Turismo de adrenalina? Em bonito tem

Turismo de adrenalina? Em bonito tem

Considerado o melhor destino de ecoturismo do Brasil, cidade oferece diversas atrações radicais

O turista que busca adrenalina certamente a encontrará em Bonito (MS), que oferece diferentes atividades de tirar o fôlego e que dão aquele friozinho na barriga. O município é considerado o melhor destino de ecoturismo do Brasil e todos os seus atrativos radicais contam com o Sistema de Gestão de Segurança (SGS), da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta).

Bonito está localizado próximo ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena, região com o maior aquário natural de água doce do país. Os esportes de aventura têm ganhado cada vez mais espaço na região e na cultura nacional. A cidade é conhecida internacionalmente por promover atividades turísticas sustentáveis e recebe destaque também pelos programas aventureiros em meio ao cenário natural. 

Os passeios em Bonito incluem flutuação, mergulho e são muito famosos. Além deles, há experiências com esportes radicais como arvorismo, rapel, rafting e tirolesa. Os visitantes podem ainda aproveitar passeios de boia cross, bote, caiaque inflável, bike e quadriciclo. 

Vale lembrar que todos os passeios devem ser agendados junto a uma agência de turismo local. A ideia é manter um número limite de visitantes para garantir a preservação dos lugares. As vagas para o passeio da Gruta do Lago Azul – um cartão postal da cidade –, por exemplo, acabam rápido, pois é uma das atrações mais concorridas.

Rapel e mergulho no Abismo Anhumas

O Abismo Anhumas sedia duas opções de atividades: rapel e flutuação ou rapel e mergulho. Para mergulhar, é preciso ser fã de aventura de carteirinha, literalmente. Isso porque, quem opta por essa modalidade deve apresentar certificação para mergulho. Já a flutuação é liberada para qualquer visitante. 

Ambas atividades começam com um rapel de 72 metros, que sai da fenda na rocha e vai até o local de apoio dentro da caverna. O lago tem 80 metros de abismo e, com as credenciais apresentadas, os mergulhadores podem submergir até 18 metros de profundidade. No fundo, é possível avistar um esqueleto de tamanduá-bandeira, há décadas no lugar.

No dia anterior ao passeio, os visitantes passam por um treinamento. São feitas  avaliações de aptidão e a confirmação da condição física para a atividade.

Mergulho na Lagoa Misteriosa

Principal ponto de mergulho de água doce do Brasil, a Lagoa Misteriosa é a única dolina aberta à visitação em Bonito. O amante de adrenalina, além de desfrutar do passeio, entra em contato com toda história e mistério do lugar. 

A Lagoa recebe esse nome devido a sua profundidade, desconhecida até mesmo por pesquisadores e mergulhadores. No ano de 1998, por exemplo, o mergulhador  Gilberto Menezes de Oliveira registrou a marca de 220 metros, mas, ainda assim, não chegou ao fundo. 

Partindo do receptivo da Lagoa, os turistas fazem uma trilha na mata que circunda a dolina. O percurso leva ao mirante, de onde é possível avistar a vegetação arbórea que cobre a dolina de 75 metros de profundidade e avistar a Lagoa Misteriosa. 

O atrativo oferece quatro tipos diferentes de mergulho: batismo, autônomo básico, autônomo avançado e avançado nitrox. É tamanha a transparência da água que, durante a atividade, os turistas podem contemplar até 8 metros de profundidade dos abismos azuis, mesmo estando na superfície. 

Trilha no Parque das Cachoeiras

Com um percurso repleto de trilhas, o Parque das Cachoeiras é uma opção para quem gosta de se aventurar em meio à mata. Atravessando passarelas, são 1.700 metros percorridos ao longo do passeio. Os visitantes podem curtir diversas paradas de banho imersos na mata do Parque. 

As opções de passeio mais completas incluem visita à nascente do rio e às sete cachoeiras. O turista conhece as cachoeiras Mulungu, da Gruta, do Sol e do Amor. Completando o caminho, passa-se ainda pelas cachoeiras do Sinhozinho, da Figueira e do Salto. 

Existe também uma opção de passeio mais curto, que percorre cinco cachoeiras e não inclui a visita à nascente. Essa alternativa é indicada para famílias aventureiras, mas que estejam com crianças, por exemplo. 

As maiores tirolesas do Mato Grosso do Sul 

As duas maiores tirolesas do Mato Grosso do Sul ficam em Bonito. A maior delas está localizada no Parque Ecológico Rio Formoso e mede 520 metros. A segunda maior tirolesa fica na Nascente Azul e mede 450 metros. Ambas contam com vistas diferenciadas, que atraem os visitantes apaixonados por aventura. 

Bonito também conta com uma variedade de tirolesas aquáticas. O Balneário do Sol é um exemplo de tração que oferece essa atividade. Localizado a dez quilômetros do centro da cidade, o local é ideal para quem procura diversão e contato com a natureza. No Balneário, o visitante pode nadar no Rio Formoso, em cachoeiras e aproveitar a estrutura do lugar. 

A Praia da Figueira também tem uma tirolesa aquática na sua lista de programações. O lugar é uma praia de água doce e conta com uma lagoa de 60 mil metros quadrados de águas cristalinas. Além disso, os turistas podem nadar junto com diversos peixes. 

O Rio do Peixe, a Serra da Bodoquena e o Balneário Ilha Bonita são outros exemplos de passeios em Bonito que contam com tirolesas.

Fonte: Assessoria

Compartilhar

DEIXE O SEU COMENTÁRIO

%d blogueiros gostam disto: