Governo de Rondônia prestigia nova gestão da Sudam e projetos que visam potencializar estados da Amazônia Legal

Governo de Rondônia prestigia nova gestão da Sudam e projetos que visam potencializar estados da Amazônia Legal

Atual gestão da Sudam visa estreitar os laços com os governos da Federação e elogia posicionamento do Governo de Rondônia nas execuções de projetos

Na tarde desta terça-feira (25) o Governo do Estado de Rondônia, participou em videoconferência da apresentação da nova gestão da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam) e discutiu, juntamente com a Autarquia, ações estratégicas que visam potencializar as atividades econômicas e promover oportunidades às populações, em especial dos nove estados que compreendem a Amazônia Legal.

Durante a reunião, a superintendente da Sudam, Louise Caroline Campos Low, enfatizou a importância de estreitar os laços com os governos da Federação e elogiou o posicionamento do Governo de Rondônia, considerado muito ativo nas execuções de projetos. Louise afirmou ainda que, ao firmar as parcerias, de forma objetiva, é possível ter efetividade na política pública.

Com relação à missão de promover o desenvolvimento sustentável da Amazônia Legal, a superintende explicou que a visão da atual gestão está voltada, principalmente, às pessoas.

A intensão da Sudam é unir os esforços para promover o desenvolvimento sustentável para quem mais precisa, em toda a Amazônia, contando com a atuação de uma equipe técnica altamente qualificada, que vai a campo e que conta com o auxílio de interlocutores ao qual o Governo de Rondônia faz parte. Entre os projetos apresentados destacam-se: Incentivos Fiscais, Fundo Constitucional de Financiamento do Norte, o Fundo de Desenvolvimento da Amazônia (FDA), as emendas parlamentares, entre outros. Essa gama de projetos está acoplada ao Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia (PRDA).

O PRDA é um plano da Amazônia que traz um diagnóstico da Região Amazônica com a carteira de 249 projetos.

A Sudam também trabalha com os incentivos fiscais para fomentar tanto a atração de empresas e a manutenção das existentes na região, tendo a possibilidade de impulsionar a geração de emprego e renda, principalmente, na Região Amazônica, que possui muitos desafios.

“A gente pede aos governantes que façam uma atuação com o próprio Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR), não apenas da importância do projeto para os três estados, pois a gente pretende que esse projeto atue em outras regiões emblemáticas da Amazônia. Convém salientar que o projeto, mesmo sendo a grande vocação local, é um projeto multissetorial que vai envolver turismo, logística, entre outros”, reforçou.

O diretor de Planejamento da Sudam, André Azevedo também esteve presente na videoconferência e afirmou que o momento é de aproximação com os Estados e apresentar um “cardápio” interessante de alguns projetos. “É um trabalho que, no início do segundo semestre, vamos chegar junto à Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão de Rondônia (Sepog) fazendo uma melhoria da nossa carteira de projetos, levando ainda novas perspectivas. Vamos fazer uma corrida de recuperação neste segundo semestre para o bem de Rondônia e para o bem da nossa Amazônia”, declarou.

O governador, Marcos Rocha agradeceu a atenção por parte da Sudam e avaliou de forma positiva as ações apresentadas. “Eu acredito nessa união para que possamos trazer benefício ao Estado de Rondônia. Acredito que vamos conseguir alcançar o objetivo”, concluiu.

Fonte: Secom

Faça seu Comentário