Preso fica revoltado e destrói sala de audiência após ouvir a sentença (veja o vídeo)

Foto: Reprodução/X

Um preso destruiu uma sala de audiência de custódia no Distrito Federal ao saber que sua prisão em flagrante foi convertida para preventiva. O incidente ocorreu na manhã de domingo (30/6), no Núcleo de Audiência de Custódia do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) em São Sebastião.

Um vídeo que circula nas redes sociais mostra o momento em que o detento, algemado, se revolta ao ouvir a sentença do juiz. Ele chuta uma divisória em acrílico sobre a mesa e começa a gritar, sendo contido por policiais civis presentes na sala.

Os dois presos foram representados pela Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF), que solicitou liberdade provisória sem pagamento de fiança, argumentando que a prisão em flagrante por receptação não envolveu violência ou grave ameaça.

No entanto, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) sustentou que a liberdade dos detentos representaria um risco à sociedade.

O preso que reagiu e outro detento presente na audiência foram flagrados com uma motocicleta furtada e levados para a carceragem da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Ambos possuem antecedentes por atos infracionais análogos a crimes cometidos na adolescência.

O detento que causou o tumulto cumpre pena em prisão domiciliar por roubo majorado — cometido com violência e/ou uso de arma de fogo — e já foi interno do sistema socioeducativo por um ato infracional semelhante.

Ao analisar o caso, o juiz decidiu conceder liberdade provisória a um dos detentos por ser réu primário. Para o outro, que cumpre pena em regime domiciliar, a decisão foi diferente.

“O novo envolvimento demonstra que [o investigado] tem personalidade voltada à prática delitiva. Para garantia da ordem pública, o senhor permanecerá preso”, sentenciou o juiz. Após a decisão, o detento reagiu, danificou parte do mobiliário da sala e teve de ser retirado.

Após o episódio, foi emitida uma ordem de diligência solicitando à PCDF que investigue as infrações penais de desacato, desobediência e eventual dano ao patrimônio público, cometidas pelo preso durante a audiência.

Veja o vídeo:

0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments

Welcome Back!

Login to your account below

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.

0
Would love your thoughts, please comment.x
×

Olá!

Clique em um de nossos contatos abaixo para conversar no WhatsApp

× Canal de denúncias