10ª edição do drive-thru vacina público acima de 19 anos em Porto Velho

10ª edição do drive-thru vacina público acima de 19 anos em Porto Velho

Vacinação foi destinada tanto para aplicação da primeira, quanto da segunda dose

O drive-thru de vacinação contra a Covid-19 no Prédio do Relógio já entrou para a programação semanal do município de Porto Velho. Na sexta-feira de ontem (13), para receber o público acima de 19 anos em sua 10ª edição, a ação coordenada pela Prefeitura da Capital ganhou até apresentações musicais para tornar o ambiente mais agradável e atrativo.

A imunização foi destinada tanto à aplicação da primeira quanto da segunda dose para as vacinas AstraZeneca, Pfizer e Coronovac. Apenas trabalhadores da educação puderam antecipar a segunda dose, os demais foram imunizados conforme a data do cartão de vacina.

“Fazemos um apelo para quem ainda não se imunizou, que busque um dos pontos de vacinação. Infelizmente existe uma deficiência nos grupos já convocados, uma demanda represada bem grande entre a faixa etária de 30 e 60 anos, de pessoas que não procuraram a vacina. Todos que já foram chamados e não compareceram, ainda podem se vacinar”, lembrou a gerente da divisão de imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes.

Aproximadamente 150 voluntários colaboraram com o drive-thru, entre eles 15 integrantes do Motoclube Bodes do Asfalto, de Porto Velho.

“Estamos aqui participando da vacinação como voluntários e o nosso clube tem como missão ajudar a humanidade, e isso aqui nada mais é do que ajudar a população nesse momento de Covid. A vacinação é muito importante, todo mundo tem que aderir para se prevenir contra essa doença”, reforçou o coordenador do Motoclube, Jacob Pereira Rebouças.

Além da aplicação de doses, o espaço serviu de ponto de coleta do projeto social “Vacina Contra a Fome”, coordenado pela primeira-dama do município, Ieda Chaves.

Alimentos não perecíveis são arrecadados em todos os postos de vacinação para posterior doação de cestas básicas a famílias e instituições carentes.

Fonte: Semusa

Faça seu Comentário