Enem é reaplicado nesta terça-feira (23), para candidatos de Rolim de Moura e Espigão do Oeste

A prova ainda é correspondente ao exame de 2020.

Quase quatro mil candidatos devem fazer o primeiro dia de prova da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nesta terça-feira (23) nas cidades de Rolim de Moura (RO) e Espigão do Oeste (RO), ambas na região da Zona da Mata. A prova ainda é correspondente ao exame de 2020.

Os portões de locais de provas abriram 10h30 (hora local) e fecharam ao meio-dia. Neste primeiro dia, serão 5h30 para responder às questões.

Em Rolim de Moura, segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), há 2.863 candidatos inscritos para oito locais de prova. Já em Espigão são 969 inscritos.

Equipes da prefeitura de Rolim estiveram nos locais de provas e orientaram os estudantes sobre importância de manter distanciamento, e ainda disponibilizaram álcool em gel para os candidatos.

Na frente do local de prova em Rolim, antes dos portões abrirem, candidatos tentaram se esconder do sol indo até lanchonetes. Apesar disso, o movimento foi tranquilo em relação aos outros anos de Enem.

Candidatos do Enem tentam fugir do sol e perto dos locais de prova em Rolim de Moura, RO — Foto: Magda Oliveira/Rede Amazônica
Candidatos do Enem aguardando abertura dos portões.

A estrutura do exame segue sendo a mesma do Enem tradicional: as perguntas são diferentes da aplicação regular, mas com o mesmo nível de dificuldade, segundo o governo. Isso é possível porque a prova é elaborada com base na Teoria de Resposta ao Item (TRI).

O primeiro dia terá prova de linguagens, ciências humanas e a redação. O segundo dia de provas, marcado para quarta-feira (24), será de matemática e ciências da natureza.

Fonte: Rede Amazônica

Enem 2020: Municípios Espigão D’Oeste e Rolim de Moura terão reaplicação do Exame Nacional nesta terça-feira (23)

Em Rolim de Moura há 2.863 candidatos inscritos. Já em Espigão são 969 inscritos.

Quase quatro mil candidatos participarão da reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) nesta terça-feira (23) em Rolim de Moura (RO) e Espigão D’Oeste (RO). A prova ainda é a correspondente ao ano de 2020.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Rolim de Moura e Espigão foram as duas únicas cidades do estado que não participaram do exame em janeiro, devido à crise sanitária causada pelo coronavírus.

O Enem nestes dois munícipios será na terça-feira e quarta-feira (23 e 24). O Inep ressalta que a prova acontece na mesma data do Enem para pessoas privadas de liberdade, o Enem PPL, e tem o mesmo nível de dificuldade do Enem regular, mas com questões diferentes.

Em Rolim de Moura há 2.863 candidatos inscritos. Já em Espigão são 969 inscritos.

Os locais de prova podem ser consultados pelos inscritos no site na Página do Participante (clique aqui). É recomendável que os participantes cheguem com antecedência aos locais.

A abertura dos portões acontece às 10h30 (hora local) nos dois dias de prova. O fechamento dos portões será às 12h.

A aplicação das provas deve começar às 12h30, e encerrar às 18h no primeiro dia. No segundo dia, as provas devem encerrar às 17h30.

É obrigatório levar caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, documento de identificação válido e máscaras de proteção à Covid-19.

É aconselhável levar álcool em gel, cartão de Confirmação de Inscrição e declaração de Comparecimento impressa (caso precise justificar sua presença no exame).

Antes de entrar na sala: higienizar as mãos ao entrar e sair do banheiro, e durante toda a aplicação do Exame. Respeitar o distanciamento entre as pessoas. Usar máscaras de proteção durante todo o tempo.

Para os casos previstos na Lei nº 14.019, de 2 de julho de 2020, será dispensado o uso da máscara para pessoas com autismo, deficiência intelectual, deficiências sensoriais ou com quaisquer outras deficiências que as impeçam de fazer o uso adequado de máscara. O descarte da máscara de proteção à Covid-19, durante a aplicação do Exame, deve ser feito pelo participante de forma segura nas lixeiras do local de provas.

Fonte: G1/RO

PF apreende mulher com rádio comunicador em Espigão D’Oeste, RO

Aparelho só é usado com autorização, pois, gera riscos graves aos sistemas de telecomunicações.

 Polícia Federal (PF) prendeu nesta semana uma mulher por uso ilegal de um rádio comunicador. O aparelho, conforme a corporação, estava em funcionamento e era capaz de trocar de informações. Ela foi encaminhada à delegacia da PF de Pimenta Bueno (RO).

De acordo com os agentes, usar esses aparelhos sem autorização legal gera riscos graves aos sistemas de telecomunicações. Também é crime previsto na Lei 9.472/97, que trata da organização dos serviços de telecomunicações.

Em ações recentes, a PF cita que criminosos utilizaram o aparelho constantemente para facilitar os atos ilícitos, incluindo troca de informações sobre as operações. Também são úteis para crimes ambientais em terras indígenas, por exemplo.

A PF reforçou também que denúncias para encontrar suspeitos que pratiquem esse mesmo crime sejam feitas pelo telefone (69) 3316-1600.

Fonte: G1/RO

Zonas Rurais do interior são alvo de operação da PM

De acordo com a polícia militar, os municípios de Cacoal, Pimenta Bueno e Espigão são investigados por crimes ambientais e tráfico de drogas.

Agentes durante Operação Teminus em Rondônia — Foto: PM/Divulgação
Agentes durante Operação Teminus em Rondônia

A Polícia Militar (PM) realiza a Operação Terminus nas Zonas Rurais de Cacoal, Pimenta Bueno e Espigão D’Oeste, em Rondônia. Na quarta-feira (14) foi divulgado um balanço preliminar das atividades.

A ação busca combater crimes ambientais, o tráfico de drogas, porte ilegal de armas e atentados à vida ou ao patrimônio.

No total já foram abordadas mais de 200 pessoas e uma média de 50 veículos. Até o momento quatro suspeitos foram presos em flagrante e quatro veículos recuperados. Entre as apreensões estão: arma de fogo, munições e celulares.

A PM informou que continuará realizando essas ações para garantir a segurança nas áreas rurais.

Fonte: Rede Amazônica

Estado reclassifica municípios de Espigão d’Oeste, Rolim de Moura e São Francisco para fase de distanciamento social seletivo

O decreto estabelece as regras de distanciamento de forma responsável para cada município, a fim de retomar a economia gradualmente.

O Governo de Rondônia, em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), publicou nova portaria conjunta nº 22, de setembro de 2020, nesta terça-feira (29), em que reclassifica os municípios de Espigão d’Oeste, Rolim de Moura e São Francisco do Guaporé na fase 2, outros 49 municípios passam a complementar a fase 3. 

Entra em vigor nova reclassificação a partir do dia 30 (quarta-feira) de outubro, de acordo com critérios estabelecidos pelo Decreto nº 25.049, de 14 de maio de 2020. Para reclassificar um município é levado em consideração os dados da atualização da taxa de crescimento de casos ativos da Covid-19 nos municípios e da taxa de ocupação de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Adulto nas Macrorregiões de Saúde I e II.

Os decretos estabelecem regras de distanciamento social de forma responsável para cada município de Rondônia a fim de retomar a economia gradualmente, dando atenção a suas influências na rede de saúde estadual. Toda população pode acompanhar quais atividades podem e não podem abrir em cada fase do plano.

Os estudos realizados pelas secretarias responsáveis com a realidade de cada cidade e sua devida regulamentação em combate à pandemia da covid-19, pode fazer com que o município tenha evolução ou retroação na classificação. Isso acontece quando municípios disponibilizam novos leitos de UTI adultos exclusivos para Covid-19. O prazo de permanência dos municípios nas fases será de, no mínimo, 14 dias.

A próxima portaria está prevista para ocorrer no dia 13 de outubro. Os municípios ficam reclassificados da seguinte forma no Plano Todos por Rondônia:

FASE 1 – DISTANCIAMENTO SOCIAL AMPLIADO

Nenhum.

FASE 2 – DISTANCIAMENTO SOCIAL SELETIVO

Espigão d’Oeste, Rolim de Moura e São Francisco do Guaporé.

FASE 3 – ABERTURA COMERCIAL SELETIVA

Alta Floresta do Oeste, Alto Alegre dos Parecis, Alto Paraíso, Alvorada do Oeste, Ariquemes, Buritis, Cabixi, Cacaulândia, Campo Novo de Rondônia, Candeias do Jamari, Castanheiras, Cerejeiras, Chupinguaia, Colorado do Oeste, Corumbiara, Costa Marques, Cujubim, Governador Jorge Teixeira, Guajará-Mirim, Itapuã do Oeste, Jaru, Ji-Paraná, Machadinho d’Oeste, Ministro Andreazza, Mirante da Serra, Monte Negro, Nova Brasilândia d’Oeste, Nova Mamoré, Nova União, Novo Horizonte do Oeste, Ouro Preto do Oeste, Parecis, Pimenta Bueno, Pimenteiras do Oeste, Porto Velho, Presidente Médici, Primavera de Rondônia, Rio Crespo, Santa Luzia d’Oeste, São Felipe d’Oeste, São Miguel do Guaporé, Seringueiras, Teixeirópolis, Theobroma, Urupá, Vale do Anari, Vale do Paraíso e Vilhena. 

FASE 4 – ABERTURA COMERCIAL AMPLIADA COM PREVENÇÃO CONTÍNUA

Nenhum.

Fonte: Secom-RO

Operação Soteria investiga grupo criminoso que ameaça agentes de segurança, em Espigão do Oeste

Conforme as informações da operação, criminosos estariam envolvidos em atentado contra um Policial Militar e planejavam uma nova ação contra novos agentes de segurança pública.

O Ministério Público do Estado, em conjunto com a Polícia Civil de Espigão do Oeste e com o apoio da Polícia Militar, deflagrou na manhã desta quinta-feira (10), a Operação Soteria no município de Espigão do Oeste.

De acordo com a operação, as investigações buscam ampliar e desarticular um grupo criminoso que participaram do atentado contra a vida de um policial militar, e planejavam uma nova ação, contra novos agentes de segurança pública.

Foram cumpridos vários mandados de busca e apreensão nas residências de investigados, por supostas práticas dos crimes de organização criminosa, homicídio qualificado tentado e ameaça praticado contra agente de segurança pública e executados por supostos integrantes de facção criminosa atuante na cidade.

A operação denominada “Soteria” faz alusão à deusa da segurança e preservação do mal, da mitologia grega, pelo fato da ação integrada entre os órgãos objetivar a defesa da vida e da incolumidade física dos profissionais de segurança atuantes nesta comarca, assim como a proteção da sociedade pela inibição do crescimento de grupos criminosos organizados nesta cidade. Durante a buscas foram apreendidas drogas nas residências dos investigados.

Fonte: Assessoria

PF cumpre mandado de busca e apreensão em Espigão D’Oeste

Policiais apuram garimpo ilegal de diamantes após denúncia de venda pela internet em Rondônia.

A Polícia Federal (PF) cumpriu um mandado de busca e apreensão na sexta-feira (4) referente à comercialização e garimpo de diamantes em Espigão D’Oeste (RO). Conforme a corporação, uma denúncia anônima indicou que um homem estaria vendendo os cristais pela internet a todo o Brasil.

As investigações apontam ainda que o suspeito estaria procurando por investidores em garimpo na Reserva Roosevelt.

Os policiais seguiram à casa indicada e confirmaram a veracidade da denúncia, além de ser o alvo em questão suspeito da comercialização.

Fonte: G1/RO

DER antecipa cronograma e inicia recuperação da RO 387 que liga Espigão ao Pacarana

Obras estavam previstas para início de agosto, mas foram antecipadas para atender à solicitação do parlamentar

O Departamento de Estrada de Rodagens (DER), por meio do diretor adjunto, Major Eder, informa que as maquinas da 4ª residência do DER/Cacoal deram início a recuperação dos 82 km da RO 387. Conhecida como Rodovia Lúcia Tereza, a estrada liga o município de Espigão do Oeste ao distrito de Boa Vista do Pacarana.
De acordo com o Major Eder, os maquinários foram deslocados para o atendimento do pedido encaminhado por Anderson Pereira e inicialmente está sendo feito a limpeza, posteriormente o cascalhamento e compactação. A obra já estava no cronograma do DER, marcado para o próximo dia 3 de agosto, porém, o diretor geral, Elias Rezende, pediu agilidade na realização do serviço.


Anderson Pereira reforçou a importância das benfeitorias na rodovia, que serve de corredor para escoamento de produções agrícolas de famílias que habitam na área há muitos anos e agradeceu a equipe técnica do DER, bem como o diretor Elias e o adjunto, major Eder, por atender com agilidade mais um pedido de sua autoria.

Fonte: DER

%d blogueiros gostam disto: