PRF apreende 7 veículos adulterados durante fiscalização em Vilhena, RO

De acordo com as informações dos agentes, as caminhonetes seriam levadas para São Paulo.

Sete pessoas foram presas na noite de terça-feira (15), após serem flagrados tentando sair de Rondônia com a mesma quantidade de caminhonetes adulteradas, durante uma fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Vilhena em conjunto com a Polícia Militar e a Secretaria de Finanças de Rondônia (Sefin), na BR-364. O destino final seria o Estado de São Paulo.

As equipes estavam realizando abordagens quando avistaram os 7 veículos Fiat Toro, cada um sendo conduzido por um motorista, e receberam ordem de parada.

Equipes estavam realizando abordagens quando avistaram os 7 veículos Fiat Toro.

Durante vistoria minuciosa, as caminhonetes que até então eram zero quilometro, estavam com seus sensores desligados para inibir a contagem de quilometragem, até o Estado de São Paulo, onde seriam vendidos como novos.

Os motoristas receberam voz de prisão, e foram encaminhados para a delegacia, onde ficaram à disposição da Justiça. Eles poderão responder pelos crimes de estelionato, associação criminosa e crime contra a ordem tributária.

Fonte: Rondônia Agora

PRF apreende motorista transportando ouro sem nota fiscal, na BR-364 em Porto Velho

Ouro estava escondido dentro de caminhonete.

Mais de R$ 50 mil em ouro foram apreendidos na segunda-feira (14) na BR-364, em Porto Velho. Ao todo, são 170 gramas do metal. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o ouro estava escondido dentro de uma caminhonete.

Ao ser questionado pelos agentes sobre a nota fiscal do metal, o condutor informou que não tinha o documento.

Diante da informação, o suspeito foi encaminhado à Polícia Federal (PF). O produto mineral, segundo a polícia, está avaliado em aproximadamente R$ 56,5 mil.

Fonte: G1/RO

PRF faz apreensões de pássaros silvestres em rodovia do Rio de Janeiro

Em outra ação, foram apreendidas motos motocicletas em Angra dos Reis

Crime ambiental
Os pássaros estavam em caixas, no porta-malas do carro 

Um homem que transportava mais de 130 pássaros silvestres dentro do porta-malas de um carro foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) por crime ambiental. A abordagem foi feita na Rodovia Rio-Juiz de Fora (BR-040), em Três Rios, centro-sul Fluminense, na madrugada do último sábado (29).

Durante a revista, na altura do km 22 da rodovia, policiais rodoviários federais da 6ª Delegacia (Três Rios) pararam o veículo e encontraram 138 trinca-ferros em pequenas caixas de papelão. Por causa das péssimas condições de transporte, um das aves foi encontrada morta.

De acordo com a PRF, o motorista confessou que os pássaros seriam comercializados em uma feira clandestina no município do Rio de Janeiro.

A PRF informou em nota que o trinca-ferro, por ser uma ave muito valorizada, é alvo constante de traficantes de animais silvestres. Conforme o órgão, chega a ser vendido por cerca de R$ 200 no mercado ilegal. Já em criadouro legalizado, o preço varia entre R$ 1,8 mil e R$ 2,5 mil.

Após o flagrante, os policiais federais fizeram contato com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), que mandou agentes para o local. Junto com os policiais federais eles levaram as aves para uma área de mata em Juiz de Fora, em Minas Gerais, onde foram soltas na natureza.

Operação Duas Rodas

Crime ambiental
Operação Duas Rodas apreende 43 motocicletas no estado do Rio de Janeiro

Em outra ação, a Operação Duas Rodas, PRF apreendeu 43 motocicletas, em Angra dos Reis, na Costa Verde do estado do Rio de Janeiro, para impedir a circulação de motos usadas para a prática de crimes na região.

A Duas Rodas, que começou na segunda-feira passada (24) e terminou ontem (29), teve a participação de policiais rodoviários federais do Grupo de Motociclistas Regional (GMR/RJ) em apoio à 3ª Delegacia (Angra dos Reis) da PRF. Ao todo, foram emitidos 207 autos de infração por irregularidades de trânsito. Ainda na operação, os policiais recuperaram dois veículos roubados e capturaram uma pessoa foragida da justiça.

Conforme a PRF, as ocorrências foram registradas na 166ª DP (Angra dos Reis).

Fonte: Aline Leal A/B

PRF apreende carga avaliada em R$ 160 mil sem nota fiscal em RO

Mercadoria teria sido embarcada na carreta no estado de São Paulo e seria distribuída em Porto Velho.

Uma carga de cachaça sem nota fiscal foi apreendida na terça-feira (25) de ontem, em uma carreta em Porto Velho. O flagrante foi feito pela Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a PRF, os agentes abordaram o veículo durante a manhã e revistaram a carroceria, quando foram encontradas 2,5 mil garrafas de cachaça (todas sem notas).

A mercadoria teria sido embarcada na carreta no estado de São Paulo e seria distribuída em Porto Velho. Ao todo, a carga de cachaça apreendida é avaliada em R$ 160 mil.

De acordo com a PRF, todas as garrafas de cachaça foram levadas para a sede da Sefin.

Fonte: G1/RO

Casal é preso por tráfico de drogas em Guajará-Mirim, RO

Polícia flagrou usuários de entorpecentes frequentando a casa dos suspeitos. Objetos, dinheiro e drogas foram apreendidos.

Duas pessoas foram presas na sexta-feira(21), em Guajará-Mirim (RO) por tráfico de drogas. Eles estavam sendo monitorados por agentes da Polícia Civil. Com os suspeitos foram apreendidos nove papelotes de cocaína e uma pedra de crack.

Segundo informações do boletim de ocorrência, agentes do Serviço de Investigação e Captura (Sevic) da Polícia Civil, estavam monitorando uma residência, localizada na Avenida Dr. Lewerger, acompanhando a entrada e saída de usuários de entorpecentes. Após abordarem dois supostos clientes, os agentes os interrogaram e confirmaram que eram vendidas drogas na casa.

Com isso, os policiais conseguiram surpreender o casal e realizaram buscas na residência. Foram encontrados no quarto: uma balança de precisão, seis relógios, uma bomba d’água, 6 cartões de créditos, R$ 640,00 em espécie, um simulacro de pistola e uma máquina de passar cartão.

Aos policiais, o homem assumiu a responsabilidade pelos objetos e confessou vender drogas no local. Com ele, ainda foram apreendidos nove papelotes de cocaína e uma pedra de crack. Os dois “clientes” e o casal foram conduzidos à Delegacia de Polícia Civil. Os suspeitos devem responder pelo crime de tráfico de drogas.

Fonte: G1/RO

PRF apreende quase R$ 1 milhão em fundo falso de veículo Audi8

Caso foi encaminhado para Polícia Federal. De acordo com os agentes, motorista não soube explicar origem .Também foi encontrado uma munição intacta de fuzil, calibre 7,62 mm.

Polícia Rodoviária Federal apreende quase R$ 1 milhão em carro na Dutra em Pinda — Foto: PRF/Divulgação
Polícia Rodoviária Federal apreende quase R$ 1 milhão em carro na Dutra em Pinda

A Polícia Rodoviária Federal apreendeu quase R$ 1 milhão em espécie escondidos no fundo falso de um Audi A8 na tarde deste domingo (16) na Dutra em Pindamonhangaba. O motorista, que não soube explicar a origem do dinheiro, foi detido.

A abordagem aconteceu na tarde deste domingo na altura do Km 103 da Dutra, no sentido São Paulo. Segundo a PRF, o motorista chamou a atenção dos policiais por dirigir de forma imprudente, com ultrapassagens em alta velocidade pelo acostamento.

Foi feita abordagem ao veículo, um Audi A8, e o motorista de 47 anos apresentou informações confusas aos policiais, que decidiram fazer uma revista no veículo.

No banco de trás, eles encontraram um fundo falso, onde estavam vários pacotes com notas de dinheiro. Ao todo, foram contabilizados R$ 998.580.

Aos policiais, ele afirmou que foi contratado para realizar o transporte da quantia da rodoviária do Rio de Janeiro para um shopping em São Paulo. Pelo transporte, receberia a quantia de R$ 2.000,00.

Nas buscas no carro, os policiais também encontraram uma munição intacta de fuzil, calibre 7,62 mm.

O homem foi preso em flagrante por porte ilegal de munição de uso restrito, e o dinheiro foi apreendido, já que o condutor não apresentou provas da sua procedência lícita. O caso foi encaminhado à Polícia Federal.

Fonte: G1

Durante fiscalização, PRF apreende 4 mil maços de cigarros em Ji-Paraná, RO

Produtos seriam comercializados na área urbana da cidade. Flagrante foi realizado durante fiscalização da PRF.

Cerca de 4 mil cigarros paraguaios foram apreendidos na quinta-feira (13) durante fiscalização da Polícia Rodoviária Federal (RO) em Ji-Paraná (RO).

De acordo com informações dos policiais, um veículo de passeio foi parado para fiscalização, e durante a abordagem, um carregamento de 4 mil maços de cigarro foi encontrado.

Após o flagrante, o motorista informou que os cigarros seriam comercializados na área urbana da cidade. De acordo com estimativa da PRF, os produtos estão avaliados em cerca de R$ 20 mil.

Fonte: G1/RO

PRF-RO apreende motorista transportando carga de pneus sem nota fiscal

Agentes flagraram durante fiscalização, condutor transportando 30 pneus sem notas fiscais na carroceria de carro.

A polícia Rodoviária Federal cumpriu mais uma fiscalização na BR-364 de Rondônia nesta quinta-feira (13). 30 pneus foram apreendidos pela equipes de agentes, sendo transportados de forma irregular em um carro em Vilhena (RO). Os produtos também não tinham notas fiscais.

Ao ser abordado, o dono do carro afirmou que adquiriu os 32 pneus em Campo Grande (MS) e que toda a mercadoria seria utilizada em veículos de sua propriedade.

O flagrante aconteceu durante fiscalização no posto da PRF na BR-364, em Vilhena. Todos os pneus eram transportados na carroceria do veículo e estavam cobertos por uma lona plástica.

Como não houve comprovação documental, a carga de pneus foi apreendida encaminhada para a Secretaria Estadual de Finanças para registro e regularização da situação.

Fonte: G1/RO

Em Rondônia PRF apreende quase 10 quilos de drogas

Apreensões foram realizadas em três ações. Quatro pessoas foram presas por tráfico de drogas.

Tabletes de crack foram localizados em compartimento secreto de veículo — Foto: PRF/Divulgação
Tabletes de crack foram localizados em compartimento secreto de veículo

Quase 10 quilos de drogas, entre maconha e crack, foram apreendidos na quarta-feira (12) de ontem, pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em cidades do interior de Rondônia. Quatro homens foram presos por tráfico de drogas.

De acordo com a PRF, durante a madrugada dois homens em veículo de passeio foram abordados em Guajará-Mirim (RO). Dentro do carro, em um compartimento secreto, foram encontrados quatro tijolos de crack, pesando cerca de 4 quilos.

Em Ji-Paraná (RO), pela manhã, um homem foi flagrado próximo a rodoviária portando quatro tabletes e meio de maconha. A droga pesa cerca de 4,5 quilos. A ação foi realizada após uma denúncia anônima.

Em outro momento, na BR-364, também na região de Ji-Paraná, um motociclista foi abordado durante fiscalização da PRF. Com ele foram encontradas duas porções de maconha, pesando cerca de 80 gramas, e segundo o relato dos policiais, foi possível notar que ele estava sob o efeito de drogas.

Os quatro homens foram presos por tráfico de entorpecentes, e o último também por dirigir sob o efeito de drogas.

Fonte: G1/RO

Senado vai ao STF para anular busca e apreensão em apartamento de Serra

O Senado afirma que a apreensão do celular e as buscas no apartamento funcional abriram ‘margem para uma varredura completa,…

Nesta terça-feira, 11, o Senado Federal pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a invalidação das buscas realizadas no apartamento do senador José Serra (PSDB).

Além disso, o Senado ainda quer a anulação da ordem judicial que determina a entrega do celular do tucano.

Recentemente, o STF conseguiu barrar os mandados de busca e apreensão no gabinete parlamentar, após decisão presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli.

Neste novo pedido, o Senado afirma que a apreensão do celular e as buscas no apartamento funcional abriram ‘margem para uma varredura completa na atividade parlamentar do senador e usurparam a competência do Supremo, uma vez que Serra tem foro privilegiado na Corte’.

Serra é investigado pela operação “Lava Jato” por suposto esquema de caixa 2 em sua campanha eleitoral, em 2014.

O senador também teria recebido propina da Odebrecht no período de 2006 a 2007.

Alguém é capaz de imaginar qual será a decisão do STF?

Fonte: jornal da cidade