“Operação Prevenção” segue fiscalizando pontos da capital

“Operação Prevenção” segue fiscalizando pontos da capital

Dos 63 estabelecimentos comerciais visitados, apenas 1 (um) foi notificado

A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec) segue fortemente com as ações de fiscalizações com intuito de frear a proliferação do coronavírus. Na noite desta quinta-feira (20), na Capital, as equipes coordenadas pelo Corpo de Bombeiros Militar (CBM) realizaram a 14ª “Operação Prevenção”, visando garantir o cumprimento do Decreto 26.038 de 23 de abril de 2021, com o foco no enfrentamento à covid-19.

Durante cerca de seis horas de operação na noite de quinta-feira, foi notório o cumprimento por parte da grande maioria dos donos de estabelecimentos comerciais quanto às determinações do atual decreto. No entanto, ainda foi possível observar o mau comportamento de pessoas que insistem em andar na contramão das orientações estabelecidas pelo protocolo de saúde no combate à covid-19 e das deliberações descritas no decreto estadual.

O público alvo da noite eram estabelecimentos comerciais, bares, boates e espaços públicos com aglomeração ou descumprimento ao atual decreto.

Em alguns bares e boates da zona Leste e Central da Capital foram registradas movimentações expressivas de pessoas em ambientes fechados, sem fazer uso de máscara, desrespeitando o distanciamento social. Houve ainda situações em que o ambiente estava tomado pela fumaça de narguilés, uma espécie de cachimbo árabe, além de muitos vestígios de bebida alcoólica, extrapolando o horário permitido para a venda. Um desses registros foi feito , por meio de denúncia anônima, o que demonstra o interesse e compromisso por parte da sociedade em combater a covid-19, somando forças com as autoridades e órgãos fiscalizadores.

É importante lembrar que o Estado permanece na Fase 1 do Plano Todos por Rondônia, portanto, todo cidadão tem o dever de somar na atuação das exigências adotadas, fazendo o bem para a sociedade e para a sua própria vida. A população pode e deve ser um agente fiscalizador no combate à covid–19. Qualquer atitude observada, que caracterize aglomeração ou descumprimento ao decreto estadual, deve ser denunciada, pelo contatos disponibilizados: 190, da Polícia Militar; 197, Polícia Civil ou 193, do Corpo de Bombeiros.

A operação conta com a parceria de equipes da Polícia Militar (PM), Polícia Civil (PC), Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa), Superintendência Estadual de Comunicação (Secom), Programa de Orientação, Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran) e a Prefeitura de Porto Velho, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Fazenda (Semfaz), Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e Subsecretaria Municipal de Serviços Básicos (Semusb).

Fonte: Sesdec

Faça seu Comentário