Em Guajará-Mirim, polícia prende foragido que fugiu durante exame de corpo de delito

Em Guajará-Mirim, polícia prende foragido que fugiu durante exame de corpo de delito

Segundo a polícia, o preso aguardava para fazer o exame de corpo de delito, e se livrou das algemas e entrou em luta corporal com um policial. Durante a briga, o preso se apossou da arma de fogo que caiu ao chão.

Agentes do Serviço de Investigação e Capturas (Sevic) da Polícia Civil de Guajará-Mirim (RO) recapturaram um foragido da Justiça, na segunda-feira (26), que havia escapado enquanto aguardava o exame de corpo de delito no Hospital Regional da cidade. Na ocasião da fuga, o infrator, que havia sido preso por roubo, livrou-se das algemas, entrou em luta corporal contra dois agentes de polícia, se apossou da arma de um policial, roubou uma motocicleta e fugiu.

De acordo com a Polícia Civil, na sexta-feira (23) os agentes prenderam o suspeito em flagrante pela prática de roubo. Mas quando o preso aguardava para fazer o exame de corpo de delito, se livrou das algemas e entrou em luta corporal com uma agente que o escoltava. Durante a briga, o preso se apossou da arma de fogo da policial, que caiu ao chão.

Conforme as informações da polícia, durante o fato, um segundo policial, que havia ido procurar a médica para realizar o exame, também lutou contra o preso. Na luta, o infrator conseguiu efetuar os últimos três disparos da pistola roubada em direção aos policiais, não acertando nenhum. Após a arma não ter mais munição, o suspeito atingiu o policial com três “coronhadas”, causando um grande corte na cabeça.

Depois da briga, o preso, em posse da arma de fogo, roubou uma motocicleta de um morador na rua do hospital e fugiu. De acordo com os agentes, os policiais encontraram a motocicleta roubada na região do bairro Santa Luzia ainda na sexta e passaram a realizar buscas para capturar o foragido.

O Delegado que atuou na ação, Dr. Rogério Pereira, expediu uma Ordem de Missão específica para o caso, ainda na noite do crime, acionando todos os policiais lotados na Regional de Guajará-Mirim, incluindo Agentes de Polícia e Escrivães de Nova Mamoré e Guajará-Mirim, bem como, o Núcleo Integrado de Inteligência de Fronteira (NIIF), para que fossem montadas equipes a fim de averiguar todas as informações sobre o paradeiro do suspeito, devido a “extrema gravidade da conduta criminosa”.

Conforme a polícia, na manhã de segunda (26), os policiais encontraram o suspeito escondido no interior de uma casa na zona rural da cidade. Ele novamente tentou investir contra os policiais, fazendo necessário luta corporal com aplicação de técnicas para imobilização.

O homem foi recapturado e no local os policiais encontraram uma arma de fogo, calibre 22, e a pistola que foi roubada da policial no dia da fuga. Além disso, a polícia encontrou na fazenda um outro homem que estava escondido em posse de outra arma de calibre 20. Ele foi identificado como comparsa do criminoso e também foi preso em flagrante por posse irregular de arma de fogo.

Tanto o criminoso, quanto seu comparsa foram encaminhados ao sistema penitenciário de Guajará-Mirim, onde devem permanecer presos até julgamento da Justiça.

Fonte: G1/RO

Compartilhar
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Faça seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: