Marcos Rocha diz que ainda não foi notificado oficialmente sobre convocação na CPI da Covid

Marcos Rocha diz que ainda não foi notificado oficialmente sobre convocação na CPI da Covid

Rondônia é um dos seis estados da Região Norte que estão na lista de convocados para depor na Comissão Palamentar de Inquérito, que investiga irregularidades na Pandemia.

O governo de Rondônia informou, no início da tarde desta quarta-feira (26), que ainda não foi notificado oficialmente sobre a convocação do governador Marcos Rocha (sem partido) para prestar depoimento na CPI da Covid em Brasília.

“O governador tem acompanhado e considera muito importante a transparência total na gestão do recurso público. Essa convocação, caso se torne realmente oficial, será uma excelente oportunidade para tornar ainda mais transparente as ações do Estado de Rondônia em relação a pandemia da Covid-19”, afirma a nota enviada pela assessoria do governo.

A convocação de Marcos Rocha foi aprovada pela Comissão nesta quarta-feira. Além de Rondônia, foram convocados os governadores do Amazonas, Pará, Distrito Federal, Tocantins, Santa Catarina, Roraima, Amapá, Piauí e do ex-governador do Rio, Wilson Witzel.

Ainda conforme o governo de Rondônia, recentemente Marcos Rocha teria respondido diversos ofícios e requerimentos que solicitavam informações dos procedimentos adotados em Rondônia no combate à Covid-19 e que a corrupção não será tolerada nesta gestão.

“Rondônia hoje segue na liderança das duas principais ferramentas de transparência no enfrentamento à covid-19. Rondônia foi o único Estado a ter nota 100 no Ranking Transparência Internacional Brasil e está à frente também no Open Knowledge Brasil”, reitera o estado através da nota.

A convocação de governadores na CPI da Covid é uma reivindicação principalmente dos senadores governistas na CPI. Eles alegam que a CPI deve investigar supostos casos de corrupção nos estados envolvendo recursos para combate à pandemia.

Fonte: Assessoria

Faça seu Comentário