Dupla é presa tentando vender cigarros contrabandeados em aplicativo de delivery

Segundo a polícia, os investigados confessaram o crime e informaram que tinha adquirido os cigarros paraguaios na Bolívia.

Um brasileiro de 33 anos e uma boliviana de 32 foram presos nesta terça-feira (10) em Guajará-Mirim (RO) pela venda de cigarros contrabandeados do Paraguai. A ação da Polícia Federal (PF) aconteceu após uma denúncia anônima.

Segundo a PF, um denúncia informou que no estabelecimento comercial dos envolvidos estavam sendo anunciados cigarros de marcas contrabandeadas por meio de um aplicativo de entrega de refeições.

Após constatar que o anúncio dos produtos estava mesmo sendo feito, os policiais foram até o local e encontraram 196 maços. Os investigados confessaram o crime e informaram que tinha adquirido os cigarros paraguaios na Bolívia.

Uma jovem de 18 anos foi flagrada trabalhando no local há cerca de dois anos sem carteira assinada e recebendo menos de um salário mínimo.

Os dois investigados foram presos, autuados e encaminhados ao presídio da cidade.

Fonte; Assessoria

Ação conjunta apreende carga de cigarros contrabandeados e mercadorias sem nota fiscal em Guajará-Mirim, RO

A carga de cigarros vinha da Bolívia e foi avaliada em R$ 550 mil.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga com mais de 100 mil maços de cigarros contrabandeados em Guajará-Mirim (RO), nesta segunda-feira (19). A ação foi realizada em conjunto com o Batalhão de Fronteira da Polícia Militar.

De acordo com os agentes, durante fiscalização, um caminhão baú foi abordado e o motorista demonstrou nervosismo incomum, o que levou os agentes a verificarem o interior do baú. No local foi encontrada uma carga de 110 mil maços vindo da Bolívia, avaliada em R$ 550 mil.

Também foram encontradas sacolas e caixas contendo desodorantes, roupas, brinquedos e bebidas sem nota fiscal.

O caminhoneiro foi preso em flagrante pelos crimes de contrabando e descaminho. Toda a mercadoria foi apreendida e entregue à delegacia da Polícia Federal no município.

Fonte; G1/RO

PRF apreende quase 9 mil maços de cigarro contrabandeado em RO

As apreensões aconteceram nos municípios de Porto velho e Ji-Paraná.

Na manhã desta segunda-feira (28) a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou duas apreensões de cigarros contrabandeados ao longo da BR-364. A primeira aconteceu em Porto Velho e a segunda em Ji-Paraná.

Na capital, um condutor ao visualizar a presença da PRF na rodovia, tentou fugir por uma região de mata e chegou a abandonar seu veículo, com 8 mil maços de cigarros, mas ele foi capturado poucos metros depois. Segundo a PRF, ele admitiu que a carga era contrabandeada.

Ainda de acordo com a corporação, em Ji-Paraná, no final da manhã, próximo ao KM 341, a equipe ao realizar abordagem a um motociclista encontrou no baú de carga 580 maços de cigarros contrabandeados. O condutor informou aos agentes que a carga tinha origem paraguaia e que seria revendida em Jipa.

Ambos os envolvidos foram conduzidos à Polícia Civil pelo crime de contrabando.

Fonte: Rede Amazônica

PRF apreende mais uma carga de cigarros contrabandeados em Jaru, RO

Os produtos haviam sido trazidos de fora do Brasil.

Mais de 8 mil maços de cigarro foram apreendidos na última terça-feira (4) em Jaru (RO) pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os produtos haviam sido trazidos de fora do Brasil e têm a comercialização proibida.

Segundo informações da PRF, durante fiscalização na BR-364 um carro de passeio foi parado para abordagem. Dentro do veículo foram encontradas 17 caixas com cigarros importados, que não podem ser vendidos no país, totalizando 8,4 mil maços.

Os produtos foram avaliados em cerca de R$ 42 mil. A carga foi apreendida e encaminhada junto dos suspeitos à Polícia Judiciária em Jaru.

PRF e PM apreendem 3 mil maços de cigarro contrabandeados durante ação em RO

Duas pessoas foram presas.

Um motorista de aplicativo, de 35 anos, foi detido na BR-319 por contrabandear 3 mil maços de cigarro entre Porto Velho e Humaitá (AM). O flagrante ocorreu no início da semana, em uma ação conjunta da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Polícia Militar (PM).

Segundo informou a PRF, o Fiat Palio saiu da capital de Rondônia levando a carga de cigarro pela BR-319 e, em certa altura da rodovia, os policiais decidiram abordar o veículo.

Ao todo, seis caixas contendo vários pacotes de cigarro foram encontrados dentro do carro. De acordo com a PRF, todo cigarro apreendido tem comercialização proibida no país.

À PRF, o homem de 35 anos contou que foi contratado para fazer o transporte da carga até Humaitá, onde iria entregar para o destinatário.

A polícia então acompanhou o motorista de aplicativo até a cidade amazonense e lá prenderam uma mulher, de 42 anos, que receberia os 3 mil maços de cigarro. A suspeita confessou o crime e disse, inclusive, que já foi presa em outra ocasião também por contrabando.

A carga de cigarro, o motorista de aplicativo e a mulher foram levados para a polícia de Humaitá.

Fonte: G1/RO

Agentes da Operação Hórus apreendem mais de 50 mil maços de cigarros em Nova Mamoré, RO

A apreensão foi avaliada em mais de R$ 1 milhão.

Durante abordagens na BR-425, um caminhão baú com placa de Porto Velho foi parado para fiscalização no último domingo (13), pela Polícia Militar (PM) em Nova Mamoré (RO). Nele foram encontradas mercadorias contrabandeadas da Bolívia, guardadas em fardos e escondidas atrás de galões de água mineral. Também foram localizados milhares de maços de cigarro.

De acordo com informações da polícia, a ação foi realizada pelo Batalhão de Policia de Fronteira e Divisas (BPFRON) na Operação Hórus.

Cerca de 50 mil maços de cigarro e mercadorias contrabandeadas foram encontrados. A apreensão foi avaliada em mais de R$ 1 milhão.

O motorista do veículo foi preso e apresentado à Delegacia da Polícia Federal em Guajará-Mirim pelo crime de contrabando. As mercadorias foram entregues à Receita Federal.

Fonte: Rede Amazônia