2022: Putin deseja Feliz Natal e Próspero Ano Novo a líderes mundiais

2022: Putin deseja Feliz Natal e Próspero Ano Novo a líderes mundiais

Ao desejar Feliz Natal e Próspero Ano Novo ao presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, Putin expressou sua esperança na manutenção de um diálogo construtivo 

Nesta quinta-feira (30), o presidente da Rússia, Vladimir Putin, desejou a líderes governamentais um Feliz Natal e próspero Ano Novo, de acordo com o serviço de imprensa do Kremlin.

Nas felicitações ao presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, Putin enfatizou que as duas nações podem e devem interagir de maneira construtiva, juntando esforços ante os desafios globais.

Ressalta-se que “a Rússia e os Estados Unidos, como países que têm uma responsabilidade particular pela estabilidade regional e internacional, são capazes e devem interagir de forma construtiva, juntando esforços ante os múltiplos desafios e ameaças que a humanidade enfrenta“.

“Acredito que podemos avançar no desenvolvimento de nossos acordos, alcançados durante a cúpula de julho em Genebra e nos contatos seguintes, bem como estabelecer um diálogo russo-americano eficiente, baseado no respeito mútuo e na consideração mútua pelos interesses nacionais”, afirmou o presidente russo.

Na mensagem ao presidente chinês, Xi Jinping, o líder russo declarou que aguarda com entusiasmo pelo encontro na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos de Pequim no ano que vem.

“Não tenho dúvida que os amigos chineses vão assegurar uma organização bem-sucedida das Olimpíadas de Inverno. Espero com entusiasmo o nosso encontro na cerimônia de abertura desta festa do esporte”, diz a felicitação.

O presidente da Rússia desejou um Feliz Natal e Próspero Ano Novo ao recém-eleito chanceler da Alemanha, Olaf Scholz, e ao presidente do país, Frank-Walter Steinmeier.

“Nas mensagens refere-se que os múltiplos desafios enfrentados pela Europa e por todo o mundo determinam a necessidade de uma real união de esforços de toda a comunidade internacional. Em função disso, o presidente da Rússia expressou sua esperança na restauração em 2022 de um diálogo construtivo e de uma cooperação mutuamente benéfica em diversos domínios, o que corresponderia aos interesses cruciais dos povos russo e alemão, favoreceria o fortalecimento da estabilidade e segurança global.

“Ao felicitar a rainha britânica Elizabeth II e o primeiro-ministro do Reio Unido, Boris Johnson, Vladimir Putin constatou que “o desenvolvimento dos laços russo-britânicos com base nos princípios de igualdade e respeito mútuo atenderia aos interesses dos povos dos ambos países”, informou o Kremlin.

Ao felicitar o presidente de Israel, Isaac Herzog, e o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, Putin notou “que na Rússia dão grande importância às relações com Israel, fundadas nas boas tradições de amizade e parceria. O chefe do Estado russo expressou a esperança na continuação de um trabalho conjunto construtivo nas questões atuais da agenda bilateral, regional e internacional, o que certamente corresponde aos interesses fundamentais das duas nações e segue na esteira do fortalecimento da estabilidade e segurança no Oriente Médio”.

Na mensagem encaminhada ao presidente sírio, Bashar al-Assad, Putin confirmou o apoio contínuo à Síria no combate ao terrorismo e na restauração do país.

Na mensagem ao presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, o presidente “salientou que há boas perspectivas de interação no âmbito da exploração pacífica do espaço e da fabricação de vacinas antivirais. Foi expressa a certeza de que por meio de esforços conjuntos se conseguirá garantir a continuação do desenvolvimento frutífero da cooperação bilateral, bem como da parceria próxima nos assuntos internacionais em prol das nações amigáveis da Rússia e Turquia no interesse da consolidação da estabilidade e segurança regional”.

Ao desejar Feliz Natal e Próspero Ano Novo ao presidente brasileiro, Jair Bolsonaro, Putin expressou sua esperança na manutenção de um diálogo construtivo nos formatos do BRICS, G20 e ONU, segundo o Kremlin.

“Em mensagem ao presidente da República Federativa do Brasil, Jair Bolsonaro, o presidente da Federação da Rússia enfatizou que no ano cessante as relações de parceria estratégica entre Moscou e Brasília têm se desenvolvido com sucesso. Putin expressou a esperança na continuidade de um diálogo construtivo e no trabalho conjunto, tanto na linha bilateral como nos formatos do BRICS, G20, ONU e outras associações e organizações multilaterais”, diz o texto.

Na felicitação ao presidente da França, Emmanuel Macron, o líder russo destacou que com esforços juntos é possível a ampliação do diálogo Rússia-França nos interesses da estabilidade europeia e mundial.

Dirigindo-se ao presidente da Itália, Sergio Mattarella, e ao primeiro-ministro italiano, Mario Draghi, o líder russo acentuou que “a Rússia valoriza as relações com a Itália, que têm uma história rica e que são baseadas nos princípios do respeito mútuo”.

Felicitando o presidente do país vizinho, Belarus, Aleksandr Lukashenko, Putin destacou que no ano cessante a Rússia e Belarus alcançaram um novo patamar qualitativo de integração, apesar da pressão externa e da pandemia.

O presidente russo também felicitou o presidente da República Bolivariana de Venezuela, Nicolás Maduro, e notou que um maior fortalecimento das relações serve os interesses da manutenção da estabilidade e segurança na região.

Felicitações do presidente russo foram também enviadas ao presidente da Sérvia, Aleksandar Vucic, ao premiê da Hungria, Viktor Orbán, ao primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, ao presidente da Finlândia, Sauli Niisto, ao papa Francisco, ao rei e à rainha da Espanha, Filipe VI e Letícia, ao novo premiê japonês, Fumio Kishida, ao presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, ao líder da Coreia do Sul, Moon Jae-in, ao primeiro-ministro da Índia, Narendra Modi, entre outros. Entre os líderes da América Latina, o mandatário russo felicitou também o presidente de Cuba, Miguel Díaz-Canel, e o presidente da Argentina, Alberto Fernández.Além dos atuais líderes mundiais, Vladimir Putin desejou Feliz Natal e Próspero Ano Novo ao ex-primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, ao ex-primeiro-ministro da Itália, Silvio Berlusconi, ao ex-presidente dos EUA, George W. Bush, à ex-chanceler da Alemanha, Angela Merkel, ao ex-primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, ao ex-presidente da França, Nicolas Sarkozy, ao ex-chanceler alemão, Gerhard Schroder, entre outros antigos líderes, de acordo com o serviço de imprensa do Kremlin.

Fonte: Sputnik

Faça seu Comentário