Hospital Regional de Cacoal realiza mais de 1.300 consultas no primeiro mês de 2021

O HRC contabilizou ainda, no mês de janeiro, 1.455 exames realizados.

Mesmo em período de pandemia o Hospital Regional de Cacoal (HRC), continua prestando atendimentos, realizando consultas, exames e cirurgias de diversas especialidades médicas. No primeiro mês de 2021, foram realizadas 1.305 consultas em especialidades como ortopedia, oncologia, neurologia, mastologia, ginecologia, hematologia, dermatologia, nefrologia e urologia. O HRC contabilizou ainda, entre 1º e 31 de janeiro, 1.455 exames realizados, entre tomografia, radiologia, ressonância, eletrocardiograma, teste ergométrico, ultrassonografia e biopsia.

“O Hospital Regional de Cacoal é uma referencia em saúde para mais de 30 municípios do interior de Rondônia. Atendemos pacientes de diversas regiões do Estado que precisam de um tratamento especializado e, por vezes, de maior complexidade. Mesmo com o foco nesse momento sendo a Covid-19, outros atendimentos não pararam. A prioridade, neste período de pandemia, tem sido em Nefrologia, Ortopedia, emergências e pacientes oncológicos. Apenas em janeiro, foram inúmeras consultas, centenas de exames realizados e mais de 200 cirurgias feitas”, destacou o diretor do Complexo Hospitalar Regional de Cacoal, Jair Rocha.

Conforme pontuou o diretor, em um mês, as equipes do HRC realizaram 208 cirurgias na unidade hospitalar, em especialidades como ortopedia, clínica geral, oncologia, buco-maxilo, dermatologia e outras.

Atualmente, o Hospital Regional de Cacoal conta com 48 leitos destinados aos pacientes em tratamento contra a Covid-19, divididos em quatro unidades distintas. Ao todo, são 28 leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto(UTI), um leito de UTI Pediátrico, 18 leitos Clínicos Adulto e um leito Clínico Pediátrico.

Em janeiro, 175 pacientes estiveram internados no HRC em tratamento contra a Covid-19. Ao todo, 82 pacientes foram internados em enfermaria e 93 pacientes precisaram de internação nas UTIs.

Fonte: Sesau

Imposto de Renda: Receita abre consultas ao quinto e último lote de restituições

Receita prevê pagar R$ 4,3 bilhões a mais de 3 milhões de contribuintes nesse lote, o último do calendário.

A Receita Federal abriu nesta quarta-feira (23) as consultas ao quinto e último lote de restituições do Imposto de Renda 2020.

O crédito bancário para 3.199.567 contribuintes será realizado no dia 30 de setembro, totalizando o valor de R$ 4,3 bilhões.

As consultas podem ser feitas:

No quinto lote, a restituição será paga:

  • em 30 de setembro;
  • a 3.199.567 contribuintes;
  • no valor de R$ 4,3 bilhões.

Consultas

Ao realizar a consulta do Imposto de Renda 2020, o contribuinte será informado de uma das alternativas abaixo:

  • que foi contemplado e que receberá os valores na semana que vem;
  • ou que a declaração está na “fila de restituição”, ou seja, que está tudo correto (apenas aguardando a liberação dos valores nos próximos meses),
  • ou que está “em processamento”, ou na “fila de espera” do órgão. Quando a declaração está “em processamento” ou na “fila de espera”, pode ser que haja alguma inconsistência de informações, e o contribuinte pode revisá-la para ter certeza, mas isso ainda não é certo.

Malha fina

Para saber se está na malha fina, os contribuintes podem acessar o “extrato” do Imposto de Renda no site da Receita Federal no chamado e-CAC (Centro Virtual de Atendimento).

Para acessar o extrato do IR é necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página da Receita Federal, ou certificado digital emitido por autoridade habilitada.

Após verificar quais inconsistências foram encontradas pela Receita Federal na declaração do Imposto de Renda, o contribuinte pode enviar uma declaração retificadora.

Quando a situação for resolvida, o contribuinte sai da malha fina e, caso tenha direito, a restituição será incluída nos lotes residuais do Imposto de Renda.

Fonte: G1

Mais de 64 mil consultas e 6.697 cirurgias em menos de dois anos foram realizada no Hospital de Cacoal, RO

Mesmo com o período da pandemia do coronavírus, a Unidade continuou atendendo toda a população nos serviços oferecidos.

O Hospital Regional de Cacoal (HRC) atende, nas mais diversas especialidades, aproximadamente 34 municípios do interior do Estado, seja com consultas ambulatoriais, cirurgias, exames, entre outros serviços e atendimentos especializados.

Para se ter uma ideia, apenas em 2019 foram registrados um total de 129.112 atendimentos e procedimentos. De janeiro a dezembro, foram realizadas pelo HRC 48.448 consultas médicas ambulatoriais, 47.690 atendimentos em especialidades não-médicas, como fisioterapia, nutrição e psicologia. Além disso, também no último ano, 6.244 internações, 4.643 cirurgias e 22.087 exames diagnósticos foram realizados no HRC.

Em 2020, mesmo com o foco na pandemia ocasionada pelo novo coronavírus, o Hospital Regional de Cacoal continua atendendo toda a população que necessita dos serviços de saúde oferecidos pela unidade nas mais diversas especialidades. Apenas no primeiro semestre do ano foram realizadas 2.054 cirurgias, 15.724 consultas ambulatoriais em áreas médicas e 28.969 atendimentos feitos pelos profissionais de áreas não-médicas. Também foram registradas 2.587 internações.

Entre as especialidades médicas e os serviços oferecidos no Hospital Regional de Cacoal estão Ginecologia, Gastroenterologia, Nefrologia, Neurologia, Oncologia, Mastologia, Dermatologia oncológica, Pneumologia, Oftalmologia, Otorrinolaringologista, Ortopedia, Traumatologia, Clínica Médica, Pediatria, Reumatologia, Geriatria, Hematologia, Psiquiatria, Urologia, Infectologia, Cardiologia, Cirurgia Cabeça e Pescoço, Neurocirurgia, Cirurgia Plástica, Cirurgia Torácica, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Ultrassonografia, Endoscopia/Colonoscopia, Eletrocardiograma, Teste Ergométrico, Ressonância Magnética,), Tomografia, RX, Espirometria, Ecocardiograma e ainda os serviços terceirizados de Eletroencefalograma, Radioterapia, Laboratório.

UNIDADE COVID

Com a pandemia do novo coronavírus, o HRC foi rápido ao adequar a sua estruturar física, com a implantação de uma unidade específica para atendimento a pacientes com coronavírus.  A Unidade Covid é destinada ao atendimento de pacientes que necessitam de internação quando confirmado o diagnóstico, ou casos suspeitos, em situação grave, encaminhados pelas secretarias municipais de saúde.

A estrutura é composta por uma tenda externa para triagem dos casos encaminhados, sala de medicação, sala de estabilização, enfermarias com leitos clínicos e Unidades de Terapia Intensiva (UTI) equipadas com respiradores. A Unidade Covid-19 do HRC conta ainda com sala de equipamentos, vestiários de barreira, sala de espera, rouparia e uma sala de repouso para as equipes em atuação.

Fonte: Sesau

%d blogueiros gostam disto: