Bolsonaro comemora em rede social ‘Recorde mensal de distribuição de vacinas contra covid’

Bolsonaro comemora em rede social ‘Recorde mensal de distribuição de vacinas contra covid’

Fiocruz entregou, na sexta, 6,1 milhões de doses. O carregamento chega neste sábado (22) ao centro do Ministério da Saúde

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou neste sábado (22) que o país registrou recorde mensal de distribuição de vacinas contra a covid-19 neste mês de maio, com a previsão de mais de 30 milhões de doses distribuídas.

“Recorde mensal de distribuição de vacinas contra o covid-19. Com mais 6,1 milhões de doses que o Ministério da Saúde recebe neste sábado (22), a previsão é de mais de 30 milhões de doses distribuídas no mês de maio”, disse.

A Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) entregou, nesta sexta-feira (21), 6,1 milhões de doses da AstraZeneca ao PNI (Programa Nacional de Imunizações). O carregamento chega neste sábado ao centro de distribuição do ministério, informou Bolsonaro. Em nota, a fundação contou que 374 mil seguiram para o Estado do Rio de Janeiro e o restante foi enviado para o Ministério da Saúde.

Com a nova remessa, a Fiocruz atinge a marca de 41,1 milhões de doses da AstraZeneca entregues ao PNI. Deste total, 37,1 milhões foram produzidas no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), no Rio de Janeiro, e 4 milhões foram importadas já prontas da Índia.

Bolsonaro acrescentou que os IFAs (Ingrediente Farmacêutico Ativo) chegam neste sábado no país para a produção de 12 milhões de doses da vacina AstraZeneca. “Antecipação: um dos lotes de IFA estava previsto para chegar dia 29 de maio e, portanto, já vem para a Fiocruz”, escreveu.

A Fiocruz recebe neste sábado (22) novo lote de IFA  para a produção de vacinas Oxford/AstraZeneca contra covid-19, no Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos. A remessa, que chega da China às 17h50, no aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro, será suficiente para produzir 12 milhões de doses.

Além disso, a chegada do novo carregamento vai permitir que a fundação retome a produção da vacina na terça-feira (25), após ficar paralisada desde quinta-feria (20) por falta de insumos, o que deve impactar as entregas a partir da segunda semana de junho.

Fonte: R7

Faça seu Comentário