Girão acusa CPI de fazer “guerra obsessiva pelo poder” e “fechar os olhos para a corrupção” (veja o vídeo)

Girão acusa CPI de fazer “guerra obsessiva pelo poder” e “fechar os olhos para a corrupção” (veja o vídeo)

“Que a gente possa fazer dessa CPI como aconteceu com a ‘CPI do Mensalão’, do ‘Petrolão’, dos ‘Anões do Orçamento’, onde seja rastreado o dinheiro de corrupção”

O senador Eduardo Girão (Podemos-CE) voltou a criticar a parcialidade da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19, ao afirmar que o colegiado se nega a deliberar sobre os requerimentos que pedem a investigação de bilhões em verbas federais entregues a Estados e municípios.

“Eu vejo que essa CPI tá enveredando por um caminho um pouco preocupante. É a primeira CPI que, simplesmente, ‘fecha os olhos’ pra corrupção, que é um valor fundamental do povo brasileiro: o combate à impunidade e corrupção. E, até agora, é a terceira semana de oitivas e a gente espera, cobra que possamos rastrear os bilhões de reais de verbas federais enviados a Estados e municípios”, disse, acrescentando que 45 senadores, a maioria da Casa, assinaram o requerimento.

“Existe uma guerra obsessiva aqui, nesta Casa, visando um projeto de poder. Pra mim, com todas as críticas que tenho ao Governo, ao presidente da República, ainda não aceitaram que ele venceu a eleição”, disse.

E acrescentou:

“Que a gente possa fazer dessa CPI como aconteceu com a ‘CPI do Mensalão’, do ‘Petrolão’, dos ‘Anões do Orçamento’, onde seja rastreado o dinheiro de corrupção”, concluiu.

Confira o vídeo:

Faça seu Comentário