Ações de drive-thru em massa resultam em queda de 70% das internações por Ômicron em Rondônia

Ações de drive-thru em massa resultam em queda de 70% das internações por Ômicron em Rondônia

Em menos de três meses, foram realizados 28 drives-thrus realizados em Rondônia

O Estado de Rondônia segue com diminuição nas internações por covid-19 e pela variante Ômicron. Na segunda-feira (21), o Governo de Rondônia, registrou uma queda de 70% nas internações. Em 29 de janeiro eram 229 pacientes internados e no dia 21 de março, apenas 69 pacientes necessitam de internação. O resultado se deu através das ações de drive-thru em massa realizadas pelo Estado. 

Na primeira quinzena de janeiro a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), registrava 51 casos da variante Ômicron em nove municípios diferentes. A partir dos primeiros casos, o Poder Executivo iniciou a testagem em massa para identificar positivos e quebrar a cadeia de transmissão do vírus e variantes. 

Nas ações, as pessoas que estavam positivadas eram notificadas e atendidas pela equipe médica. Logo, recebiam atestados para cumprir o isolamento e evitar a proliferação da doença. 

Em menos de três meses, foram realizados 28 drives-thrus entre os municípios de: Porto Velho (com duas edições); Ji Paraná; Vilhena; Pimenta Bueno; Cacoal; Ouro Preto; Espigão do Oeste; Rolim de Moura; Santa Luzia d’ Oeste; Alta Floresta d’ Oeste; São Francisco; Seringueiras; Costa Marques; Guajará-Mirim; Colorado do Oeste; Cerejeiras; Pimenteiras; Novo Horizonte; Alto Alegre; Parecis; Mirante da Serra; Alvorada Do Oeste; Ariquemes; Buritis; Campo Novo; Monte Negro e Cujubim. 

Com a queda no número de internações, o Estado decretou na segunda semana de março a retirada da obrigatoriedade do uso de máscaras em lugares abertos e fechados. 

Além da testagem em massa, outras ações também foram desenvolvidas, como as recomendações higiênicas, ampliação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospitais, compra do Hospital de Campanha, recebimento e distribuição precisa de lotes de vacinas recebidas, barreiras sanitárias, boletins diários e principalmente, a união com os gestores municipais, que foram importantes para que Rondônia mudasse o cenário com relação a pandemia.

Fonte: Secom

CN