Escola Daniel Neri tem segundo dia de vacinação contra a covid-19 neste sábado (28)

Horário de atendimento será das 9h às 13h

Acontece neste sábado (28), o segundo dia de vacinação contra a covid-19 (1ª e 2ª dose) a partir de 12 anos, na Escola Daniel Neri, no bairro JK, zona Leste de Porto Velho. Quem não conseguiu o imunizante na sexta-feira (27), pode retornar ao local no horário das 9h às 13h. A Escola fica na rua Benedito Inocêncio, quase esquina da José Amador dos Reis, bairro JK, em frente à Praça CEU.

A procura foi tanta na sexta-feira, que os moradores começaram a chegar na escola desde às 9h. Além de moradores do JK, pessoas de bairros vizinhos também foram para o local em busca da vacina. “Essa procura é bastante positiva. Esse trabalho faz parte da estratégia montada pela Prefeitura, que visa facilitar o acesso à vacina nos bairros mais afastados, para que ninguém tenha a justificativa de não se vacinar”, comentou a enfermeira Oziane Alves, da Divisão de Imunização da Semusa.

Ao receber a 2ª dose no primeiro dia de vacinação na Escola Daniel Neri, Maria de Fátima da Silva destacou a importância de completar o processo de imunização. “É muito importante estar vacinada para evitar que a doença se agrave. Agora me sinto mais segura e mais protegida”, afirmou.

Já a dona de casa Rejane Pinto Moreira, 36 anos, tinha um motivo a mais e muito especial para se vacinar. Ela está grávida e quer garantir o máximo de proteção ao bebê contra a doença. “Acho muito importante que todos sejam vacinados, ainda mais eu que estou grávida. Quero me prevenir porque não sabemos quando isso vai acabar. Além do mais, quero que meu filho também seja imunizado”, acrescentou.

Fonte: Semusa

Governo e Sesc realizam parceria de atendimento do Ambulatório covid em RO

No ambulatório é oferecido testagem para a covid, consulta médica e exames laboratorial complementar

A parceria permitiu a continuidade da oferta de serviços aos servidores e familiares no Ambulatório Covid

O serviço do Ambulatório Covid, destinado a atender servidores e seus familiares, que funcionava na Policlínica Oswaldo Cruz (POC), em Porto Velho, passou a ser realizado no Sesc Esplanada a partir deste mês. O termo de cooperação entre o Serviço Social do Comércio (Sesc) e o Governo de Rondônia, por meio Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), tem o objetivo de fortalecer os serviços de saúde neste novo momento de combate a covid-19, onde há redução de casos, mas ainda é preciso vigilância.

A mudança ocorreu porque a POC está retomando atendimentos médicos especializados para todo estado de Rondônia, que haviam sido restringidos no ápice da pandemia para atender os protocolos sanitários. Na época, um bloco dessa unidade foi separada para atender o Ambulatório da covid da Saúde do Servidor, mas agora que o espaço voltou a ser utilizado para as finalidades de origem, foi decidido por um novo espaço para a manutenção dos atendimentos do Ambulatório.

“Em observação a diminuição dos casos de covid e considerando o número reduzido de pacientes aguardando serviço ambulatório especializado, em decisão conjunta da direção da POC e Sesau, decidimos realocar esse serviço em outro local e assim ampliarmos um pouco mais os serviços oferecidos na POC”, explicou a diretora da unidade, Mariana Aguiar.

A equipe médica da POC realiza os atendimentos no Sesc Esplanada, de segunda a sábado; sendo: às segundas, quartas e sextas-feiras, exclusivamente no período da tarde, terças e quintas, no período da manhã e tarde, e no sábado, pela manhã. ‘‘Nesse ambulatório é oferecido testagem para a covid, consulta médica e posto de coleta para exames laboratorial complementar”, disse a diretora.

São atendidos servidores estaduais e familiares, especialmente dos profissionais a serviço da Sesau, Polícia Militar (PM), Corpo de Bombeiros Militar (CBM) e agentes penitenciários. É necessário agendamento prévio: ambulatoriopocservidor@gmail.com. O  Sesc Esplanada está localizado na avenida Presidente Dutra, 4175, no bairro Olaria, mas a entrada para atendimento no local é pela rua Tabajara, em frente ao Teatro Guaporé.

O Sesc através de termo de cooperação, fornece o espaço contendo três consultórios para triagem, consulta e testagem, área externa ampla para acomodação adequada dos pacientes; energia elétrica, internet, mobiliário, e sistema de refrigeração. “A parceria com Sesc está sendo de grande valia por garantir a continuidade da oferta de serviços aos servidores bem como otimizar espaço da POC”, considera a diretora.

A coordenadora de saúde do Sesc, Lorena Santos, explicou que a parceria foi viabilizada pelo presidente do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac, Raniery Araujo Coelho, no intuito que a união de esforços ajude na superação da pandemia. O Sesc recebeu a proposta de parceria com o Governo, pois o mesmo já realizava desde o ápice da pandemia, na clínica existente no local, atendimento aos próprios colaboradores, o que gradativamente foi ampliado para o público geral.

Atualmente a média é de 20 atendimentos por dia no Ambulatório Covid.

Fonte: Secom

Covid-19: Vacinação da primeira dose é realizada no Porto Velho Shopping

Em razão da manutenção da energia elétrica nas imediações da faculdade Fimca está suspenso nesta quarta.

A Prefeitura de Porto Velho comunica que, excepcionalmente nesta quarta-feira (25), o atendimento para vacinação na Faculdade Fimca estará suspenso, em razão da manutenção da energia elétrica nas imediações. Por isso, o atendimento será realizado no Porto Velho Shopping, das 10 às 19 horas, para aplicação da primeira e segunda dose, no primeiro piso, pelo Acesso E.

Já a partir das 18 horas, acontece o drive-thru “Balada da Vacina”, , na sede da Prefeitura de Porto Velho, na Avenida 7 de Setembro com Farquhar, vacinação para o público 12+ com cadastro no SASI / ou os aptos para a 2ª dose

As equipes de vacinadores estarão disponíveis para atender a população em geral, a partir dos 12 anos, mediante cadastro no aplicativo SASI. A Divisão de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) informa que, com objetivo de melhorar a organização das filas, serão distribuídas três mil senhas para esta quarta-feira (25) no Porto Velho Shopping.

Na quinta-feira (26), o atendimento na Fimca, para aplicação da primeira dose, seguirá normalmente, das 9 às 13 horas, até sexta-feira (27).

A aplicação da segunda dose, na Faculdade São Lucas, Campos II (antiga Ulbra), será mantida das 9h às 16h, até sexta-feira (27), com a antecipação do intervalo para 60 dias dos imunizantes Pfizer e AstraZeneca, conforme registro no cartão de vacina.

Fonte: Semusa

INSS atende ribeirinhos do Pará a partir de segunda-feira

PREVBarco vai levar serviços a regiões onde não há agências fixas

Na próxima segunda-feira (16), o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia atendimento a comunidades ribeirinhas do Pará em duas embarcações do PREVBarco, em regiões onde não há agências fixas.

O ciclo de atendimentos começa no oeste do estado, em Flexal. Nesta comunidade, a agência flutuante atende por dois dias e, na quinta-feira (19), estará no município de Curuá, onde permanece por dois dias também. No próximo destino, em Óbidos, a embarcação cumpre uma agenda mais longa de atendimento, de 23 a 31 de agosto.

Na região do Marajó, a prestação de serviços previdenciários começa na quarta-feira (18), pelo município de Bujaru, onde ocorre atendimento até o dia 20 de agosto. Logo depois, o PREVBarco chega a Limoeiro do Ajuru, onde cumpre agenda de 23 a 27 de agosto, durante a semana inteira. E, por fim, já virando o mês, a embarcação atende em Muaná, entre os dias 30 de agosto a 3 de setembro.

Agências flutuantes

O INSS acrescenta que, no Pará, devido ao tamanho do estado e às diferenças geográficas dos rios, duas embarcações farão os ciclos de viagem em atendimento às comunidades ribeirinhas. O projeto começou em 1997 e se estendeu para os estados do Amazonas (com duas embarcações) e de Rondônia (com mais um barco), totalizando cinco agências móveis flutuantes no Brasil.

As embarcações têm estrutura completa de atendimento, o que possibilita que os segurados recebam os mesmos serviços de uma agência fixa do INSS. Além dos de atendimento, há sala para perícias médicas.

Segundo o instituto, as embarcações cumprem os requisitos de acessibilidade para segurados e beneficiários com deficiência ou mobilidade reduzida.

Fonte: Agência Brasil

Semusa informa novo horário para aplicação da primeira dose contra covid nesta quarta e quinta

Para o público da primeira dose, o atendimento do horário da manhã está suspenso durante esses dois dias.

Com o propósito de ampliar a vacinação da população, a Prefeitura de Porto Velho mais uma vez irá atuar de forma estratégica no combate à Covid-19. Por essa razão, excepcionalmente nesta quarta e quinta-feira (11 e 12), o horário para aplicação da primeira dose será das 14h às 21h, na Faculdade Fimca, em Porto Velho. O atendimento, pela manhã, estará suspenso durante os dias respectivos. O público-alvo é voltado às pessoas a partir de 20 anos, mediante cadastro no aplicativo SASI.

De acordo com a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Elizeth Gomes, essa é mais uma ação organizada com intuito de contemplar o máximo de pessoas possível. “Nós faremos uma avaliação desses dois dias e, se for proveitoso, daremos continuidade a essa estratégia por mais vezes. Tudo vai depender da mobilização por parte da população em procurar o ponto de vacinação para receber o imunizante. As pessoas que não estão conseguindo ir durante o dia, terão a oportunidade de ir entre o período do fim de tarde e noite”, enfatizou.

O atendimento para a aplicação da segunda dose segue normal, sem alteração de horário, na Faculdade São Lucas, Campus II, na capital.

1ª DOSE
Local: Faculdade Fimca
Endereço: Rua das Araras, 241, bairro Eldorado
Horário: 14h às 21h (quarta e quinta-feira)
Público: 20+ com cadastro no SASI

2ª DOSE
Local: Faculdade São Lucas, Campus II
Endereço: Rua João Goulart, 666, bairro Mato Grosso
Horário: 9h às 16h (segunda a sexta)

VACINA CONTRA A FOME

A campanha de combate à fome da Prefeitura de Porto Velho continua. A população pode ajudar levando um quilo de alimento não perecível em qualquer ponto de vacinação. A ação é solidária e os alimentos são destinados às famílias vulneráveis cadastradas junto à Secretaria Municipal de Assistência Social e da Família.

Fonte: Semusa

Unidade móvel do “Tudo Aqui” vai atender mais quatro municípios de Rondônia a partir desta quarta

O objetivo do projeto é atender pessoas com maior vulnerabilidade, que possuem dificuldades na locomoção para a unidade em Porto Velho.

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência de Gestão dos Gastos Públicos Administrativos (Sugesp), inicia na quarta-feira (11), as atividades da unidade móvel do “Tudo Aqui” nos municípios de Pimenteiras do Oeste, Cerejeiras, Colorado do Oeste e Cabixi, oferecendo prestação de serviços gratuitos à população.

A coordenadora estadual do “Tudo Aqui”, Simone Brusman, esclarece que “o objetivo do projeto é atender pessoas com maior vulnerabilidade, que possuem dificuldades na locomoção para a unidade em Porto Velho. A unidade móvel faz esse meio social que o Poder Executivo oferta à população. É esperado que mais de 600 pessoas sejam atendidas nesta ação itinerante”.

CRONOGRAMA

Os atendimentos começam em Pimenteiras do Oeste, dos dias 11 a 13 de agosto, no Centro de Referência da Assistência Social (Cras) do município. Em seguida, a população de Cerejeiras será atendida na Escola Mundo da Criança, nos dias 14 e 15 de agosto.

Colorado do Oeste é o terceiro município no cronograma, com atendimentos na Escola Municipal Ângelo Angelin, entre os dias 16 a 18 de agosto. A última parada é no município de Cabixi, que atenderá nos dias 19 e 20 de agosto, na Câmara Municipal da localidade.

SERVIÇOS DISPONÍVEIS

A unidade móvel vai oferecer os seguintes serviços: emissão de Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF), 2ª via da Certidão de nascimento e/ou casamento, Passe Livre do idoso, portadores de necessidades especiais e Carteira de Trabalho (CTPS).

Para a emissão de RG, algumas documentações são necessárias: duas fotos 3×4, certidão de nascimento ou casamento e comprovante de endereço.

Em Porto Velho, os atendimentos acontecem normalmente nas duas unidades fixas: na Av. Sete de Setembro e no Porto Velho Shopping.

Fonte: Secom-RO

Hospital de Base segue realizando mutirão de exames de imagem em Porto Velho

A previsão é que sejam realizados 760 ultrassons neste mês de julho.

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), está realizando um mutirão de exames de imagem no Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro, em Porto Velho. A ação teve início na última sexta-feira (2) e segue durante todo o mês de julho. A previsão é que sejam realizados 760 ultrassons.

De acordo com a diretora geral do Hospital de Base,Raquel Gil, os 760 exames são destinados a pacientes já cadastrados na regulação estadual e estão na fila de espera. “O Hospital de Base, como parte integrante da rede de alta complexidade da Sesau, vem contribuindo com as solicitações do Governo de Rondônia. A realização desse mutirão tem o intuito de reduzir a espera dos usuários que aumentou com a pandemia da covid-19”, esclarece Raquel.

O mutirão contempla exames de ultrassonografia para a região das articulações, abdominal e ultrassom com doppler. Todos os exames estão sendo realizados no centro de diagnóstico do hospital.

Para o atendimento, é necessário que o paciente aguarde ser chamado pelo setor de regulação estadual, que indicará o dia o horário do atendimento. Por causa das medidas de segurança da covid-19, os exames estão sendo realizado em horários alternados, de segunda à sexta-feira e também aos finais de semana, para evitar qualquer aglomeração de pessoas na unidade hospitalar.

Fonte: Sesau

Projeto de atendimento às vítimas do covid faz sucesso em Ariquemes-RO

Na busca de amenizar o sofrimento causado pelo período pandêmico, psicóloga da cidade de Ariquemes resolve criar um projeto social de atendimento às vítimas do covid.

Visando uma forma de amenizar as sequelas físicas e psicológicas deixadas pelo covid-19, a psicóloga Janaina Helena de Andrade passarinho, da cidade de Ariquemes/RO, desenvolveu um projeto direcionado as vítimas do covid. O projeto consiste na criação de uma rede de profissionais que ofertam voluntariamente atendimentos gratuitos, com valores sociais ou com descontos especiais.

Segundo Janaina, atualmente, a rede conta com 25 profissionais envolvidos diretamente no atendimento e cada um deles disponibilizam em média uma ou 2 vagas gratuitas. O objetivo é atender os pacientes carentes que precisam de tratamento e não podem pagar.
Seu projeto tem sido apresentado e divulgado em um canal do youtube, “CANAL DA JANA” e em apenas uma semana de trabalho, no lançamento do projeto, a equipe ofereceu 100 vagas gratuitas e com valores sociais. As vagas ofertadas são realizadas por meio de atendimentos presencial e online. A maior parte dos atendimentos são psicoterápicos, mas o projeto ainda conta com terapias energéticas, terapias para casais, constelação familiar, procedimentos odontológicos e estéticos.

A psicóloga explica que tem utilizado a campanha “adote uma vítima” para conseguir as parcerias com os profissionais e comenta que o projeto ainda está captando novos profissionais e pretende ainda conseguir a parceria com o comércio local.

Ela, explica ainda que as vagas serão distribuídas conforme triagem, considerando principalmente a questão financeira, para que sejam liberadas para população mais carente. A central de atendimento está funcionando na avenida Canaã (Prédio Dermacorphus-frente ao banco do brasil)

Acesse o canal da Jana e confira:

Email: janainaandradeariquemes@gmail.com

CENTRAL DE ATENDIMENTO (69) 9 9974-3564

Fonte: Assessoria

Sesau inaugura mais 49 leitos no Hospital de Base em RO

Novos leitos vão garantir celeridade ao atendimento à população na unidade hospitalar

A entrega foi realizada no último dia 18

O Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro (HBAP), em Porto Velho, conta agora com mais 49 leitos clínicos, sendo quatro leitos semi-intensivos que foram entregues pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). No total são 12 enfermarias novas. A ampliação de leitos é uma das medidas do Poder Executivo para reforçar a estrutura da rede pública estadual.

O secretário da Saúde, Fernando Máximo, explicou que a Sesau vem acompanhando a situação da pandemia no Estado, porém trabalhando paralelamente em outras demandas. “Entregamos mais 49 leitos clínicos, que vão somar, com os leitos já existentes em nossa rede e dar mais celeridade ao atendimento dispensado ao paciente, principalmente para os que vêm do Pronto Socorro João Paulo II, disse o secretário.

O diretor clínico da unidade, Cristiano Almeida Pereira, avalia que esses 49 leitos clínicos de enfermaria, vão reforçar a estrutura da unidade. “Com mais esses novos leitos o Hospital de Base garante mais vagas aos pacientes vindo do João Paulo II, dando mais tranquilidades para podermos atender esses pacientes clínicos. Ficamos muito felizes com essa expansão”.

A entrega foi realizada no último dia 18, com a presença do secretário de saúde, Fernando Máximo, da diretora-geral, Raquel Gil e do diretor clínico, Cristiano Almeida. Durante a entrega o secretário da Sesau visitou todo  o hospital, onde ouviu relatos de pacientes, agradecendo pelos atendimentos recebido na unidade hospitalar.

Fonte: Sesau

Hospital de Base inicia captação de pacientes para atendimento de revisão e transplante ósseo em RO

 Cerca de 235 pacientes aguardam na fila de espera para o atendimento no estado.

Com a implantação de equipe técnica especializada em revisão e transplantes ósseos, o Hospital de Base Dr. Ary Pinheiro (HB), retornou neste sábado (5), com a captação de cerca de 235 pacientes que aguardam na fila de espera, e demais interessados nos procedimentos. A iniciativa é do Governo Estadual, em parceria com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). O novo grupo de trabalho é formado por 1 enfermeira, 1 técnico de enfermagem, e 3 médicos credenciados ao transplante ósseo.

De acordo com o ortopedista em traumas e subespecialidades ortopédicas, quadril e fixador externo, Dr. Juan Carlos Muniz, este momento é propício para captar pacientes, já que duas importantes estruturas ainda estão sendo previstas para dar início às cirurgias. “Ainda não temos a previsão do início das cirurgias, visto que necessita de materiais de implantes e de um tipo de frigorífico para armazenar e fazer nosso estoque ósseo no Hospital de Base, mas estes materiais já foram requisitados”.

Outro impasse, segundo a enfermeira responsável pela captação de pacientes, Daiane Frota, é encontrar todas as pessoas da fila de espera, através dos dados disponíveis no sistema. “Estamos rastreando pelo sistema on-line criado para o gerenciamento de todo complexo regulatório da rede básica a internação hospitalar, e também por meio do sistema que utilizamos no estado de Rondônia para internação dos pacientes, onde são armazenados todos os dados, prescrição, evolução e exames do paciente”, explica a enfermeira.

Nestes casos, o ideal é que os pacientes interessados entrem em contato com a Central de Transplantes que atende por meio do telefone: (69) 3216-5747. “Os pacientes serão encaminhados via Tratamento Fora de Domicílio ( TFD) para realização dos procedimentos, até que os materiais estejam disponíveis. No momento estamos atendendo ambulatorialmente os pacientes em fila no pré transplante e pós transplante”, finaliza Daiane.

Fonte; Secom-RO

1 2 3 7