Proampe financia pequenas empresas rondonienses com empréstimos de até R$ 30 mil

Proampe financia pequenas empresas rondonienses com empréstimos de até R$ 30 mil

O programa tem como objetivo estimular as atividades econômicas, viabilizando melhores condições de vida e competitividade sustentável para os empreendedores de pequenos negócios no estado.

O Programa de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios (Proampe) já tem os primeiros modelos de negócios que deram certo com boas perspectivas para o empreendedorismo do rondoniense, marcado por iniciativas de valor que estão reerguendo projetos prejudicados pela pandemia e que já estão gerando emprego e renda em várias regiões do Estado.

O programa que tem apoio e suporte às pequenas inciativas produtivas empresariais, é coordenado pela Superintendência Estadual de Desenvolvimento Econômico e Infraestrutura (Sedi), que tem como objetivo central estimular as atividades econômicas, viabilizando melhores condições de vida e competitividade sustentável para os empreendedores de pequenos negócios do Estado, num projeto que possibilita a concessão de crédito conjugado com capacitação e assistência técnica aos tomadores habilitados.

Importa destacar que o Proampe é parte do Planejamento Estratégico do Governo de Rondônia, que prevê a disponibilidade de R$ 10 milhões em financiamento, com linhas de crédito de baixo custo para atender a este segmento produtivo. A proposta e as demais informações sobre o Proampe podem ser obtidas com detalhes no endereço http://www.rondonia.ro.gov.br/governo-de-rondonia-avanca-com-programa-de-microcredito-para-fortalecer-pequenos-negocios-no-estado/.

Para a consecução deste objetivo e formalização dos instrumentos contratuais com as pequenas empresas será praticada uma taxa de juros anual máxima igual à taxa do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic), acrescida de 1,25% sobre o valor concedido. O programa vai oferecer crédito de até R$ 30 mil para cada beneficiário, tendo como garantia o aval da própria pessoa física e um prazo para pagamento de até 36 parcelas.

A proposta é impactar positivamente a economia ao incentivar o fortalecimento de pequenos negócios no Estado.

Fonte: Secom-RO

Faça seu Comentário