Banco da Amazônia disponibiliza mais de R$ 215 milhões para o microcrédito na Região Norte

Banco da Amazônia disponibiliza mais de R$ 215 milhões para o microcrédito na Região Norte

Nesse momento, começou a surgir alguns clientes.

Microempreendedores podem receber ajuda de crédito do Banco da Amazônia (BASA) para financiar o microcomércio informal na Amazônia Legal. Para este ano, o Banco disponibiliza R$ 215 milhões, sendo R$ 200 milhões no Microcrédito Urbano e R$ 17 milhões no Microcrédito Rural.

O microempreendedor Wesley Silva foi um dos que se beneficiaram com o programa e conseguiu bons resultados para o empreendimento dele.

Tudo começou quando Wesley Silva ficou desempregado e não sabia que rumo tomar.  Até que um dia surgiu a ideia de cortar cabelo com a máquina do tio dele. Com ajuda desse tio, Wesley começou a fazer cursos profissionalizantes e oferecer serviços de corte de cabelo de amigos e conhecidos.  

Até que surgiu a ideia de abrir um ponto em frente à casa da mãe dele. Nesse momento, começou a surgir alguns clientes. Através de parentes, Wesley ouviu falar sobre o Programa Amazônia Florescer. Wesley resolveu firmar parceria com Amazônia florescer e injetar todo o crédito recebido em melhorias, comprando espelhos, produtos, equipamentos para seu salão. 

Aos poucos, o salão dele foi crescendo e a clientela aumentando. Hoje, Wesley emprega mais quatro pessoas, conta com um ambiente equipado, preparado e confortável para o atendimento de seus clientes e um aumento expressivo em sua renda. 

Wesley hoje é o proprietário do salão Wesley Barber shop em Rondônia.  E é um dos vários parceiros do Amazônia Florescer. Com a sua trajetória de superação, Wesley Silva nos mostra a importância do programa na vida de vários empreendedores. O objetivo é que esse crédito alcance cada vez mais pessoas, gerando melhorias, rendas e rumo para os microempreendimentos.

Sobre o programa

O   Amazônia Florescer é um programa de Microcrédito Produtivo Orientado, criado há mais de 10 anos, e oferece crédito, rápido, fácil e sem burocracia. O crédito é destinado para gerar melhorias nos estabelecimentos, melhor renda, capital de giro para compra de insumos, matéria-prima e mercadorias. Os comerciantes que trabalham com armarinhos, mercearias, sorveterias, fruteiras, barbearias, salões de beleza, costura, consertos de sapatos, confecções, padarias, artesanatos, marcenarias e outras podem contar com as ofertas do Banco da Amazônia.

De acordo com o gerente executivo de Pessoas Físicas do BASA, Luiz Lourenço Neto, neste ano, o Banco já aplicou no Microcrédito um volume de R$ 48 milhões o que representa um crescimento de 66% em relação ao mesmo período de 2020. “Esperamos continuar nessa plena ascensão. Queremos fechar o ano com pelo menos 50.000 clientes atendidos”, conta.

*SERVIÇO*

Para ter acesso ao programa de microcrédito, você precisa ter RG, CPF, comprovante de endereço e uma atividade econômica ativa, baixar o aplicativo Amazônia Florescer Digital e seguir as etapas do app e agendar uma visita para começar o projeto para o microfinanciamento.

Fonte: Assessoria

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: