeu de afirmação falsa para macular a honra” de um adversário político.

“O juízo político de admissibilidade, por dois terços da Câmara dos Deputados, considerada acusação contra o Presidente da República, precede ao técnico-jurídico, pelo Supremo, concernente ao recebimento da queixa-crime. Somente após autorização da Câmara dos Deputados é adequado dar sequência à persecução penal no âmbito do Tribunal”, complementou o ministro em sua decisão.

Fonte: R7

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: