EUA mantêm armas nucleares ‘para preservar a paz e estabilidade’, afirma Departamento de Estado

EUA mantêm armas nucleares ‘para preservar a paz e estabilidade’, afirma Departamento de Estado

Nós não retemos armas nucleares para combater e vencer guerras

Washington continuará possuindo um arsenal nuclear para proteção de todo o tipo de ameaças, disse um porta-voz do Departamento de Estado norte-americano à mídia.

Depois que as cinco potências nucleares que fazem parte do Conselho de Segurança da ONU emitiram na segunda-feira (3) um comunicado declarando que as armas nucleares não deveriam ser apontadas a outros Estados, um porta-voz do Departamento de Estado dos EUA disse no mesmo dia a um jornal que essa política está alinhada com a posição da administração de Joe Biden.

“Nós não retemos armas nucleares para combater e vencer guerras; temos [as armas] para preservar a paz e estabilidade em um mundo onde outros podem tentar usar a força, ou pelo menos a ameaça dela, especialmente ameaças de ataques nucleares, para minar os valores, segurança e soberania dos Estados Unidos e de seus aliados e parceiros”, afirmou o porta-voz, citado na segunda-feira (3) pelo jornal Politico.

Na segunda-feira (3) a China, EUA, França, Reino Unido e Rússia, que compõem os membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU, emitiram um comunicado conjunto em que renunciaram ao uso de armas nucleares em um conflito militar, argumentando que uma guerra nuclear não pode ser vencida.

“Pretendemos seguir buscando abordagens diplomáticas bilaterais e multilaterais para evitar conflitos militares, a fim de elevar a estabilidade e a previsibilidade, bem como a compreensão e confiança mútua e prevenir uma corrida armamentista que não beneficia ninguém e se torna uma ameaça a todos.”

“Nós continuamos comprometidos com nosso Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares [NTP, na sigla em inglês], incluindo nossa obrigação do Artigo VI ‘em buscar negociações de boa-fé por medidas efetivas relacionadas à cessação na corrida de armas nucleares e desarmamento nuclear, bem como em um tratado de desarmamento completo sob estrito e efetivo controle internacional'”, indicou a declaração.

Os membros do Conselho de Segurança da ONU também instaram que deve ser evitada uma disseminação nuclear.

Fonte: Sputnik

Faça seu Comentário