Leo Moraes vai ao MPT para que profissionais exonerados recebam rescisão

Leo Moraes vai ao MPT para que profissionais exonerados recebam rescisão

O objetivo é somar forças com o órgão para que os profissionais recebam a rescisão contratual o mais rápido possível

O deputado federal Leo Moraes (PODEMOS) se reuniu com Carlos Lopes, Procurador Chefe do Ministério Público do Trabalho (MPT) e com representantes da saúde e dos mais de 500 servidores emergenciais que foram demitidos pelo Governo do Estado na última quarta-feira (15). O objetivo é somar forças com o órgão para que os profissionais recebam a rescisão contratual o mais rápido possível.

De acordo com o deputado, a reunião com o Procurador foi positiva, principalmente para os profissionais de saúde demitidos. “O MPT vai encampar essa tratativa e também vai oficiar e cobrar o governo do Estado para que consiga atender os demitidos, para que eles consigam receber as suas rescisões que está em aberto”, declara.

Leo afirmou que a luta agora é pelos profissionais que foram exonerados. Segundo ele, o governo falhou em demitir os trabalhadores sem aviso prévio.

“Queremos simplesmente que cumpram a legislação que trata desses contratos emergenciais que são regidos pela CLT. Deveria haver o aviso prévio e logicamente o pagamento da rescisão desses contratos”, explica o deputado.

Leo Moraes revelou também que alguns profissionais já foram demitidos há meses, entretanto ainda não receberam o pagamento da verba rescisória. 

“Alguns (profissionais) tem até meses e não receberam aviso prévio e tão pouco foram ressarcidos, então a gente quer que isso seja resolvido, por isso procuramos os órgãos de fiscalização para que possam somar forças e resolver este problema”, finalizou.

Fonte: Assessoria

Faça seu Comentário