Justiça ordena e casal homoafetivo devolver criança adotada

A mãe da menina é dependente química

No estado de Goiás, um casal homoafetivo vem enfrentando uma batalha judicial para tentar manter a adoção a que deram início.

Juliano Peixoto de Pina e Johnatan Pereira de Araújo vem disputando a guarda de uma bebê de 11 meses com a suposta madrinha da criança. O casal que adotou a menina foi obrigado pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás a devolver a pequena Thays Veiga Miranda Lopes para a mulher que ficou responsável por ela desde seu nascimento.

No próximo dia 15, ocorrerá um novo julgamento para determinar com qual família a criança deve ficar. A mãe da menina é dependente química.

Segundo relatos da mulher que cuidava de Thays, a bebê ficou sob sua responsabilidade desde o nascimento por quase dois meses e disse que a situação está, inclusive, documentada pelo Conselho Tutelar.
Mas para Juliano e Johnatan, a situação era de ‘família acolhedora’, quando uma pessoa fica responsável pela criança temporariamente, até que interessados na adoção passem pelos processos legais.

“No dia 22 [de setembro de 2020], a gente assinou a documentação e começou nossa batalha. A família acolhedora não quis entregar a criança. Montamos o quarto, compramos roupas, material de higiene, fraldas, e elaboramos toda uma logística para recebê-la. Foi emitido mandado de busca e apreensão, e ela [a bebê] chegou”, contou Juliano em um vídeo publicado nas redes sociais.

Já a mulher que cuidava da criança diz não haver razão para que sejam separadas:

“Fui surpreendida porque eu deveria entregar [a criança] a eles. Venho convivendo com ela e cuidando dela desde que ela nasceu, dando suporte para ela e outros irmãos. Ela tem família, não é desamparada. Não tinha nenhum motivo para retirar ela daqui”, alegou ela, também em vídeo.

A bebê ficou com o casal por apenas 12 dias, quando o Tribunal de Justiça os obrigou a devolver a menina à madrinha.

Agora, Juliano e Johnatan questionam os motivos para que a criança tenha sido devolvida, e consideram a decisão do TJ ilegal, já que famílias acolhedoras não podem adotar a criança abrigada.

“O sentimento é de que tem um preconceito velado por sermos um casal homoafetivo. Somos habilitados para a adoção; a lei nos ampara. Juridicamente, a família acolhedora não tem direito de adotá-la, justamente para evitar adoções à brasileira, como ocorreu. A família que acolheu provisoriamente não está apta, não passou pelo processo previsto no SNA (Sistema Nacional de Adoção)” apontam eles.

Fonte: JCO

Deputada baixa o nível e acusa colega de não devolver roupas emprestadas

Mas… que roupas de Joice serviriam na colega?

Visivelmente, magoada por ter sido preterida no cargo da Secretaria de Comunicação da Câmara, Joice Hasselmann (PSL), ataca de novo e acusa a ex-amiga, Carla Zambelli (PSL), de não devolver roupas emprestadas.

“É tão cínica que copia até poses de FOTOS e tem a cara de pau de usar roupas MINHAS que emprestei no passado e que ela nunca devolveu. LIXO HUMANO”, disparou, ressentida, no Twitter.

As críticas de Joice a Zambelli iniciaram após o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) postar mensagem, disseminando intrigas entre as duas parlamentares e afirmando que a nova Secretária de Comunicação teria inveja de Joyce.

“A Carla sempre quis ser a Joice. A inveja dela só não é maior do que a alma podre, ruim e cínica. Joice, abre o olho. rsrs”, postou o “ocupado” deputado.

O mais intrigante de tudo é que a conta não fecha, nem os manequins.

Carla Zambelli e Joice Hasselmann, na época em que eram amigas, tinham tamanhos, nitidamente, diferentes; o que impossibilitaria vestirem as mesmas roupas.

No Twitter, Zambelli rebateu o comentário ofensivo da ex-amiga e disse:

“Na verdade, ela tinha me dado de presente (um macacão). E usei no dia que recebi o prêmio por votação popular de melhor deputada do @congressoemfoco. Foto, abaixo. Mas, vou mandar devolver, amanhã mesmo, já que voltou a caber nela. Deve estar com saudades do macacão, tadinha”, ironizou Zambelli, se referindo à recente cirurgia que Hasselmann fez para diminuir de peso.

Imagem em destaque

Fonte: JCO

%d blogueiros gostam disto: