Furacão destrói 8 mil casas, deixa mortos e desaparecidos (veja o vídeo)

Três mortos, quatro desaparecidos e 8 mil casas afetadas é o balanço provisório dos efeitos das chuvas associadas ao furacão Beryl, que atingiram nessa terça-feira (2) várias regiões da Venezuela.

Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, declarou:

“Infelizmente, está confirmada a morte de três pessoas, dois homens e uma mulher, e quatro pessoas estão desaparecidas, dois homens e duas mulheres.”

“Há 8 mil casas afetadas, com diferentes níveis de danos, e 400 casas com perda total”, disse.

O ministro do Interior e Justiça da Venezuela, Remígio Ceballos, disse que as chuvas torrenciais, associadas ao furação Beryl afetaram pelo menos 25 mil pessoas na Venezuela. O furacão Beryl, de categoria 4, dirige-se agora para a Jamaica, depois de ter atingido o sudeste do Caribe, onde morreram pelo menos sete pessoas.

Na noite de segunda-feira, o Beryl tornou-se o primeiro furacão a alcançar a categoria 5 no Atlântico, alimentado por águas com temperatura recorde, apesar de ter baixado novamente para categoria 4.

O Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos disse que é esperado que o Beryl provoque ventos e tempestades potencialmente fatais na Jamaica, onde as autoridades alertaram os moradores para o perigo de inundações e para estarem preparados para deixar o local. O último furacão forte a atingir o sudeste do Caribe foi o Ivan, há 20 anos, que causou dezenas de mortos em Granada.

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias