Fale conosco pelo WhatsApp(69) 99916-3250

Finalmente ‘cueca’ pede afastamento do cargo

O pedido já foi apresentado ao Senado.

O senador Chico Rodrigues acaba de pedir afastamento do cargo por 90 dias.

O parlamentar foi alvo da Operação Desvid-19, que investiga um esquema de desvio de 20 milhões de reais de emendas parlamentares destinadas à Secretaria de Saúde de Roraima para o combate à pandemia.

Chico foi flagrado com mais de R$ 30 mil dentro da cueca.

Chico Rodrigues não receberá salário enquanto estiver afastado do cargo.

Ninguém assumirá no lugar de Chico. Para que seu primeiro suplente, que é o filho, assumisse, seria necessário o senador pedir licença de pelo menos 120 dias.

Presidente Bolsonaro finalmente solta o verbo sobre a soltura de líder do PCC (veja o vídeo)

“Eu jamais botaria em liberdade um elemento como esse”

Em sua live semanal, nesta quinta-feira (15), Bolsonaro comentou sobre a polêmica em torno do caso do traficante André Oliveira Macedo, o André do Rap.

“Eu jamais botaria em liberdade um elemento como esse”, disse o presidente.

Bolsonaro diz que “apanhou” da imprensa, já que a soltura do traficante foi baseada em um trecho do pacote anticrime:

“O Supremo decidiu agora, por 9 a 1, que aquele mega traficante viesse a permanecer preso. Quando saiu a decisão monocrática de um ministro, pela sua liberdade, eu apanhei. ‘Ah, foi a lei do Bolsonaro que ele sancionou em dezembro que permitiu a soltura do mesmo’. Bem, apanhei bastante. Eu sou o culpado de tudo, responsabilizado por tudo aqui no Brasil.”

O presidente ainda afirmou que a lei é uma questão de “interpretação”, mas que ele nunca soltaria um traficante:

“Então, quando ele foi posto em liberdade por uma decisão monocrática de um ministro, deram pancada em mim. E agora, nove outros ministros falaram que devia estar preso. E aí? Quem está certo e quem está errado? Os nove ou o um? Você que decide aí, porque eu não vou entrar nessa polêmica. Não sou ministro do Supremo Tribunal Federal.”

E continuou:

“Eu, por exemplo, jamais botaria em liberdade um elemento como esse, que com toda a certeza, de forma direta ou indireta, matou muitos policiais aí pelo Brasil todo, levou à desgraça muitas famílias que se perderam, entraram em desespero por ver filhos envolvidos em drogas, mortes etc.”

Confira:

Fonte: Jornal da Cidade

Organização Mundial de Saúde finalmente irá rever “normas” de combate a pandemias

Após seis meses e mais de 800 mil mortes OMS começa se acordar

Nesta quinta-feira, 27, o diretor-geral da Organização Mundial de Saúde (OMS), Tedros Adhanom Grebheyesus, afirmou que será criado um comitê que revisará o “Regulamento Sanitário Internacional (RSI)”, texto que indica a forma de enfrentar emergências globais, como a Covid-19.

Tedros ainda explicou que, inclusive antes da pandemia da Covid-19, já se entendia que o documento precisava de algumas modificações, o que teria ficado evidente com o surto de ebola que está sendo registrado na República Democrática do Congo.

Segundo informações, este novo comitê será independente da OMS e se reunirá pela primeira vez nos dias 8 e 9 de setembro.

Após seis meses de pandemia e mais de 800 mil mortes causadas pelo coronavírus a OMS decide que pode haver mudanças nas indicações. Ou seja “algo está errado”.

Uma terrível pergunta é inevitável:

Quantas vidas poderiam ter sido salvas?

Fonte: UOL