“Quem mente é Belivaldo”, afirma Augusto Nunes

“Quem mente é Belivaldo”, afirma Augusto Nunes

É o começo do fim!

O jornalista e comentarista político Augusto Nunes publicou artigo brilhante no portal R7, sobre o decreto do governador de Sergipe, Belivaldo Chagas (PSD), onde aduz a possibilidade de confisco de propriedade privada, durante a pandemia.

Cada vez mais atrevidos, governadores e prefeitos “partem pra cima”, não só dos cidadãos brasileiros, como dos jornalistas que ousam criticá-los.

E assim partiu pra cima, dizendo que o conteúdo abordado por Augusto Nunes se tratava de “fake news”.

É o começo do fim!

A resposta veio dura.

Confira a íntegra do texto do jornalista:

“Obrigado a improvisar um álibi depois de pilhado em flagrante delito, o governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, caprichou no papel de inocente indignado.

“É fake news”, berrou.

Mentiroso é quem se nega a enxergar a revogação do direito de propriedade no seguinte trecho do decreto que mantém o estado de calamidade pública em território sergipano: se a medida contribuir para o combate à pandemia de coronavírus, o governador poderá “requisitar bens móveis e imóveis privados, serviços pessoais e utilização temporária de propriedade particular”.

Belivaldo alega que a medida é autorizada pelo governo federal. Autorizar não é sinônimo de obrigar. Os governantes estão dispensados de infiltrar essa monstruosidade inconstitucional em decretos semelhantes. Belivaldo também jura ter apenas reeditado o decreto anterior, que já previa o confisco. Se é assim, está confessando que é reincidente: faz muitos meses que se concedeu o direito de tomar o que é dos outros. Deveria primeiro tentar explicar onde foram parar os bilhões que choveram em 2020. Ou Belivaldo justifica a gastança ou admite que ajudou a engordar o Covidão.”



Fonte: JCO

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: