Vereadora Elis Regina quer exigir comprovante de vacinação em igrejas e baladas em Porto Velho

Vereadora Elis Regina quer exigir comprovante de vacinação em igrejas e baladas em Porto Velho

Igrejas podem ser interditadas caso fiéis não apresentem carteira de vacinação

A parlamentar da nossa capital, apresentou nessa última terça-feira (05), o Projeto de Lei 4274/2021 que autoriza a fiscalização do município à exigir a carteira de vacinação de munícipes que frequentam bares, boates, cinemas, casas noturnas, casas de shows e os TEMPLOS RELIGIOSOS.

Um projeto desse chega ser a personificação da hipocrisia da nossa classe política. Pouco ou nada fez pela melhoria do sitema de saúde durante a pandemia. Eu particulamente, pouco vi os parlamentares de Porto Velho irem fazer seu papel que é fiscalizar e defender o povo, mas agora surge com a exigência absurda do passaporte sanitário até para cultos.

Apesar da Vereadora agir em suas prerrogativas para tentar evitar nova disseminação da Covid-19, tal medida de exigir certificado de vacinação ou comprovante de resultado negativo para a doença é inconstitucional. As igrejas têm mantido todo o cuidado sanitário necessário a fim de realizar suas atividades com segurança.

Antes e durante a pandemia as igrejas tem uma importância fundamental na vida de muitas pessoas. A fé é um aliado importante para a saúde do corpo e da mente. Quem afirma isso não sou eu, mas sim a Organização Mundial da Saúde (OMS), que inclusive define a espiritualidade como um fator positivo na saúde psíquica, social, biológica e de promoção do bem-estar, além de que para muitas pessoas nesse momento de pandemia ela se torna uma espécie de hospital para o espírito e alma.

Diante de tal cenário, fica o questionamento: será que o Carnaval terá essa mesma obrigação? A forma como essa fiscalização vem sendo implementada é correta e justa?

É muita falta do que fazer!

Fonte: Alyson Cuiabano

Faça seu Comentário