Colisão deixa uma pessoa morta na BR-364 em RO

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), BR ficou interditada por cerca de 3 horas durante esta terça-feira (3).

As colisões entre os quatro veículos geraram a interdição total da pista entre Itapuã do Oeste (RO) e Ariquemes (RO) por aproximadamente três horas. A pista só foi liberada às 18h.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante a tarde houve derramamento de carga na pista, gerando dificuldades no tráfego.

O Corpo de Bombeiros e equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) de Ariquemes, foram acionadas até o local do acidente e constataram que uma das vítimas morreu. A identidade e a idade dela não haviam sido divulgadas oficialmente até a última atualização desta reportagem.

De acordo com as equipes de saúde, o motociclista envolvido no acidente teve apenas ferimentos leves.

Carga se espalhou pela pista após acidente na BR-364 em Rondônia — Foto: PRF/Divulgação
Carga se espalhou pela pista após acidente na BR-364 em Rondônia

Fonte: G1/RO

CN

Motorista perde o controle e capota após colisão com carreta, na capital

Apesar da gravidade do acidente, o condutor não se feriu, houve apenas danos materiais.

O acidente com capotamento envolvendo um veículo Prisma e uma carreta aconteceu na manhã desta quarta-feira (13), na BR-364, perímetro urbano de Porto Velho.

De acordo com informações apuradas no local, o condutor do veículo Prisma seguia pela BR-364, sentido Candeias do Jamari, na faixa esquerda, quando acabou colidindo na lateral da carreta que seguia no mesmo sentido.

Com a batida, o motorista do Prisma bateu contra a mureta de proteção da BR, perdeu o controle do carro e capotou na pista. Populares ajudaram o homem sair do veículo.

Apesar da gravidade do acidente, o condutor não se feriu, houve apenas danos materiais.

Fonte: Assessoria

CN

Acidente com carretas paralisa trânsito em trecho da BR-364 em RO

Colisão aconteceu em uma localidade conhecida como viaduto da Jacutinga.

Uma colisão envolvendo três veículos de carga foi registrada na tarde de terça-feira (15) no km 668, da BR-364, em uma localidade popularmente conhecida como viaduto da Jacutinga, na região próxima a Candeias do Jamari (RO).

Uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foi enviada ao local e segundo informação da corporação não há registro de feridos, apenas danos materiais.

O trânsito no local ficou paralisado totalmente por quase uma hora. Após às 15h30 o fluxo de veículos acontecia de modo parcial, com operação “pare e siga” realizada pelos policiais que atenderam a ocorrência.

A previsão é que por volta das 18h os guinchos devem finalizar os trabalhos e a área do acidente deve ser liberada para trânsito, sem necessidade de manutenção de intervenção por parte da PRF.

Fonte: Assessoria

CN

Vítima fica presa nas ferragens em grave colisão na BR-364; mulher acabou morrendo

O motorista da carreta não se feriu, segundo informações da PRF e prestou socorro para as demais vítimas feridas.

Carro foi esmagado por carreta na BR-364 em Jaru — Foto: Corpo de Bombeiros/Reprodução
Mulher morre em acidente com carreta

Uma colisão entre uma carreta e um carro na BR-364 casou a morte de uma mulher, identificada como Dirce Espírito Santo, entre Ariquemes (RO) e Jaru (RO), na noite de segunda-feira (23). Segundo o Corpo de Bombeiros, a vítima ficou presas às ferragens, após o veículo ser esmagado pela carreta.

O acidente entre os veículos aconteceu na altura da fazenda Nova Vida, cerca de 40 quilômetros de Jaru. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), houve uma colisão lateral seguida de tombamento de veículo.

De acordo com a equipe Corpo de Bombeiros que atendeu o acidente, foi necessário a retirada de parte da carga da carreta da pista para facilitar o acesso ao carro onde a vítima estava.

Foi usado um desencarcerador e ferramentas hidráulicas para retirar o corpo da mulher, que então foi acomodada na urna funerária e conduzida para Ariquemes.

Outras pessoas também se feriram no acidente e foram socorridas por ambulâncias até o hospital de Ariquemes, incluindo o motorista do carro de passeio.

O motorista da carreta não se feriu, segundo informações da PRF e prestou socorro para as demais vítimas feridas.

“Ambos os motoristas foram submetidos ao teste de alcoolemia e testaram negativo para a presença de álcool no organismo”, diz a PRF.

Fonte: G1/RO

CN

Colisão na BR-364, mata educadora e deixa três pessoas feridas em RO

Segundo a PRF, o motorista de um dos veículos que teria provocado o acidente ao ultrapassar fugiu do local.

Uma colisão entre carros na BR-364, matou uma pessoa e deixou três feridas durante a tarde de domingo (25) no Candeias do Jamari (RO). A vítima fatal do acidente foi identificada como Raimunda Pereira, professora do Colégio Classe A de Porto Velho.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a professora estava em um Gol (sentido Cuiabá) e o outro veículo, um Vectra, seguia na pista contrária (sentido Porto Velho).

A PRF diz que, em determinado momento, ambos os veículos ficaram na mesma faixa de rolamento durante uma ultrapassagem e, com fim de evitar uma batida, os dois motoristas se direcionaram ao acostamento da pista, porém ainda acabaram colidindo frontalmente.

Após o impacto, um incêndio se iniciou no carro Vectra e outros condutores que passavam pela BR-364 conseguiram retirar a professora do Gol, a fim de evitar outro incêndio.

A educadora Raimunda Pereira foi levada a uma unidade de saúde, mas, devido aos ferimentos, acabou não resistindo. Outras três pessoas, parentes de Raimunda, ficaram feridas no acidente e foram socorridas com ferimentos leves.

Conforme o Corpo de Bombeiros, que atendeu o acidente, a professora teve três paradas cardíacas no hospital e por isso não resistiu. O esposo da educadora segue internado no João Paulo II, em Porto Velho.

Condutor do carro Vectra fugiu após acidente que terminou com incêndio — Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação
Condutor do carro Vectra fugiu após acidente que terminou com incêndio

Já o motorista do Gol, que era sobrinho do casal, foi atendido e liberado. Uma criança que estava no carro quebrou a perna e foi transferida para o hospital Cosme Damião.

Segundo a PRF, o motorista do Vectra que teria provocado o acidente ao ultrapassar fugiu do local.

Fonte: Rede Amazônica

CN

Vítima de acidente com jet skis no rio Candeias, é transferida para o Hospital de Base; estado é considerado grave

Após um procedimento médico, uma equipe de neurocirurgia atendeu a jovem e descobriu uma fratura na vértebra, pois a jovem acabou perdendo os movimentos dos braços e pernas.

Jovem perde movimentos das pernas após acidente com Jet Ski

Uma das jovens que foi atropelada por uma moto aquática no último fim de semana, foi transferida do Hospital João Paulo II para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base, em Porto Velho. Gabriela de 21 anos passou por cirurgia geral por causa de uma fratura exposta na perna esquerda, devido ao impacto do acidente no domingo (11). A informação é da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). A informação é da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

Após o procedimento médico, uma equipe de neurocirurgia atendeu a jovem e descobriu que a mesma havia fraturado a vértebra C-5. Devido a esta fratura na quinta vértebra da coluna cervical, Vanessa perdeu os movimentos dos braços e pernas e seu quadro é considerado grave.

O secretário Fernando Máximo informou que ainda não dá pra saber se a perda de movimentos da estudante de Direito é temporária ou definitiva.

“Infelizmente ela permanece com perda da força muscular e da sensibilidade dos membros inferiores e superiores. Queremos que essa perda de movimentos seja temporária, claro. A gente está aguardando melhora clínica e realização de alguns exames para que ela possa ser operada e fixarmos a coluna dela”, disse Máximo.

No último domingo, Vanessa, de 21 anos, e outra amiga estavam em uma moto aquática quando foram atingidas por outro veículo aquático (conduzido por um homem).

Com a força da colisão, as mulheres foram jogadas na água e ficaram desacordadas. Um rapaz que estava perto do acidente pulou na água e colocou as duas vítimas em um barco, onde fez reanimação cardíaca.

O Corpo de Bombeiros foi acionado até o local e já encontrou as meninas conscientes. Como o caso de Vanessa era mais grave, pois tinha cortes profundos e fratura no corpo, a jovem foi levada ao Hospital João Paulo II.

Já a outra amiga dele teve ferimentos menos intensos e foi atendida no hospital de Candeias do Jamari.

Fonte: Rede Amazônica

CN

Vídeo mostra acidente entre micro-ônibus e caminhão tanque em Itapuã do Oeste, RO

Com o forte impacto entre os veículos, o micro-ônibus pegou fogo e as chamas se espalharam por todo veículo. O acidente deixou três mortes.

Em Itapuã do Oeste (RO), uma colisão envolvendo um micro-ônibus e um caminhão tanque deixou três mortes na manhã desta terça-feira (13). As vítimas ainda não foram identificadas.

Segundo Polícia Rodoviária Federal (PRF), o caminhão tanque carregava material inflamável e o ônibus pertence a prefeitura de Buritis.

Ainda não se sabe como o acidente aconteceu e de acordo com a PRF, o Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também estão no local.

Com o forte impacto entre os veículos, o micro-ônibus pegou fogo e as chamas se espalharam por todo veículo.

Veja vídeo do Acidente:

Fonte: G1/RO

CN

Sem resultados, Aziz e Renan entram em “rota de colisão”

Aziz disse para os colegas que Renan estava “dando mais trabalho” do que os senadores do PT

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Covid-19 começou a sua articulação política por meio de um “acordão” entre os senadores opositores ao Governo Bolsonaro.

Como todo pacto, era de se supor que os integrantes do “contrato” teriam unidade. Mas, passadas três semanas do início dos trabalhos, as divergências entre os parlamentares começam a surgir.

O ex-presidente do Senado Federal, com vários processos na Justiça por corrupção, Renan Calheiros (MDB-AL), que é relator da Comissão e pai do governador de Alagoas, Renan Calheiros Filho (MDB-AL), iniciou as atividades na “CPI do Circo” com “sangue nos olhos”. Ao que tudo indica, a ideia de Calheiros era demonstrar um tom assim, mais autoritário e grosseiro para intimidar os depoentes e fazê-los confirmar as respostas que o senador já tinha como certas, mesmo antes de instaurada a Comissão.

Tanto é verdade que Calheiros recebeu duras críticas da imprensa, autoridades e outros parlamentares; sem contar a opinião do povo que se manifestou nas redes sociais. Mas, Renan ignorou o julgamento alheio, fez “ouvido de mercador” e continuou a atacar os depoentes sem parar. No dia 12 de maio, um atrito público com o presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), foi devastador.

Enquanto Aziz estava ausente da sessão, Renan pediu a prisão do ex-Secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten, que estava depondo, alegando suposto “falso testemunho”.

Quando voltou à sessão, Aziz não se fez de rogado e bradou em “alto e bom som”:

“Vossa Excelência tinha falado comigo sobre a questão da prisão. Eu disse que não iria fazê-lo. Eu não iria fazê-lo. E Vossas Excelências insistiram com isso. Eu não sou idiota. Nós falamos aqui. Eu falei: “Olha, não vou fazer isso”, rebateu Aziz, afirmando que Renan teve o apoio do senador de oposição, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Depois, de forma reservada, Aziz brincou com colegas e disse que Renan estava “dando mais trabalho” do que os senadores do PT, adversários declarados do presidente Jair Bolsonaro. Ele citou como exemplo o fato de Humberto Costa (PT-PE) “apaziguar” a briga e propor que os fatos fossem encaminhados ao Ministério Público.

Na mesma semana, Aziz também tentou convencer – em vão – Renan a não colocar o número de mortos decorrentes da Covid-19 no lugar da placa de identificação com o seu nome. Renan acatou o que o presidente da CPI disse. Mas, como uma “raposa”, no dia seguinte, recuou e expôs a placa, que vem mantendo até então.

A atitude de Renan vem sendo considerada tão “suspeita” que um dos integrantes da cúpula da CPI chegou a brincar que senadores precisam “meditar” com o emedebista para “acalmá-lo”.

Renan deve estar “empolgado” porque, dentro de uma CPI, ele não está sendo o acusado, mas o acusador. Ele até reconheceu o “erro” e, em entrevista ao jornal O Globo, disse que vai mudar a postura;

“Tenho procurado acertar o tom para não parecer uma coisa além da conta”, disse, sem afirmar se vai manter a palavra.

Fonte: O Globo

CN

Acidente de Trânsito mata um jovem e deixa cinco pessoas feridas em Porto Velho

Segundo informações, o motociclista seguia na Rio Madeira quando colidiu com um veículo S10, e o condutor do veículo S10 acabou perdendo o controle da direção e colidiu com outros veículos.

O motociclista Sandro Monteiro de Araújo, 19 anos, morreu na tarde desta segunda-feira (24), após se envolver em um acidente no cruzamento das avenidas Rio de Janeiro com Rio Madeira, Bairro Agenor de Carvalho, na Zona Leste de Porto Velho.

De acordo com informações preliminares, o motociclista seguia na Rio Madeira, sentido BR-364, quando cruzou a Rio de Janeiro e acabou colidindo em uma S10.

O jovem ainda recebeu socorro, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Com a colisão, o motorista da S10 perdeu o controle da direção e colidiu com outros veículos que estavam esperando o semáforo abrir.

No total, cinco pessoas ficaram feridas e foram socorridas para o Pronto Socorro.

Fonte: Rondônia Agora

CN

Homem morre preso às ferragens em colisão com caminhão em RO

Motorista do caminhão teria feito uma ultrapassagem que atingiu o carro da vítima.

O motorista de um carro de passeio morreu após ser atingido por um caminhão baú, na noite de quarta-feira (19), perto do Morro Chico Mendes em Ouro Preto do Oeste (RO). A vítima foi identificada como Valdeir.

Consta em boletim de ocorrência registrado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) que o motorista do caminhão não conseguiu concluir uma ultrapassagem e atingiu o carro. A colisão foi no final da terceira faixa (onde há um estreitamento da pista).

Com a colisão, Valdeir ficou preso às ferragens e, quando os bombeiros chegaram ao local do acidente, o motorista do carro não resistiu aos ferimentos.

O local do acidente passou por perícia e então os bombeiros retiraram o corpo de Valdeir e entregar para uma funerária. Segundo a corporação, o motorista do caminhão não teve ferimentos, mas estava em estado de choque após a colisão.

Fonte: G1/RO

CN

Fatal error: Uncaught ValueError: imagecreatetruecolor(): Argument #1 ($width) must be greater than 0 in /home/correiodenoticia/public_html/wp-content/plugins/ewww-image-optimizer/classes/class-eio-lazy-load.php:1111 Stack trace: #0 /home/correiodenoticia/public_html/wp-content/plugins/ewww-image-optimizer/classes/class-eio-lazy-load.php(1111): imagecreatetruecolor(-964, -534) #1 /home/correiodenoticia/public_html/wp-content/plugins/ewww-image-optimizer/classes/class-eio-lazy-load.php(630): EIO_Lazy_Load->create_piip(-964, -534) #2 /home/correiodenoticia/public_html/wp-content/plugins/ewww-image-optimizer/classes/class-eio-lazy-load.php(359): EIO_Lazy_Load->parse_img_tag('<img src="https...', 'https://i0.wp.c...') #3 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(307): EIO_Lazy_Load->filter_page_output('<!doctype html>...') #4 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/plugin.php(191): WP_Hook->apply_filters('<!doctype html>...', Array) #5 /home/correiodenoticia/public_html/wp-content/plugins/ewww-image-optimizer/common.php(337): apply_filters('ewww_image_opti...', '<!doctype html>...') #6 [internal function]: ewww_image_optimizer_filter_page_output('<!doctype html>...', 9) #7 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/functions.php(5275): ob_end_flush() #8 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(307): wp_ob_end_flush_all('') #9 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/class-wp-hook.php(331): WP_Hook->apply_filters('', Array) #10 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/plugin.php(476): WP_Hook->do_action(Array) #11 /home/correiodenoticia/public_html/wp-includes/load.php(1102): do_action('shutdown') #12 [internal function]: shutdown_action_hook() #13 {main} thrown in /home/correiodenoticia/public_html/wp-content/plugins/ewww-image-optimizer/classes/class-eio-lazy-load.php on line 1111