Câmara suspende votações após morte do deputado Schiavinato por covid-19

Câmara suspende votações após morte do deputado Schiavinato por covid-19

A morte de Schiavinato foi anunciada por sua assessoria nas redes sociais

Morreu na noite dessa terça-feira (13), em Brasília, o deputado José Carlos Schiavinato (PP-PR), aos 66 anos. Ele é o primeiro deputado federal a perder a vida para a covid-19. Schiavinato estava internado desde 3 de março no Hospital Sírio-Libanês, na capital federal. O paranaense passou por um procedimento para desobstrução das vias biliares na semana passada. Com a morte do deputado, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), decretou luto e cancelou a sessão do plenário e as reuniões de comissões previstas para hoje.

Schiavinato nem chegou a saber da morte da esposa, Marlene, em 12 de março, também em decorrência da covid-19. Ela tinha 64 anos. Vários parlamentares usaram as redes sociais para lamentar a morte do colega e prestar solidariedade à sua família. O deputado era engenheiro civil e estava em seu primeiro mandato federal. Antes, foi prefeito de Toledo (PR) e deputado estadual.

A morte de Schiavinato foi anunciada por sua assessoria nas redes sociais:

“Esperávamos um milagre. E ele não veio. Ou aconteceu de uma forma que neste momento não sabemos compreender. José Carlos Schiavinato acabou de falecer na noite dessa terça-feira, 13 de abril. Pedimos a todos que se unam em uma grande oração para um dos homens que mais fez por Toledo e pela região. Schiavinato é o primeiro deputado federal a morrer vítima da Covid-19. O corpo será transladado de Brasília para Toledo. Marlene Schiavinato faleceu no dia 12 de março. Schiavinato nem chegou a saber da morte de sua esposa. Assim que possível traremos mais informações para toda sociedade”.

Até o momento, três senadores perderam a batalha para a covid-19: Arolde Oliveira (PSD-RJ), José Maranhão (MDB-PB) e Major Olimpio (PSL-SP).

Por Congresso Em Foco

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: