Polícia civil prende grupo suspeito de ameaçar jornalista de Ariquemes

Polícia civil prende grupo suspeito de ameaçar jornalista de Ariquemes

Na última sexta-feira (12), um grupo criminoso divulgou nas redes sociais vídeos em que ameaçavam, com forte armamento, um profissional da imprensa em razão de ter divulgado notícias policiais da cidade.

A Delegacia Regional de Ariquemes, com apoio do Grupo de Ação e Pronto Emprego da (GAPE) da Polícia Penal e do canil do Departamento de Narcóticos (DENARC) de Ariquemes, deflagraram a Operação Speak, para prender um grupo criminoso que gravou um vídeo ameaçando um jornalista do município de Ariquemes.

Os foragidos Romualdo Parente dos Santos, 22 anos, Roger Alexandre Januário Figueiredo, 20 anos e Alôncio da Conceição, 24 anos, foram presos na manhã desta quinta-feira (18). O delegado Rodrigo Camargo comandou a operação juntamente com os delegados Tiago Flores e Lucas Torres.

De acordo com a Polícia, na última sexta-feira (12), o grupo criminoso divulgou nas redes sociais vídeos em que ameaçavam, com forte armamento, um profissional da imprensa em razão de ter divulgado notícias policiais da cidade.

Rapidamente, o núcleo de inteligência da Polícia Civil identificou os envolvidos, inclusive esclarecendo a participação de um apenado identificado como Lucas Santos Bastos, 20 anos.

De acordo com a Polícia, o apenado Lucas teria sido o responsável pela publicação do vídeo, usando um smartphone dentro da unidade prisional Casa do Albergado de Ariquemes. O local foi o alvo da operação nesta manhã, onde foi cumprido mandado de busca e apreensão. Os investigadores apreenderam dezenas de aparelhos celulares, porções de maconha e cocaína.

Ainda de acordo com a Polícia, os três presos possuem mandados de prisão em aberto por crimes diversos. Romualdo responde por roubo e homicídio, Roger tem mandado de prisão em aberto por Homicídio qualificado e Alôncio possui mandado de prisão em aberto por roubo.

A ação policial foi batizada como “Speak” em referência ao dever de assegurar a total liberdade de imprensa. “Nenhum profissional da imprensa deve ser tolhido de seu direito de exercer livremente sua profissão e o dever de informar”, afirmou o delegado Rodrigo Camargo.

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: