PTB deve lançar no RJ, Daniel Silveira para o Senado e Roberto Jefferson para governador

Cada dia dependo mais e mais de Deus para não desviar dos seus propósitos!

A convite do, então, presidente do PTB, Marcus Vinícius de Vasconcelos Ferreira, Jane Silva, conhecida como Pastora Jane, filiou-se, nesta quarta-feira (28) ao partido que tem Roberto Jefferson como presidente de honra. Ela deixa o Partido Republicanos.

Sua decisão em filiar-se ao PTB veio em nota assinada por ela, abaixo transcrita:

“Provérbios 19:21 diz: ‘O ser humano pode fazer muitos planos; contudo, quem decide é Deus, o SENHOR!’

Confiante que os sonhos e os planos de Deus são bem maiores e melhores que os nossos, ele sim sabe o dia de amanhã com todos os detalhes, nós só especulamos e achamos como será, e o achar não significa nada.

Antes de planejar, a melhor forma de agir é apresentar a Deus e procurar saber através da palavra o que realmente é da vontade dele para nossas vidas. Cada dia dependo mais e mais de Deus para não desviar dos seus propósitos!

Hoje vou me filiar ao partido PTB, confiando que Deus me ajudará a chegar onde Ele precisa de mim! Deus abençoe Minas Gerais e o Brasil!

Salmos 33:12-14. ‘Feliz é a nação cujo Deus é o Senhor, cujo povo ele escolheu para si mesmo. O Senhor olha desde os céus e vê toda a humanidade. Da sua morada observa toda a gente’. 

Pastora Jane Silva.

Belo Horizonte, 28 de Março de 2022.”

Há algum tempo, a pastora Jane foi convidada pelo próprio Jefferson a se candidatar a deputada federal por Minas Gerais, e a partir de agora, aceito o desafio, ela é oficialmente pré-candidata pelo Partido Trabalhista Brasileiro.

E da pré-candidata, veio a confirmação da pré-candidatura de Daniel Silveira, que filiou-se ao PTB, ao senado, e de Roberto Jefferson para o governo do Rio de Janeiro. Sobre a pré-candidatura de Jefferson ao governo estadual, o conhecido cantor Sérgio Lopes, corrobora a informação.  

Roberto Jefferson envia uma mensagem, entregue pelo próprio presidente do partido:

“Salmo 144:  Bendito seja o Senhor, a minha Rocha, que treina as minhas mãos para a guerra e os meus dedos para a batalha. Ele é o meu aliado fiel, a minha fortaleza, a minha torre de proteção e o meu libertador; é o meu escudo, aquele em quem me refugio.

Nós estamos no fragor da batalha, mas a vitória será de Deus. A luta nos compele.

Temos CAUSA, temos IDEÁRIO, temos a PALAVRA. Penso que temos 60% da vitória. Faremos valer cada centavo que chegar ao partido para elegermos deputados federais, esse é o principal desiderato da causa, capacitar vozes nacionais, que como trombetas, anunciarão os nossos valores e razões para a luta. Levaremos nossa Nação ao topo do mundo.

Enfrentamos leões, ursos e gigantes, que vem contra nós com malas cheias de dinheiro, mas nós vamos contra eles em nome do Senhor Deus.

Nunca desistiremos. Nunca nos renderemos. Nunca abdicaremos de nossos ideais. Somos homens e mulheres de honra, temos compromissos com a atual e as futuras gerações. Os cristãos não temem, de joelhos no chão somos mais poderosos que qualquer aglomerado de ricos vendilhões da Pátria.

Somos uma nação que glorificamos aqueles valorosos homens e mulheres que construíram nossa civilização. Não trairemos seus sonhos, não prodigalizaremos seu legado.

A história nos julgará. Quando alguns buscam enriquecer seu livro de contabilidade, sonhamos em arrostar a história daqueles que edificaram no deserto moral, tentando destruir a família sagrada na corrida abestada pelo prazer e o hedonismo.

Temos o que é sublime: a palavra de fé e esperança. Somos o sonho materializado. Nada nem ninguém nos impedirá do triunfo.

Deus é nossa Rocha e Fortaleza.

Nossa Força e Vitória é Jesus.”

Veja o vídeo:

Por Alexandre Siqueira*

*Alexandre é Articulista

CN

Marco Aurélio ressurge e revela qual o temor por atuação de Moraes no TSE

“A atuação do juiz trepidante deve ser afastada”, disse Marco Aurélio Mello

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Marco Aurélio Mello, que recentemente foi aposentado compulsoriamente, ressurgiu nesta quinta-feira (31) para manifestar sua preocupação quanto à atuação do ministro Alexandre de Moraes no Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Do alto de sua experiência, ao longo de mais de duas décadas de atuação como magistrado da Suprema Corte, Marco Aurélio afirma que Moraes tem atuado de forma “trepidante”.

“Receio que possamos ter tempestades […] Não é o desejável. A atuação do juiz trepidante deve ser afastada. Vamos adotar temperança, vamos adotar compreensão sem abrir mão da prevalência das regras jurídicas”, disse Marco Aurélio Mello, em entrevista ao site BBC News.

Moraes trava um embate com o deputado Daniel Silveira e sua atuação no caso vem sendo considerada por inúmeros juristas como fora das quatro linhas da Constituição.

Nesta quinta-feira (31), Daniel cedeu a mais uma arbitrariedade e colocou a tornozeleira eletrônica, imposta por Moraes.

Por outro lado, a opinião pública, por sua vez, está inteiramente contra a atuação do ministro e já enxerga claramente que ele está perseguindo o deputado.

Fonte: JCO

CN

Representantes do trade de turismo visitam a Caloi em ação do programa Zona Franca de Portas Abertas

Os visitantes puderam acompanhar os processos de solda, pintura, adesivagem e montagem de rodas e das bicicletas

A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) promoveu nos dias 29 e 30 de março duas visitas guiadas à planta da empresa Caloi, no Distrito Industrial, como parte do projeto Zona Franca de Portas Abertas. Nas visitas, jornalistas, representantes de órgãos públicos e de agências de turismo tiveram a oportunidade de conhecer a estrutura da fábrica e o processo de produção dos modelos de bicicletas da Caloi.

Nesta série de visitas à Caloi, participaram o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, a presidente da Manauscult, Oreni Braga, o presidente estadual da Associação Brasileira de Agências de Viagens (ABAV), Jaime Mendonça, a diretora de desenvolvimento e turismo da Amazonastur, Emmanuelle Pampolha, membros da Câmara Setorial de Turismo do Amazonas, representantes de agências e operadoras de turismo amazonenses e jornalistas de veículos de comunicação do Amazonas.

Lançado em fevereiro deste ano, o projeto Zona Franca de Portas Abertas tem o objetivo de apresentar o turismo industrial como uma nova atração turística da cidade de Manaus, fomentando essa importante atividade econômica, bem como o setor de comércio e serviços.

De acordo com o superintendente, além do aspecto econômico, o projeto contribuirá com a divulgação do modelo Zona Franca de Manaus para um público de jovens, estudantes, formadores de opiniões e tomadores de decisões.

“Queremos despertar nos jovens a vocação para trabalhar no nosso Polo Industrial, e criar na população de Manaus um sentimento de pertencimento. Além disso, é necessário que os formadores de opinião e os tomadores de decisão conheçam a importância do modelo Zona Franca de Manaus para o Brasil, e que se tornem nossos aliados na missão de contribuir com o desenvolvimento da Amazônia e do Brasil”, disse Polsin.

Fundada em 1975, a planta industrial da Caloi no Polo Industrial de Manaus é a maior fabricante de bicicletas fora do sudeste asiático. Atualmente, a empresa conta com 450 colaboradores, e tem a expectativa de terminar o ano de 2022 com 500 mil unidades fabricadas. Na planta local, são produzidas bicicletas das marcas Caloi, Cannondale e Decathlon. Os visitantes puderam acompanhar os processos de solda, pintura, adesivagem e montagem de rodas e das bicicletas.

Texto/fotos: Andrés Pascal

CN

Conheça as regras previstas na MP que regulamenta o trabalho remoto

Medida provisória foi publicada na última segunda-feira (28

Adotado com o intuito de evitar aglomerações em empresas e escritórios durante o período mais crítico da pandemia de covid-19, o teletrabalho (ou home office) pode ganhar mais destaque nos arranjos trabalhistas com a edição da Medida Provisória 1108/22, publicada na segunda-feira (28) no Diário Oficial da União.

De acordo com o Ministério do Trabalho, o normativo prevê que a modalidade tem, por objetivo, “modernizar a regulação existente na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT)”, além de “corrigir aspectos regulatórios que o uso maciço do teletrabalho durante a pandemia da covid-19 evidenciou, como, por exemplo, aumentar as possibilidades de regimes híbridos de teletrabalho”.

Segundo a pasta, o teletrabalho (ou trabalho remoto) é caracterizado como “prestação de serviços fora das dependências da empresa, de maneira preponderante ou híbrida, que, por sua natureza, não pode ser caracterizada como trabalho externo”.

Produção ou tarefa

De acordo com as novas regras, é possível a contratação no teletrabalho por jornada; por produção; ou tarefa, possibilitando, conforme a contratação, o controle de jornada ou a flexibilidade na execução das tarefas.

“Será viável, ainda, que no contrato de teletrabalho ocorra o comparecimento habitual no local de trabalho para atividades específicas”, detalha o Ministério do Trabalho por meio de seu site.

A MP prevê que o teletrabalho deverá constar expressamente em contrato individual de trabalho, e que esse contrato poderá dispor sobre os horários e os meios de comunicação entre empregado e empregador, desde que assegurados os repousos legais.

O empregador poderá, a seu critério, alterar o regime de trabalho presencial para teletrabalho ou trabalho remoto, além de determinar o retorno ao regime de trabalho presencial, independentemente da existência de acordos individuais ou coletivos, dispensado o registro prévio da alteração no contrato individual de trabalho.

Essa alteração, no entanto, precisa ser notificada ao empregado com antecedência de, no mínimo, 48 horas, “por escrito ou por meio eletrônico”.

Equipamentos e infraestruturas

A MP acrescenta que “disposições relativas à responsabilidade pela aquisição, pela manutenção ou pelo fornecimento dos equipamentos tecnológicos e da infraestrutura necessária e adequada à prestação de trabalho remoto e as disposições relativas ao reembolso de despesas arcadas pelo empregado serão previstas em contrato escrito, firmado previamente ou no prazo de 30 dias, contado da data da mudança do regime de trabalho”.

Caso o empregado não possua os equipamentos ou infraestrutura necessários à prestação do serviço, o empregador poderá fornecer os equipamentos em “regime de comodato” (empréstimo gratuito) e custear os serviços de infraestrutura, “que não caracterizarão verba de natureza salarial”. Além disso, o período da jornada normal de trabalho será computado como “tempo de trabalho à disposição do empregador”, na impossibilidade do oferecimento dessas condições via regime de comodato.

A MP esclarece que o tempo de uso de equipamentos tecnológicos e de infraestrutura necessária, assim como de softwares, ferramentas digitais ou mesmo aplicações de internet utilizados para o trabalho remoto fora da jornada de trabalho normal do empregado, “não constitui tempo à disposição, regime de prontidão ou de sobreaviso, exceto se houver previsão em acordo individual ou em acordo ou convenção coletiva de trabalho”.

Por fim, a MP prevê que a adoção do regime de teletrabalho poderá ser estendida a estagiários e aprendizes.

Por Pedro Peduzzi

CN

Daniel Silveira conseguiu o que queria sem que Moraes soubesse (veja o vídeo)

Vários deputados que votaram pela prisão de Daniel no ano passado agora já denunciam os abusos cometidos pelo ministro

Muita gente acreditou que se tratava de uma mera disputa envolvendo ego ou orgulho sobre a colocação de uma tornozeleira eletrônica.

Talvez fosse para Moraes, mas Daniel é mais esperto que isso. Ao trazer a atenção do país todo para a Câmara dos Deputados, ele jogou luz sobre um assunto que a mídia suja, dominada por viúvas do PT, insistia em esconder; os constantes atropelos da Constituição por parte de alguns ministros do STF.

Todos os atos absurdos de Moraes foram desnudados de uma forma tão clara que só sobraram pessoas de caráter duvidoso para defendê-los. Vários deputados que votaram pela prisão de Daniel no ano passado agora já denunciam os abusos cometidos pelo ministro.

Daniel venceu, ainda que continue refém da sanha autoritária e corra riscos quanto ao seu mandato. Ele agora é um símbolo verdadeiro de resistência, um símbolo de que os brasileiros não devem abrir mão de seus valores, nem mesmo diante do fim do mundo. Aliás, inquérito do Fim do Mundo é o apelido dado ao Inquérito Inconstitucional que Moraes é relator.

A mensagem de Daniel prevaleceu sobre a de Moraes; a Liberdade e a Verdade estarão sempre acima da mentira e da opressão.

Hoje, todo brasileiro acorda sabendo de qual lado da história ele quer estar. E o fim da passividade do povo é o pesadelo de todo autoritário.

Veja o vídeo:

Frederico “Fred” Rodrigues*

*Fred é Escritor, Empresário e Comentarista Político. Membro fundador da Frente Conservadora de Goiânia e Membro da Direita Goiás.

CN

Léo Moraes pede recuperação da BR-421 e subsídio para os produtores de leite

Enquanto articula sua pré-candidatura ao governo, deputado não descuida dos problemas que afligem o Estado

Ao longo dessa semana o deputado federal Léo Moraes (Podemos) teve que se desdobrar para cumprir várias agendas políticas no Estado e ao mesmo tempo atuar em Brasília em busca de soluções para problemas críticos no Estado.

Na agenda política Léo Moraes intensificou os contatos com lideranças dos diversos partidos, em busca de construir um projeto de desenvolvimento para Rondônia. Nessa busca para consolidar sua pré-candidatura ao governo, Léo Moraes tem conversado com os diversos atores não só da política, como dos diversos setores do segmento econômico que mais geram empregos no Estado.

Nos próximos dias, Léo Moraes deve reunir a imprensa para apresentar sua pré-candidatura, num encontro que deve contar também com a presença das principais lideranças que estarão ao seu lado no projeto de sucessão estadual.

Na atuação parlamentar, o deputado destacou três ações nas quais concentrou seus esforços em Brasília. A primeira, no Ministério da Infraestrutura, Léo Moraes solicitou providências em caráter de urgência para a manutenção da BR-421, que liga Ariquemes, Monte Negro, Buritis, Campo Novo, Rio Pardo, entre outros.

Segundo relatou, a rodovia está intransitável com as recentes chuvas e o que já era muito ruim, com as chuvas inviabilizou o tráfego dos veículos e até a chegada de produtos, causando grave prejuízo aos moradores da região. Léo Moraes pediu o “envio imediato de equipes do DNIT para realizar uma intervenção nos trechos mais críticos como forma de viabilizar o trânsito, realizando também a manutenção com uma operação tapa buracos, bem como viabilizar a reconstrução total do trecho”.

SUBSÍDIO PARA O LEITE

Em indicação à ministra de Estado da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina Correa, o parlamentar pediu providências com vistas ao auxílio aos produtores de leite. Ele explicou os produtores de Rondônia, responsáveis pela maior produção de leite de toda a região Norte, há anos vêm reivindicando melhores preços, ante os baixos valores pagos pelos laticínios locais. “O leite produzido em Rondônia apresenta o menor preço de referência no Brasil”, ilustrou.

Segundo o deputado a crise foi agravada depois que o governo, a pretexto de criar um choque de oferta e desacelerar a inflação no mercado doméstico, reduziu a zero as alíquotas do imposto de importação para o queijo mozarela e outros seis produtos até 31 de dezembro de 2022.

“Ao invés de socorrer os produtores nacionais, o governo federal escancarou nosso mercado para concorrentes estrangeiros, que comumente se valem de subsídios em seus países. Ao invés redução da alíquota, cujo impacto orçamentário é estimado em R$ 1 bilhão, julgamos mais conveniente e oportuno transferir parte desse valioso montante para os produtores nacionais, na forma de benefício tributário temporário”, sugeriu o deputado.

POLÍCIA CIVIL E BOMBEIROS

Por fim, o deputado Léo Moraes apresentou requerimento com pedido de urgência para que a Câmara dos Deputados retome a apreciação da Lei Geral da Policia Civil, que está parada há 15 anos. É a primeira lei orgânica da Polícia Civil, uma reivindicação antiga dos profissionais da área. O projeto inova ao definir uma legislação única, válida para todo o País. Atualmente, cada estado propõe suas próprias regras. A proteção dos direitos humanos e a promoção da cidadania estão entre os princípios básicos que a proposta define para a Polícia Civil.

Fonte: Assessoria

CN

Ministério Público de Rondônia sediará evento nacional inédito em Porto Velho

É a primeira vez que eventos de tamanha proporção e relevância serão realizados em Rondônia.

O Ministério Público de Rondônia vai sediar quatro eventos de grande magnitude no mês de julho na Capital, Porto Velho.

No dia 7 de julho, haverá, em concomitância, a realização de reuniões do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais – CNPG, do Conselho Nacional dos Corregedores-Gerais – CNCG, do Conselho Nacional dos Ouvidores-Gerais – CNOMP e ainda da Associação Nacional de Membros do Ministério Público – CONAMP.

É a primeira vez que eventos de tamanha proporção e relevância serão realizados em Rondônia.

A capital do Estado irá receber Procuradores-Gerais, Corregedores-Gerais, Ouvidores-Gerais e Presidentes das Associações do Ministério Público de todos os Estados Brasileiros, além de outras autoridades de destaque nacional.

Os temas das reuniões ainda serão definidos, mas o MPRO está começando os preparativos para que, de uma forma planejada, os eventos ocorram na mais perfeita ordem, segurança e tranquilidade.

O Procurador-Geral de Justiça, Ivanildo de Oliveira, agendou ainda para o dia 08, subsequente aos eventos, as comemorações dos 40 anos do Ministério Público, aproveitando a presença das autoridades em Porto Velho.

Fonte: DCI – Departamento de Comunicação Integrada

CN

Pai que assassinou a filha em Ariquemes é condenado a 54 anos de prisão

A motivação do crime teria sido a recusa da mãe em reatar o relacionamento.

O Ministério Público de Rondônia participou, nesta quinta-feira (31/3), de julgamento do Tribunal do Júri de Ariquemes que condenou a 54 anos de reclusão réu que matou a própria filha, uma criança de um ano e nove meses. O caso teve grande repercussão no Estado.

O Júri teve a atuação do Promotor de Justiça Marcus Alexandre de Oliveira Rodrigues, tendo sido acompanhado pela mãe e demais familiares da vítima.

No julgamento, todos os fatos apresentados pelo MP foram acatados pelos jurados, tendo o réu sido condenado por homicídio qualificado pelo motivo torpe, meio cruel, recurso que dificultou a defesa da vítima e ainda feminicídio.

Caso – Preso desde junho de 2020, no Centro de Ressocialização de Ariquemes, o pai era réu confesso. De acordo com o inquérito, a menina foi retirada por ele da casa da avó e levada até uma estrada rural, onde foi praticado o assassinato. A motivação do crime teria sido a recusa da mãe em reatar o relacionamento.

Fonte: DCI – Departamento de Comunicação Integrada

CN

Novos ministros tomam posse no Palácio do Planalto

Quem deixou o cargo poderá concorrer nas eleições 2022

A nova  ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Cristiane Rodrigues Britto e o presidente da República, Jair Bolsonaro,durante cerimônia  de posse no Palácio do Planalto
Presidente na Cerimônia de Posse

Tomaram posse na manhã de hoje (31) os novos ministros do governo do presidente Jair Bolsonaro, durante cerimônia no Palácio do Planalto.

Os decretos com as exonerações a pedido dos ministros foram publicados mais cedo no Diário Oficial da União (DOU). A saída abre aos que deixaram as funções a possibilidade de se candidatarem a cargos públicos nas próximas eleições.

Durante a cerimônia em que foram assinados os atos de posse dos novos ministros, Bolsonaro agradeceu aos que deixaram os cargos e desejou boa sorte aos novos ocupantes da Esplanada.

“Até perguntei: vocês têm certeza dessa decisão de assumir? Porque não é fácil, serão olhados com lupa”, disse Bolsonaro que informou já ter se reunido com os novos ministros há dois dias.

Quem é quem

No Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, o ministro Marcos César Pontes passou o cargo para Paulo César Rezende Alvim. Ao prestar contas da sua atuação frente à pasta, Pontes destacou como uma das realizações a produção nacional de vacinas contra doenças como a covid-19, a febre-amarela, dengue e chicungunya.

“A partir desse ano, o Brasil passa a ser independente desde o conceito até a produção de vacinas nacionais, não só para a covid, mas também para as próximas pandemias e para doenças negligenciadas como febre-amarela, dengue e chikungunya”, disse.

Já Rogério Marinho deixou o Ministério do Desenvolvimento Regional, pasta que terá à frente Daniel de Oliveira Duarte Ferreira.

O Ministério do Turismo será comandado por Carlos Alberto Gomes de Brito, que substitui Gilson Machado.

O Ministério da Cidadania ficará a cargo de Ronaldo Vieira Bento, que assume o cargo no lugar de João Roma.

Damares Alves deixa o Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, que será comandado agora por Cristiane Rodrigues Britto.

No Ministério do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni foi substituído por José Carlos Oliveira.

Já no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a ministra Tereza Cristina dá lugar a Marcos Montes Cordeiro. Ao discursar, a ex-ministra lembrou que a pandemia do novo coronavírus (covid-19) gerou um desafio para o agronegócio brasileiro, que teve de se adaptar para manter a produção.

“O agronegócio foi colocado à prova. Ele se adaptou, criou protocolos para permitir a manutenção dos serviços, a produção, a comercialização dos produtos e ciente da importância do abastecimento. Esse governo protegeu essa atividade”, disse.

No Ministério da Infraestrutura, sai Tarcísio Gomes de Freitas e entra em seu lugar Marcelo Sampaio. Ao se despedir, Tarcísio disse que com as ações da pasta, a matriz de transporte no país será mais equilibrada no futuro, com menor custo do frete de mercadorias.

“A gente vai ter, no futuro, uma matriz de transportes muito mais equilibrada, com a participação muito maior da navegação de interior, da navegação de cabotagem, do transporte ferroviário, que vai dobrar a participação, teremos uma oferta de transporte muito maior”, discursou.

Quem também se despediu do cargo foi a ministra da Secretaria de Governo, Flávia Arruda, que dá lugar a Célio Faria Júnior. A ex-ministra volta a ocupar sua vaga como deputada federal.

Ao se despedir da pasta, Flávia Arruda agradeceu aos líderes partidários da base aliada, os líderes do governo e os presidentes da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), e do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), “sem os quais teria sido impossível a aprovação de matérias importantes e polêmicas que foram fundamentais para ajudar o Brasil a atravessar esses tempos de turbulência”, disse.

Fonte: Denise Griesinger A/B

CN

Detran abre inscrições para cursos de Formação e Atualização de Condutores em Rolim de Moura

Cursos têm como finalidade formar, aperfeiçoar, instruir e qualificar condutores

O Departamento Estadual de Trânsito de Rondônia (Detran), por meio da Coordenadoria da Escola Púbica de Trânsito (Ceptran) em parceria com Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) de Rolim de Moura, informa que estão abertas as inscrições para os cursos de Atualização e Formação de Condutores em diversas áreas como: transporte escolar, transporte coletivo de passageiros, condução de veículos de emergência e transporte de de carga de produtos perigosos. Os cursos especializados têm como finalidade formar, aperfeiçoar, instruir e qualificar condutores habilitando-os a condução desses veículos.

O chefe da 10ª Ciretran, João Batista, explica que as vagas estão disponíveis para os condutores do Estado de Rondônia, que podem participar de treze cursos, conforme cronograma e calendário divulgado pela Ceptran.  “Esse é um momento ímpar para que os condutores possam atualizar os seus cursos ou para aqueles profissionais que exercem atividade remunerada realizarem o curso específico para a sua profissão”, comentou Batista.

O investimento para o curso de Atualização é de R$ 51.24 (cinquenta e um real e vinte e quatro centavos). Já o curso de Formação o valor é de R$ 204,96 (duzentos e quatro reais e noventa e seis centavos).

Os cursos estão programados para ocorrerem nos meses de maio e junho de 2022. O quadro de distribuição de aulas (disciplinas, horário, professores) e o local de realização dos cursos serão divulgados com 15 dias de antecedência, para que o condutor tenha tempo hábil para sua organização. Vale destacar que a programação das datas de execução dos cursos especializados poderão sofrer alterações.

 CONFIRA OS CURSOS E DATAS NA TABELA ABAIXO:

CURSOSMATRÍCULAEXECUÇÃO
Formação em condutores de veículo de Transporte Escolar21/03 a 15/04/202202 a 06/05/2022
Atualização em condutores de veículo de Transporte Escolar21/03 a 15/04/202207 e 09/05/2022
Formação em condutores de veículos de Transporte Coletivo de Passageiros21/03 a 15/04/202209 a 13/05/2022
Atualização  em condutores de veículos de Transporte Coletivo de Passageiros21/03 a 15/04/202214 e 16/05/2022
Formação em Condutores de veículo de Transporte de Cargas Indivisíveis21/03 a 15/04/202223 a 27/05/2022
Atualização em Condutores de veículo de Transporte de Cargas Indivisíveis21/03 a 15/04/202228 e 30/05/2022
Formação em condutores de veículo de Emergência.21/03 a 30/04/202206 a 10/06/2022
Atualização  em condutores de veículo de Emergência.21/03 a 30/04/202211 e 13/06/2022
Formação em condutores de veículos de Transporte de Cargas de Produtos Perigosos- MOPP21/03 a 30/04/202213 a 17/06/2022
Atualização em Condutores de veículos de transporte de Cargas de Produtos Perigosos- MOPP21/03 a 30/04/202218 e 20/06/2022
Formação de Mototaxista21/03 a 30/04/202221 a 23/06/2022
Atualização de Mototaxista21/03 a 30/04/202224 e 25/06/2022

INSCRIÇÃO

O condutor interessado deverá procurar a Ciretran em Rolim de Moura, de 7h30 min às 13h30, munido dos seguintes documentos:

  • Ficha de matrícula;
  • Carteira Nacional de Habilitação na Categoria compatível ao curso que pretende participar, original para conferência;
  • Certificado de conclusão de Formação do Curso para quem pretende atualizar, original para conferência;
  • Certidão de Nada Consta da CNH ou histórico do prontuário; e
  • Comprovante da taxa de matrícula, a emissão desta fica a cargo das CIRETRAN`S de cada município.

Para demais esclarecimentos referentes as matrículas, os interessados deverão entrar em contato com CIRETRAN/RM/EDUCAÇÃO DE TRÂNSITO, pelo telefone (69) 3442-2366.

Fonte: Secom

CN
1 2 3 52