Ação do CBM mantém trabalhos fiscalizatórios em diversos estabelecimentos comerciais em Porto Velho

Ação do CBM mantém trabalhos fiscalizatórios em diversos estabelecimentos comerciais em Porto Velho

Foram realizadas 144 intervenções, dos quais, 72 estabelecimentos foram visitados, 23 enquadrados como “sem funcionamento” de acordo com o decreto e 43 em condições de uso.

A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), na noite desta quarta-feira (12), deflagrou a 9ª fase da “Operação Prevenção”. A ação, que é comandada pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM), manteve trabalhos fiscalizatórios em diversos estabelecimentos comerciais em Porto Velho, além de orientar sobre a conduta da população em espaços públicos, evitando possíveis casos de aglomeração que contribuem para a contaminação do vírus causador da covid-19.

Durante as rondas desta noite, as equipes encontraram na maioria dos estabelecimentos visitados, como supermercados e ambientes de pubs, uma situação regular quanto à permanência de usuários e consumidores no local. Fator predominante, nas últimas edições da Operação. Algumas orientações foram aplicadas em bares abertos após o horário permitido, e houve a dispersão de jovens que se concentravam durante uma partida de voleibol no campo em uma praça pública, na zona Leste da capital.

Com a emissão do relatório final, foi apurado na noite desta quarta-feira, a realização de 144 intervenções, dos quais, 72 estabelecimentos foram visitados, 23 enquadrados como “sem funcionamento” de acordo com o decreto e 43 em condições de uso. Foram registradas seis orientações. Não houve nenhuma notificação, Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), autuação, interdição ou aglomeração registrada no documento.

Vale ressaltar que é dever do cidadão atuar com segurança frente às exigências adotadas, em favor de sua própria saúde. Somado a isso, o compromisso ético faz parte de sua conduta, sendo fundamental que auxilie as autoridades do Estado por meio de denúncias de infrações cometidas contra as regras do sistema de isolamento social controlado.

Estão disponíveis os seguintes canais de comunicação para possíveis denúncias: 190 (Polícia Militar); 197 (Polícia Civil) e 193 (Corpo de Bombeiros Militar), não há necessidade de se identificar durante o ato.

Todo o trabalho da Operação é conduzido pelo CBM em parceria com a Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Superintendência Estadual de Comunicação (Secom), Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran) e a Prefeitura de Porto Velho, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb).

Fonte: Sesdec

Faça seu Comentário