Governo reconhece calamidade pública na Bahia e no Ceará

Balanço divulgado neste domingo (25) pela Secretaria de Saúde dos estados mostraram que novos casos da covid-19, aumentaram nas últimas 24 horas.

O governo federal reconheceu o estado de calamidade pública na Bahia e no Ceará em razão da pandemia da covid-19. A portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil foi publicada hoje (26) no Diário Oficial da União.

O reconhecimento de situação de emergência ou estado de calamidade pública pelo governo federal reduz a burocracia e facilita, a estados e municípios, o acesso aos recursos da União para ações de socorro. 

Balanço divulgado neste domingo (25) pela Secretaria de Saúde da Bahia mostra que o estado registrou 691 novos casos da covid-19, nas últimas 24 horas. No total, o estado acumula 344.705 casos, desde o início da pandemia. O boletim traz ainda o registro de 22 novas mortes, totalizando 7.475 óbitos no estado.

No Ceará, o boletim do Ministério da Saúde, divulgado ontem (25), aponta 872 novos casos e dois óbitos registrados nas últimas 24 horas no estado. O estado acumula 270.264 casos, e as mortes já chegam a 9.248.

Fonte Fernando Fraga A/B

Israel endurece segundo lockdown após aumento de casos de Covid-19 no país

Governo anunciou que sinagogas abrirão apenas no Yom Kippur e que só setores de trabalho considerados “essenciais” vão seguir funcionando.

Judeus celebram o ritual de purificação do Tashlich um dia antes do Yom Kippur em Ashdod, Israel, nesta quinta-feira (24), em meio à decisão do governo de endurecer o novo lockdown — Foto: Amir Cohen/Reuters
Judeus celebram o ritual de purificação do Tashlich em Ashdod, Israel, em meio à decisão do governo de endurecer o novo lockdown

O governo de Israel anunciou nesta quinta-feira (24) novas medidas para endurecer o reconfinamento — em vigor há quase uma semana —, com o fechamento de sinagogas, restrições às concentrações e redução dos comércios abertos, para tentar conter o aumento contínuo do número de infectados pela Covid-19 no país.

A partir das 14h de sexta-feira (8h de Brasília), as sinagogas permanecerão fechadas, exceto para o Yom Kippur (Dia do Perdão, celebrado no domingo à noite e na segunda-feira), e apenas os setores de trabalho considerados “essenciais” poderão seguir funcionado. Além disso, as manifestações e orações a céu aberto serão limitadas a 20 pessoas e a menos de um quilômetro de suas residências.

As autoridades também devem se pronunciar nas próximas horas sobre o fechamento do aeroporto internacional Ben Gurion de Tel Aviv. As medidas ainda precisam ser validades pelo Parlamento nesta quinta-feira.

Ontem à noite, o premiê Benjamin Netanyahu afirmou que é necessário tomar “decisões difíceis para salvar vidas”.

“Nos últimos dois dias, escutamos os especialistas, e eles afirmaram que, se não tomarmos medidas imediatas e estritas, vamos cair em um abismo”, declarou ele, antes da reunião do governo.

Segundo dados da AFP, Israel é o país com maior índice de contágio por Covid-19 no mundo nas últimas duas semanas, com um aumento dos casos graves e de hospitais saturados, a ponto de não aceitarem novos pacientes.

Saturado pela Covid-19, Rambam Health Care Campus, em Haifa, transformou estacionamento subterrâneo em unidade de terapia intensiva, nesta quarta-feira (23). — Foto: Jack Guez/AFP
Saturado pela Covid-19, Rambam Health Care Campus, em Haifa, transformou estacionamento subterrâneo em unidade de terapia intensiva

Fonte: G1

OMS afirma que Covid-19 acelera na Europa e transmissão em setembro está mais rápida que no início da pandemia

Continente teve recorde de casos diários em 11 de setembro. Pessoas com até 49 anos são os principais responsáveis pela aceleração da pandemia na região.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) expressou preocupação nesta quinta-feira (17) com a aceleração da pandemia na Europa em setembro. No dia 11, segundo a entidade, o continente alcançou um recorde diário de casos, com 54 mil registros em 24 horas.

Segundo o diretor da OMS Europa, Hans Kluge, a transmissão do coronavírus em setembro está mais rápida que no início da pandemia.

“Os números de setembro deveriam servir de alerta para todos nós na Europa, onde o número de casos é superior aos registrados em março e abril”, informou Kluge.

O diretor regional afirmou que os principais responsáveis pela aceleração da pandemia no continente seguem sendo as pessoas mais jovens, com até 49 anos.

“Embora tenhamos observado um aumento de casos nas faixas etárias mais velhas, 50 a 64 e 65 a 79 anos, na primeira semana de setembro, a maior proporção ainda está entre os de 25 a 49 anos”, disse.

A entidade destacou o caso da França, que registrou 10 mil novos casos nas últimas 24 horas.

Casos diários de Covid-19 batem novo recorde na França
Casos diários de Covid-19 batem novo recorde na França

Quarentena não deve ser reduzida

A OMS também manifestou preocupação com a redução do tempo da quarentena das pessoas infectadas em alguns países europeus, como a França. A entidade ressaltou que permanece a recomendação de um isolamento de 14 dias para todas as pessoas que tiveram contato com vírus.

“Nossa recomendação de quarentena de 14 dias está baseada em nossa compreensão do período de incubação e transmissão da doença. Apenas a revisaríamos com base em nosso conhecimento científico, o que não é o caso no momento”, destacou Catherine Smallwood, diretora de Emergências da OMS Europa.

Na França, a duração do isolamento foi reduzida para sete dias em caso de contato. No Reino Unido e Irlanda, o prazo agora passa a ser de 10 dias. Outros países europeus, como Portugal e Croácia, também planejam encurtar as quarentenas.

Fonte: G1

Casos de covid-19 no sistema prisional saltam 100% em 30 dias

Dados compilados pelo CNJ somam casos de servidores e de presos

O número de casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus no sistema prisional brasileiro chegou a 13.778 até ontem (22), com um aumento de 99,3% em 30 dias, de acordo com dados divulgados pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O número de mortos chegou a 136.

Os dados somam os 5.113 casos e 65 mortes confirmadas entre servidores do sistema prisional, com 8.665 casos e 71 mortes de presos confirmadas. O levantamento feito pelo CNJ leva em conta informações dos Grupos de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário, de boletins das secretarias estaduais de Saúde e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen).

Entre os presos, o maior número de casos foi registrado no Distrito Federal (DF), onde 1.620 pessoas já contraíram o vírus, com três mortes. Em seguida vem Pernambuco, com 1.033 casos e seis mortes. Entre os servidores, o Pará lidera o número de casos, com 588, dos quais cinco morreram.

De acordo com o CNJ, os dados devem ser lidos levando em consideração as diferentes políticas de testagem adotadas em cada unidade da federação. O levantamento mostra que, em todo país, foram realizados até o momento 18.607 testes em pessoas presas e 19.132 em servidores. Há hoje mais de 700 mil presos no sistema penitenciário.

No sistema socioeducativo, com internos menores de idade, foram registros 2.356 casos de covid-19 (alta de 80,2% em 30 dias) e 16 mortes.

Fonte: Lílian Beraldo A/B

Califórnia recua em plano de reabertura com expansão do coronavírus

Decisão foi tomada após disparada no número de casos de covid-19

O governador da Califórnia, Gavin Newson, decretou um recuo no plano de reabertura da economia do estado norte-americano, após uma disparada no número de casos do novo coronavírus. 

Newson determinou o fechamento de bares e proibiu o atendimento de restaurantes em ambientes internos em toda a Califórnia. Igrejas, academias e salões de beleza também foram fechados nos condados mais atingidos pela epidemia. 

Los Angeles é o segundo maior distrito escolar nos Estados Unidos (EUA) e, juntamente com San Diego, reúne 706 mil estudantes e 88 mil funcionários. 

O presidente Donald Trump, que busca a reeleição em novembro, exigiu que as escolas reabrissem em todo o país para o ensino presencial a partir de setembro. A campanha vê a reabertura das escolas como necessária para a retomada econômica, especialmente para trabalhadores que sejam pais de crianças menores. 

Trump está atrás de seu adversário democrata, Joe Biden, tanto nas pesquisas de opinião nacionais quanto nas específicas para estados decisivos nas eleições dos EUA. 

A Flórida, o Arizona, a Califórnia e o Texas aparecem como os novos núcleos norte-americanos da pandemia. As infecções cresceram de maneira rápida em cerca de 40 dos 50 estados do país nas últimas duas semanas, de acordo com análise da Reuters.

Fonte: Agência Brasil

Coronavírus: Boletim diário em Rondônia

Segundo os dados, foram confirmados 14 óbitos sendo 7 em Porto Velho.

A agência estadual de vigilância em Saúde (Agevisa) e a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), divulga os dados referentes ao coronavírus (Covid-19) no Estado.

Na terça-feira (16) foram consolidados os seguintes resultados para Covid-19 em Rondônia:

Casos confirmados – 13.010
Pacientes recuperados – 4.649
Óbitos – 346
Pacientes internados na Rede Estadual de Saúde – 258
Pacientes internados na Rede Privada – 112
Pacientes internados na Rede Municipal de Saúde – 35
Total de pacientes internados – 405
Testes Realizados – 43.687
Aguardando resultados do Lacen – 295

Os 13.010 casos confirmados para Covid-19 são nas seguintes localidades:

CASOS CONFIRMADOS DE CORONAVÍRUS EM RO
MUNICÍPIORECUPERADOSNOVOS CASOSTOTAL DE CASOS
16 de Junho
Porto Velho24564938.136
Ariquemes52464813
Guajará-Mirim34072766
São Miguel do Guaporé29422580
Candeias do Jamari20110331
Ji-Paraná819306
Vilhena6954297
Jaru11112249
Rolim de Moura3831187
Cacoal1100177
Ouro Preto do Oeste314124
Nova Mamoré332117
Pimenta Bueno4914107
Buritis30072
Itapuã do Oeste25159
Alta Floresta D’Oeste15652
Cujubim35046
Machadinho D’Oeste4144
Mirante da Serra181043
Monte Negro14142
Espigão D’Oeste34038
São Francisco do Guaporé21032
Alto Alegre dos Parecis4031
Alto Paraíso8229
Vale do Anari3229
Nova União0226
Campo Novo de Rondônia4024
Governador Jorge Teixeira0723
Urupá22023
Novo Horizonte do Oeste12018
Cerejeiras2116
Colorado do Oeste0016
Pimenteiras do Oeste5016
Cacaulândia2013
Castanheiras0012
Vale do Paraíso5012
Alvorada D’Oeste2211
Santa Luzia D’Oeste2211
Chupinguaia8110
Costa Marques6110
Seringueiras1510
Theobroma4-210
Presidente Médici409
Nova Brasilândia D’Oeste708
Rio Crespo507
Primavera de Rondônia505
Corumbiara314
Cabixi003
Teixeirópolis003
Ministro Andreazza102
São Felipe D’Oeste101
 Rondônia4.64983013.010

Após investigação epidemiológica foi constatado dois registros a mais para o município de Theobroma,  que possui 10 casos confirmados no total. Os casos a mais pertencem a outro município e já foram ajustados no sistema. Estatisticamente, deve-se considerar que há dois casos a mais na edição anterior, referente a este município.

ÓBITOS POR MUNICÍPIOS

MUNICÍPIOÚLTIMAS 24 HORASTOTAL DE ÓBITOS
16 de Junho
Porto Velho7245
Ariquemes112
Guajará-Mirim234
São Miguel do Guaporé16
Candeias do Jamari6
Ji-Paraná7
Vilhena3
Jaru2
Cacoal2
Rolim de Moura2
Ouro Preto do Oeste23
Nova Mamoré3
Pimenta Bueno3
Buritis2
Cujubim1
Espigão D’Oeste2
Alto Alegre dos Parecis1
Mirante da Serra1
Alto Paraíso2
São Francisco do Guaporé1
Campo Novo de Rondônia2
Machadinho D’Oeste1
Cerejeiras2
Novo Horizonte do Oeste1
Alvorada D’Oeste1
Monte Negro11
Rondônia14346

Hoje (16) foram confirmados 14 óbitos por covid-19 em Rondônia, sete em Porto Velho, sendo duas mulheres (76 e 77 anos) e cinco homens (57, 61, 63, 73 e 74 anos);  dois homens (51 e 58 anos), de Guajará-Mirim; dois homens de Ouro Preto do Oeste (65 e 87 anos); um homem de 55 anos de Monte Negro; um homem de 74 anos de São Miguel do Guaporé e um homem de 71 anos do município de Ariquemes.

OBSERVAÇÕES

  1. Os dados diários podem sofrer alterações;
  2. Os casos e óbitos notificados/ocorridos após meio dia serão divulgados no boletim do dia seguinte.
  3. Os óbitos precisam ser investigados, ficando portanto, as informações, passíveis de alteração para mais ou para menos, bem como o provável local de infecção.

A Agevisa ressalta que os dados não são lidos e atualizados imediatamente pelo Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), por isso há atraso (delay) no registro de casos que estão sendo acompanhados diariamente por equipes de saúde nos municípios.

Para informações sobre internados por unidades de saúde e municípios, assim como os demais detalhes, acesse o Painel Interativo da Covid-19 em Rondônia, através do endereço: covid19.sesau.ro.gov.br.

Fonte: Agevisa