Ipem fecha mês de agosto com mais de mil ações de fiscalizações e verificações em RO

Ipem fecha mês de agosto com mais de mil ações de fiscalizações e verificações em RO

De acordo com o levantamento, balanças comerciais apresentaram maior número de irregularidades no mês de agosto .

 O Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem), fez um balanço das fiscalizações realizadas no Estado no período de 1º a 31 de agosto. De acordo com o levantamento, 21 balanças comerciais, 15 bombas medidoras de combustível e sete impressoras de etiquetas de preços apresentaram irregularidades durante a ação do órgão.

A atividade do Ipem tem o intuito de coibir que o consumidor seja lesado no ato da compra de determinadas mercadorias em estabelecimentos comerciais, além de postos de combustível. Nessas ações, a cidade de Porto Velho aparece em primeiro lugar com nove bombas medidoras reprovadas, seguido por Chupinguaia com três irregularidades; além de Cacoal, Nova Brasilândia d’Oeste e Novo Horizonte do Oeste, ambas com uma reprovação cada. A maior incidência foi a má conservação de bombas de combustível. Dentre os problemas encontrados estão: a má conservação da bomba, com LED queimado além de mangueiras quebradas.

Nas ações em balanças comerciais, foram constatadas quatro infrações nos municípios de Alvorada d’Oeste e Presidente Médici. Também foram encontradas três irregularidades em São Miguel do Guaporé. Na atividade foram registradas duas reprovações nos municípios de Machadinho d’Oeste, São Francisco do Guaporé e Vale do Anari. Foram pontuadas falhas em Guajará-Mirim, Nova Brasilândia d’Oeste, Porto Velho e Seringueiras, ambas com uma.

Já os problemas encontrados em impressoras de etiquetas de preços ocorreram no Vale do Anari com duas irregularidades, além de Porto Velho e São Francisco do Guaporé, ambas com uma.

No período de 1º a 31 de agosto foram realizadas 1120 verificações em todo Estado com 43 reprovações em instrumentos em 20 municípios, dentre eles: Alvorada do Oeste, Cacoal, Candeias do Jamari, Chupinguaia, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Machadinho d’Oeste, Ministro Andreazza, Nova Brasilândia d’Oeste, Novo Horizonte do Oeste, Pimenta Bueno, Porto Velho, Presidente Médici Rolim de Moura, Santa Luzia d’Oeste, São Francisco do Guaporé, São Miguel do Guaporé, Seringueiras, Theobroma e Vale do Anari.

As fiscalizações do Instituto cumprem todos os requisitos de segurança contra a covid-19, com as equipes mantendo o distanciamento necessário, utilizando máscaras faciais e álcool gel. O consumidor que encontrar, ou suspeitar de alguma irregularidade, pode informar à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou pelo telefone 0800 647 7277.

Fonte: Ipem-RO

Faça seu Comentário