Grupo de sem-terra acampam em frente ao palácio do governo de Rondônia

Grupo vem do distrito de Nova Mamoré, e pedem regularização de área.

Um grupo de sem-terra, vindo de Jacinópolis, distrito de Nova Mamoré (RO), montaram acampamento em frente ao palácio do governo estadual em Porto Velho nesta quarta-feira (21).

De acordo com as informações, O grupo estaria reivindicando a regularização de uma área de terra. Edvando Eugênio dos Santos, de 34 anos, um dos representantes das pessoas que estão acampadas na frente do Palácio Rio Madeira, contou que mora na terra desde 2012.

Ele explica que a ação é para chamar a atenção das autoridades.

“A gente vem sofrendo uma perseguição da parte do estado. Lá é onde a gente constrói as nossas coisas, mas é cortado e queimado. Casos de abuso de autoridade acontecem frequentemente. A gente não estava sendo ouvido, por isso a gente veio pra cá”, explica.

Sem terras montam acampamento em frente ao CPA  — Foto: Jheniffer Núbia/G1
Sem terras montam acampamento em frente ao CPA

Cícero Inácio da Silva de 54 anos, está em Jacinópolis há oito anos. O produtor rural destaca que o objetivo da manifestação pacífica é a regularização de terras.

” Ninguém pode trabalhar [na terra] porque o Ibama corta tudo que plantamos. O barraco, queima. A gente veio aqui pra tentar regular a situação dessas terra. Até agora não tive resposta”, diz.

Outro produtor rural, José de Jesus, afirma estar buscando por uma resposta do governo de Rondônia.

“A gente está na terra há 20 anos, produzindo, aí a Sedam e até o Ibama chegam lá marcando o terror. Eles alegam que lá é uma área ambiental”, conta.

O grupo, antes de ir para a frente do palácio do governo, ficou acampado por cerca de dez dias na frente da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE-RO).

O Governo de Rondônia informou que “não vai se manifestar sobre o assunto”, e aguarda finalizações de reuniões para se posicionar.

A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam) e com Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), também não se manifestaram.

Já o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), por telefone, disse desconhecer as reivindicações dos sem-terra acampados na frente do Palácio Rio Madeira.

Fonte: Rede Amazônica

Mais uma etapa de testagem rápida é realizada, ação acontece em frente ao CPA de Porto Velho

Filas de carros se formam em frente ao Palácio do Rio madeira para realizarem o exame em drive-thru.

Fila de carros para drive-thru de testagem da Covid-19 em Porto velho — Foto: Secom/Governo de Rondônia
Fila de carros para drive-thru de testagem da Covid-19

Neste sábado a ação Mapeia Rondônia acontece em frente ao Palácio do Governo de Rondônia, Uma intensa fila de carros se formou para realizarem o exame. A testagem começou às 9h da manhã e seguir até 13h.

O exame é para o público-alvo que apresenta sintomas gripais há pelo menos sete dias. São considerados sintomas: febre, tosse, perda de olfato e paladar, dificuldade para respirar, entre outros.

O Governo de Rondônia, realizou várias campanhas de testagens nos municípios e assim monitora a evolução da Covid-19 no estado.

Ação Mapeia Rondônia realizada em drive-thru.

Qual será o procedimento em caso de teste positivo para Covid-19?

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), os pacientes que testarem positivo para Covid-19 receberão, ainda no local, uma medicação imediata e um kit de higiene pessoal, composto por máscara, álcool em gel, álcool 70 e sabonete.

A medicação receitada é composta por hidroxicloroquina e azitromicina, um antibiótico.

Fonte: Rede Amazônica