Por morte de vereador de Colorado, MP obtém condenação de três pessoas

O Ministério Público de Rondônia obteve a condenação, pelo crime de homicídio qualificado, de três pessoas envolvidas na morte do vereador de Colorado do Oeste, Thiago José Monteiro, ocorrida em setembro de 2022, naquele Município. Os réus – o mandante, o executor e o partícipe – foram sentenciados a penas que, somadas, ultrapassam 54 anos de reclusão.
O Júri foi realizado na última terça-feira (21/5), no Fórum Criminal de Colorado, e teve a atuação dos Promotores de Justiça Camyla Figueiredo de Carvalho e Vinícius Basso de Oliveira.

De acordo com denúncia do Ministério Público, o crime foi motivado por vingança, em razão de a vítima ter mantido relacionamento com a esposa do mandante do assassinato. A morte do parlamentar foi encomendada a dois homens contratados para realizar o serviço, os quais figuraram como executor e partícipe.

O vereador foi assassinado na varanda de sua casa em setembro de 2022, após atender esses dois réus, que bateram palma na frente da residência, simulando precisar de uma ferramenta emprestada. O executor foi atendido pela vítima, que foi alvejada com tiros de arma de fogo, enquanto procurava a peça no seu veículo.

O parlamentar foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos, indo a óbito dias depois do crime.

Os jurados acataram os argumentos do Ministério Público, tendo condenado os três réus por homicídio qualificado – motivo torpe por paga ou promessa de recompensa e recurso que dificultou a defesa da vítima. O mandante foi sentenciado a 21 anos e 10 meses de reclusão em regime fechado; o executor a 18 anos e 7 meses e o partícipe a 15 anos.

Source: do MP/RO
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias