Fale conosco pelo WhatsApp(69) 99916-3250

Doses de vacina contra poliomielite em Ji-Paraná e Ariquemes acabam

Ação no município do Vale do Jamari é alterada.

As doses da vacina contra a poliomielite acabaram em Ji-Paraná e Ariquemes. O município do Vale do Jamari, por exemplo, precisou alterar a data do “Dia D” de vacinação para 24 de outubro. O Dia Nacional da Vacinação ocorre no sábado (17) em todo país.

Em Ji-Paraná, a reposição das doses deve acontecer na próxima semana, mas o setor de imunização não informou quantas serão enviadas.

As 600 doses que foram disponibilizadas pelo Governo de Rondônia acabaram no município nesta semana. As primeiras imunizaram 12% da meta de vacinação contra a poliomielite. O objetivo é vacinar sete mil crianças menores de 5 anos. A campanha de multivacinação para atualizar o cartão de vacina na cidade segue em curso.

No caso de Ariquemes, município do Vale do Jamari, a data do “Dia D” de vacinação precisou ser alterada para o dia 24 de outubro por causa da falta da dose.

Segundo a gerência de Vigilância em Saúde, para a campanha que começou no último dia 6 de outubro, a cidade recebeu apenas 500 doses que deram para dois dias de vacinação. O município tem cerca de 5 mil crianças na faixa etária que precisa ser vacinada.

A previsão é de que o Ministério da Saúde envie para Rondônia mais doses da vacina dia 22 de outubro.

Vacina contra a poliomielite

  • A vacina é oferecida o ano inteiro em todos os postos de saúde.
  • Uma criança deve tomar ao menos três doses da vacina para estar imunizada: 1ª dose aos 2 meses; 2ª dose aos 4 meses; 3ª dose aos 6 meses.
  • Há um reforço da vacina aos 15 meses. Nesse reforço, são administradas duas gotinhas.
  • O Ministério da Saúde realiza campanhas nacionais duas vezes ao ano. Mas a vacina pode ser aplicada a qualquer momento.

Fonte: Rede Amazônica

Carla Redano lidera disputa em Ariquemes, aponta pesquisa

A Patriota é a favorita com 29%, 5 candidatos disputam o pleito, segundo Levantamento realizado entre os dias 8 e 9 de outubro de 2020 com 601 eleitores. A Pesquisa possui 95% de nível de confiança

Na pesquisa estimulada divulgada nesta terça-feira, 13, pelo Instituto Brasil Dados, a vereadora e Presidente da Câmara Municipal, enfermeira Carla Redano (Patriotas) lidera as intenções de voto para a Prefeitura de Ariquemes (RO) com percentual de 28,79%. Na posição seguinte aparece  o vice – prefeito Lucas Follador (DEM) com 18,97%, e Tiziu Jidalias (Solidariedade), 14,31%. O ex-secretário estadual Gilvan Ramos (MDB) está com 2,83%, Clebes Dias (PT) está com 2,50%. Brancos e nulos somam 14,31% e o número de indecisos é de 18,30%. 

DADOS DA PESQUISA: Pesquisa possui 95% de nível de confiança, realizada entre os dias 8 e 9 de outubro de 2020 com 601 eleitores. Registrada no TRE-RO com o número RO-07536/2020, é assinada pelo estatístico Pablo Vieira Dias (Conre 10479). A margem de erro é de 4%. Metodologia de pesquisa: É aplicada a metodologia de pesquisa quantitativa do tipo Survey, que se constitui em entrevistas pessoais realizadas em Ariquemes – RO, executadas através de questionário estruturado e questões para respostas espontâneas e estimuladas.

Foi aplicada a amostragem aleatória representativa da população eleitora (cidadão) residente no Município de Ariquemes – RO com idade acima dos 16 anos, de ambos os sexos, com vários níveis de instrução e de rendimentos, que estão aptas a votar nas próximas eleições municipais. A amostra é proporcional às estatísticas demográficas municipais com base nas áreas geográficas intra – municipais.

Fonte: BRASIL DADOS

Polícia Civil investiga esquema de ‘laranjas’ em RO

Os alvos da Operação são os municípios de Porto Velho, Guajará-Mirim e Ariquemes. Segundo a Polícia os criminosos agem desde o período de 2013.

A Polícia Civil deflagrou na manhã desta quinta-feira (15), a Operação Persona para prender investigados por crimes de associação criminosa, falsidade ideológica, delitos tributários e lavagem de dinheiro nos municípios de Porto Velho, Guajará-Mirim e Ariquemes.

Conforme apurado nas investigações, “laranjas” eram usados para ocultar as participações de dois empresários em esquemas de práticas tributárias ilegais. A ação da quadrilha teria gerado prejuízos ao Estado de Rondônia, ultrapassando R$ 10 milhões.

Foram cumpridos nove mandados, sendo dois de prisão temporária e sete de busca e apreensão na quarta-feira (14).

Ainda é investigado que no período aproximado de quatro anos, R$ 110 milhões em débitos também foram gerados por causa de um pequeno estabelecimento de Guajará-Mirim.

Envolvidos no esquema, segundo a Polícia Civil, foram condenados em primeiro grau na operação Apocalipse, um deles com pena de 18 anos de reclusão.

“Importante frisar que a operação apura fatos novos, mas guardam grande correspondência com a conduta investigada e provada ao longo da operação Apocalipse”, informou a polícia.

Participaram da operação os agentes da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco) da capital, em conjunto com Decor, DRLD, 1ª Delegacia de Guajará-Mirim e Delegacia Regional de Ariquemes. Além de apoio de auditores da Secretaria de Estado de Finanças (Sefin).

A Polícia Civil de Rondônia deflagrou em 2013 a Operação Apocalipse, para investigar um esquema de estelionato, tráfico de drogas e falsificação de documentos que movimentou R$ 80 milhões em nove estados. Só em Rondônia, a quadrilha movimentou R$ 33 milhões. Entre os bens do grupo estavam 200 carros, 25 imóveis e 30 empresas.

Os chefes da quadrilha foram indiciados pelos crimes de financiamento do tráfico de drogas, associação ao tráfico, estelionato e falsificação de documentos, segundo a polícia.

As investigações revelaram o envolvimento de parlamentares estaduais e municipais, empresários, funcionários públicos e outras pessoas em um esquema de corrupção, estelionato e tráfico de drogas para financiamento de campanhas eleitorais.

Carla Redano lidera intenções de voto em Ariquemes

Pesquisa mostra Carla Redano 15,3 pontos percentuais à frente de Lucas Follador (DEM)

Pesquisa de opinião pública aponta que Carla Redano (Patriota) lidera a corrida pela prefeitura de Ariquemes (RO) nas eleições 2020. Ela tem 40,1% das intenções de votos, seguida por Lucas Follador (DEM), com 24,8%, o ex-deputado Tiziu Jidalias (Solidariedade), aparece com 16,4%, seguido por Gilvan Ramos (MDB), com 7,7% e Clebes Dias, do PT com apenas 4,7%.

A pesquisa registrada no TER/RO sob o nº 02492/2020, mostra ainda que o IVD se refere ao somatório dos votos sem levar em conta os indecisos que é de 29,20%. Cerca de 4,39% dos eleitores disseram que irão votar em outros candidatos a prefeito.

O levantamento foi realizado a partir de 387 entrevistas em 14 bairros e setores do município entre os dias 27 a 29 de setembro. A margem é de 2,83% pontos percentuais, nível de confiança 96%.

DADOS DA PESQUISA:

AMOSTRA (387) PERÍODO 27 a 29/09/2020

MARGEM DE ERRO: + OU – 2,83% NIVEL DE CONFIANÇA 96%

ABRANGÊNCIA DE (14) BAIRROS E SETORES

ESTATISTICO RESPONSÁVEL AUGUSTO SILVA ROCHA Nº 7.655-A

CONTRATANTE. JORNAL CORREIO CONTINENTAL – REGISTRO NO TER Nº RO-02492/2020

da Redação/CN | com informações do Correio Continental

Carla Redano explica lançamento de candidatura própria em Ariquemes

Situação foi inadiável após traição de outra coligação partidária

A agora candidata a prefeitura de Ariquemes, Carla Redano (Patriotas) realizou uma “live” pelas redes sociais onde explicou os motivos que a levaram a sair candidata em chapa “puro sangue” para concorrer a prefeitura de Ariquemes.

Carla explicou que seria candidata a vice-prefeita em uma chapa composta pelos partidos Solidariedade, encabeçada pelo Tiziu Jidalias juntamente com o Republicanos e Patriotas.

No entanto, prosseguiu a candidata, ao realizar a convenção partidária do Solidariedade houve uma traição aos 45 minutos do segundo tempo, acarretando no rompimento do acordo firmado e substituindo o nome de Carla por outro do mesmo partido do Tiziu Jidalias.

Com esta situação da traição da coligação confirmada, não houve outra alternativa senão entrar com recurso junto ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) utilizando de um recurso contido no Regimento Interno do Patriotas onde recomenda a não coligação com partidos tidos como de esquerda.

“Desta forma foi possível o registro de minha candidatura, sem coligações, onde agora contamos com o sargento Gabriel como nosso candidato a vice-prefeito” destacou Carla Redano.

Carla enfatizou que a candidatura independente, sem coligações partidárias, possibilitará a escolha técnica de sua equipe de secretários, caso esta seja a vontade popular e vença as eleições.

“Nós não temos nenhum compromisso partidário, nós somos do PATRIOTA, então nós não daremos para partido nenhum, nenhuma secretaria. Então, se tudo ser certo, se chegarmos até lá, nós teremos uma prefeitura totalmente livre para escolher dentro da qualificação técnica de cada um para compor nosso quadro de secretários” concluiu Carla Redano.

Renúncia

A chapa Carla Redano-Sargento Gabriel renunciaram de forma e irremediável ao Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), direito dos candidatos que podem optar por recursos destinados aos seus respectivos partidos para as Eleições 2020.

Segundo os candidatos esta medida faz parte de um compromisso com o recurso público, uma das características a serem implantadas num futuro mandato. Carla mostrou no vídeo o documento assinado e pronto para entrega no partido onde oficializa a renúncia ao fundo. “Estamos aqui para mostrar para vocês que acabamos de assinar um documento abrindo mão do fundo eleitoral partidário”.

Fonte: Assessoria

MP e DER discutem sobre os serviços de obra da rodovia que liga Machadinho a Ariquemes

A reunião aconteceu por videoconferência.

A Reunião realizada esta semana, entre o Ministério Público de Rondônia e o  Departamento de Estradas de Rodagem e Transportes de Rondônia (DER-RO), discutiu o andamento das obras que estão sendo realizadas na Rodovia – 257, que liga o Município de Machadinho do Oeste a Ariquemes, bem como a viabilidade em estabelecer um programa de manutenção periódica na via.

O encontro virtual ocorreu em continuidade à reunião anterior, realizada em julho deste ano. Conduzida pela Promotora de Justiça da Comarca de Machadinho do Oeste, Naiara Ames de Castro Lazzari, a discussão teve como pauta a execução de trabalhos em trechos específicos da pista, tais como a manutenção periódica nas cabeceiras e estruturas das pontes localizadas no Rio da Onça, Rio da Anta, Rio Azul e Rio Vermelho, situadas entre os Municípios de Ariquemes e Machadinho do Oeste; a pavimentação/manutenção no trecho da RO 257, entre as duas cidades, considerando, inclusive, vistoria realizada por Engenheiro Civil do Ministério Público, em parecer enviado aos participantes, e, ainda, a prioridade no procedimento licitatório no tocante às pontes localizadas no Rio da Onça, Rio da Anta, Rio Azul e Rio Vermelho.


No decorrer da reunião, integrantes do DER prestaram informações sobre os trabalhos realizados, bem como assumiram o compromisso em dar continuidade e priorizar as intervenções na RO 257 antes do período das chuvas, especialmente em razão das condições das pontes provisórias e buracos na pista.

O órgão se comprometeu em continuar os trabalhos iniciados e executar o tapa-buracos no prazo de 30 dias, inclusive, com execução direta nos trechos em que a empresa contratada se encontra em mora e, ainda, a vistoriar as pontes para verificar quais medidas preventivas e reparatórias de urgência que devem adotadas, visando à segurança do tráfego local. O MP seguirá acompanhando e fiscalizando as medidas adotadas na RO 257, de modo a garantir continuidade dos trabalhos e resolução administrativa da situação. 



 


Fonte: Departamento de Comunicação MP/RO

Ismael Crispin visita associações e ouve demandas dos policiais civis

Com empresários, Parlamentar tratou da crise na saúde e na economia do Estado

Ariquemes, RO – Nesta quarta-feira (22), o deputado Ismael Crispin (PSB), cumpriu sua agenda de trabalho no município de Ariquemes. O dia começou às 07 de manhã com entrevista na rádio Verde Amazônia FM, em seguida em reunião com o Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Estado de Rondônia (SINSEPOL), com empresários da região, lideranças, terminando com os agricultores rurais em duas associações. 

Na rádio, o parlamentar abordou a situação atual de Rondônia, diante a pandemia do novo Coronavírus. “A saúde dos rondonienses é a nossa maior preocupação. Estamos cobrando do governo ações de enfrentamento desde quando o decreto de estado de Calamidade foi publicado, em março. Queremos uma atuação efetiva, com respostas e resultados”, disse.

Na reunião com policiais civis, o deputado debateu a proposta de emenda constitucional (PEC) e outros dois projetos de leis complementares que tratam da nova Reforma da Previdência do Estado de Rondônia. “Essa proposta trata elevação da alíquota de contribuição e da reforma dos militares e policiais civis e precisa ser discutido com os sindicatos”, justifica. 

Com os empresários, Ismael abordou a situação econômica do país diante do cenário imposto pelo Coronavírus. “Estamos vivendo tempos de incertezas e sabemos que os nossos empresários precisam de todo apoio e suporte para manter suas portas abertas e o emprego dos seus colaboradores”, disse.

Por fim, o deputado esteve na Associação de Produtores Rurais Regiane Magalhaes-Aprama e na Associação de Produtores Rurais Renato Natan Dois – Asprornan, onde abordou a importância de investimentos na agricultura familiar. “No que estiver ao nosso alcance, continuaremos a viabilizar recursos para garantir o progresso e o desenvolvimento das atividades do campo, pois sabemos a importância desse setor para a economia”, finalizou. 

Texto: Laila Moraes-ALE/RO

PRF-RO flagra caminhão transportando carga de eletrônicos escondidos em fardos

O material apreendido em Ariquemes foi encaminhado à Receita Federal de Porto Velho.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante uma abordagem a um caminhão na BR-364, apreendeu mais de 190 eletrônicos ilegais em Ariquemes (RO). A carga, avaliada em R$ 40 mil, estava escondido em fardos de salgadinhos e biscoitos.

Conforme os agentes da PRF, o material foi embarcado no veículo em Campo Grande (MS) e tinha como destino final a capital Porto Velho.

“Para tentar iludir a fiscalização, o motorista escondeu os produtos eletrônicos no meio de fardos de salgadinhos e biscoitos”, afirma a polícia.

Entre os itens contrabandeados no caminhão estavam componentes internos para computadores (memórias, placas de vídeo, Hard Disk, processadores), teclados, pendrives, leitor de imagem, aparelho GPS e rádios transmissores.

O material apreendido em Ariquemes foi encaminhado à Receita Federal de Porto Velho.

Fonte: G1/RO

Estado pulica novo decreto que altera Ariquemes, Jaru e Vilhena para segunda fase

Municípios manifestaram interesse. A mudança é avaliada conforme os leitos disponíveis por cada município.

Ariquemes, Jaru e Vilhena passam para a segunda fase do distanciamento social controlado a partir desta quinta-feira (9). O governo de Rondônia publicou portaria conjunta na noite de quarta-feira (8). Os dados analisados pelo Sistema de Comando de Incidentes – Sala de Situação Integrada, demonstra que a taxa de novos casos nos últimos sete dias e a taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto do município de Ariquemes é de 75%, de Jaru de 60% e Vilhena consta com 50%. As informações foram identificados no relatório de edição 95.

Os três municípios manifestaram interesse na reclassificação, após publicação dos novos critérios para enquadramento nas fases do Plano de Ação “Todos por Rondônia”. O Decreto nº25.195 permite a reclassificação das fases, desde que seja avaliada a taxa de leitos disponíveis por municípios juntamente com a taxa de ocupação e velocidade do contágio.

Com a reclassificação fica prevista a abertura de restaurantes, lanchonetes, sorveterias e afins. Além de livrarias, papelarias, lojas de confecções, lojas de eletrodomésticos, móveis e utensílios, salões de beleza, barbearias e demais, desde que obedeça às regras sanitárias como, limpeza diária de todos os equipamentos, componentes, peças e utensílios em geral, disponibilizar insumos, como álcool 70%, luvas, máscaras e demais equipamentos recomendados para a manutenção de higiene pessoal dos funcionários e demais participantes das atividades autorizadas, bem como outras regras que estão no Decreto 25.049.

Com três etapas, o Plano de Ação prevê a flexibilização para novas atividades do comércio, desde que sejam verificadas as taxas que apontam melhor desempenho para conter avanços  da pandemia em Rondônia. 

Atualmente Rondônia consta com 56% de casos curados da Covid-19. Esses dados também fizeram com que o Comitê Interinstitucional de Prevenção, Verificação e Monitoramento dos Impactos da Covid-19, que é formado pelas secretárias de Saúde (Sesau), Casa Civil, Finanças (Sefin) e Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), e Agência Estadual de Vigilância em Saúde de Rondônia (Agevisa), reclassificasse os municípios.

Secom-RO

Operação vendetta deflagra caso que apura família em morte de casal por vingança em RO

Morte de casal foi planejada depois que três membros da mesma família serem assassinados. Mandados são cumpridos em Ariquemes, Porto Velho e Monte Negro.

Operação Vendetta é realizada em Rondônia para prender família — Foto: Polícia Civi/Divulgação
Operação Vendetta deflagrada pela PC

A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (23) a operação Vendetta, que busca prender integrantes de uma família suspeita de matar um casal por vingança há três meses, no Vale do Jamari, em Rondônia.

De acordo com a Polícia Civil, as investigações contra a família iniciaram depois do assassinato de Eberson Mendes, conhecido por Cowboy, e da esposa dele, Mirian Francisco.

Com essas suspeitas, a família atribuiu a Cowboy a participação no triplo homicídio e, como vingança, planejou matar Eberson e a esposa Mirian

Eberson, o Cowboy, foi assassinado com seis tiros na cabeça em 31 de março de 2020 e, no dia 14 de abril, Mirian foi executada enquanto descansava na casa dos pais.

“Durante as investigações foi apurado que as mortes de Cowboy e de sua esposa Mirian possuíam relação e a motivação foi que recaia sobre Cowboy o triplo homicídio ocorrido no dia 13 de março, em Monte Negro, vitimando Vanuza, seu irmão Rubens e o companheiro de Vanuza, Abel, sendo que Vanuza e Rubens são pertencentes da conhecida família de Monte Negro”, diz a Polícia Civil.

A operação é coordenada pela da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Monte Negro, com apoio operacional das delegacias de de Buritis, Ariquemes e Porto Velho.

Conforme a Polícia Civil, o nome da ação, Vendetta, faz alusão a palavra italiana vendetta, que em português significa vingança.

Fonte: G1/Ro