Ex-ministro mente e é desmascarado por Bolsonaro (veja o vídeo)

A vacina sequer estava disponível para qualquer país do mundo nesta data.

O presidente Jair Bolsonaro fez um curto comentário sobre uma das principais falácias ditas pelo ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, à CPI da COVID, no Senado Federal, nesta terça-feira (4).

Mandetta afirmou que o país está atrasado na vacina e que a sua aplicação à população deveria ter sido iniciada em novembro de 2020.

O político só esqueceu de um detalhe: a vacina sequer estava disponível para qualquer país do mundo nesta data.

Sereno, Bolsonaro desmentiu o ‘mentiroso’. E desta forma, vai demonstrando que o colegiado foi criado apenas com a finalidade de fazer política pré-campanha presidencial e para perseguir e acusar membros do governo.

Confira:

Fonte: JCO