Valdir Vargas dá uma de Mário Português e reclama de Porto Velho, mas depois se arrepende

Mário Português disse que Porto Velho parecia uma favela. Valdir Vargas postou que iria embora, mas depois editou a postagem - Foto: Reprodução/CN

É natural que as pessoas expressem suas frustrações ocasionalmente, especialmente em um contexto humorístico, mas também é importante reconhecer quando tais reclamações podem ter sido exageradas ou injustas. O arrependimento mostra uma reflexão sobre suas palavras e a disposição para considerar uma abordagem mais equilibrada no futuro.

Ao seguir o estilo de Mário Português, parece que houve algum descontentamento expresso por Valdir Vargas em relação à Porto Velho, segundo o blog entrelinhas, Vargas teria reagido indicando que iria embora de Porto Velho, mas depois percebeu que suas reclamações teria sido injustas ou exageradas e parece que a postagem foi interrompida antes que tomasse grandes proporções.

Valdir Vargas diz que é pré-candidato a prefeito. Ele é do partido de Ivo Cassol, o político mais rico de Rondônia. Cassol, com patrimônio de R$ 134 milhões, agora exige que o povo lhe pague aposentadoria, para “manutenção da sua subsistência”. Mentirosinho?

De acordo com o “blog entrelinhas”, o ex-governador Ivo Cassol (PP) arrumou como pré-candidato a prefeito de Porto Velho alguém aparentemente sem muita noção: Valdir Vargas. Mas não é aquele Valdir Vargas que era secretário-geral da Assembleia Legislativa no tempo do ex-presidente Neodi Oliveira, aquele ex-presidente que está correndo o risco de usar tornozeleira eletrônica. Neodi está condenado a mais de dez anos de prisão, pois caiu na Operação Dominó.

Esse Valdir Vargas que Ivo Cassol arrumou é o filho do Valdir Vargas do Neodi. Neodi Oliveira foi condenado devido à acusação de desvio de dinheiro da Assembleia Legislativa, por meio de suposto envolvimento com a chamada folha de pagamento paralela, descoberta pela Polícia Federal.

O blog continua levantando a questão da apreensão do avião com cerca de 300 quilos de maconha. Era o avião que Valdir Vargas pai e Neodi Oliveira costumavam utilizar antes da apreensão. Isso será tema de outro material, pois é muita informação para uma só postagem, mas o blog já apurou que o piloto era visto constantemente em Machadinho do Oeste.

Valdir Vargas filho começa uma pré-campanha atrapalhada, agindo, aparentemente, parecido com Mário Português, aquele candidato que naufragou porque disse que Porto Velho parecia uma favela. Valdir Vargas, o filho, disse que passou pela sua cabeça se mudar da capital, que segundo ele não é bem cuidada. O que a equipe do blog tem a dizer: pode ser mandar, se quiser.

Valdir Vargas filho chegou a postar essa bobagem em suas redes sociais. Sem experiência alguma em administração pública, ele parece não saber que até o final da década de 80 corria esgoto ao ar livre na avenida Jorge Teixeira, próximo à rodoviária. Havia valas entre as ruas e as calçadas. Porto Velho é uma cidade relativamente nova, que precisa de estrutura, e o próximo prefeito não conseguirá resolver todos os problemas. A fala dele cheira a politicagem.

Aparentemente alguém avisou a Valdir Vargas, o filho, que a postagem pegaria mal, porque a queda de Mário Português começou assim. Ele então editou a postagem em suas redes sociais, mas já era tarde. Já tinham printado tudo. Ficou bem melhor do jeito que está. Agora não parece mais um desabafo de quem tem vergonha da cidade onde mora.

Valdir Vargas está no PP. E por que será que o PP decidiu que ele é o pré-candidato a prefeito de Porto Velho? Ora, simplesmente porque o ex-governador Ivo Cassol assim decidiu. Ivo foi muito criticado recentemente, pois é considerado o político mais rico de Rondônia, com patrimônio de R$ 134 milhões. Os sites de notícia noticiaram detalhadamente.

Por mais incrível que pareça, Ivo Cassol quer que o povo lhe pague aposentadoria, por ter sido governador. Algo indecente, imoral mesmo. O povo ter que pagar aposentadoria para um dos maiores milionários de Rondônia. E sabem a alegação Cassol? Que ele precisa, para “manutenção da sua subsistência”. Mentirosinho ele, não é? Milionário passando fome? Depois disso dizem que político é mentiroso e Cassol ainda é capaz de achar ruim.

O respeitado jornalista Robson Oliveira, que escreve uma coluna política postada pelos maiores sites de Rondônia, explica que o valor da aposentadoria pleiteada por Ivo Cassol é uma merreca. Isso para Ivo, o multimilionário. Para quem não tem tanto dinheiro, é um valor substancial. Como disse Robson Oliveira: “É Cassol sendo genuinamente Ivo”.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias