PRF flagra dupla transportando carga de droga com mais de 3 quilos de cocaína em RO

O caso foi encaminhado para polícia civil.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), durante uma fiscalização na BR-364 de Porto Velho, interceptou um carregamento de cocaína, transportada por dois homens. A ocorrência foi registrada nesta segunda-feira (7).

No total, 3,18 Kg da droga ilícita, que estavam embalados em tabletes com papel prateado, eram transportados em veículo de passeio, foram encontrados e encaminhados à Polícia Civil para destruição.

PRF-RO flagra caminhão transportando carga de eletrônicos escondidos em fardos

O material apreendido em Ariquemes foi encaminhado à Receita Federal de Porto Velho.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) durante uma abordagem a um caminhão na BR-364, apreendeu mais de 190 eletrônicos ilegais em Ariquemes (RO). A carga, avaliada em R$ 40 mil, estava escondido em fardos de salgadinhos e biscoitos.

Conforme os agentes da PRF, o material foi embarcado no veículo em Campo Grande (MS) e tinha como destino final a capital Porto Velho.

“Para tentar iludir a fiscalização, o motorista escondeu os produtos eletrônicos no meio de fardos de salgadinhos e biscoitos”, afirma a polícia.

Entre os itens contrabandeados no caminhão estavam componentes internos para computadores (memórias, placas de vídeo, Hard Disk, processadores), teclados, pendrives, leitor de imagem, aparelho GPS e rádios transmissores.

O material apreendido em Ariquemes foi encaminhado à Receita Federal de Porto Velho.

Fonte: G1/RO

Motorista é preso após teste de ‘drogômetro’ em Ji- paraná, RO

De acordo com a PRF, essa foi a primeira prisão realizada com a ajuda do equipamento no estado. Drogômetro ainda não está regulamentado, mas pode ser usado como meio auxiliar de prova.

Anfetaminas e munições de arma de fogo foram apreendidas pela PRF em Ji-Paraná — Foto: PRF/Divulgação
Anfetaminas e munições de arma de fogo foram apreendidas pela PRF em Ji-Paraná

A Polícia Rodoviária Federal de (RO) abordou um homem que dirigia uma carreta na manhã desta sexta-feira (3) em Ji-Paraná após ser flagrado portando duas cartelas de anfetaminas, conhecidas como “rebite”. A prisão contou pela primeira vez com a utilização do “drogômetro” no estado.

Os agentes identificaram que o homem havia desrespeitado os horários previstos na Lei do Descanso, que protege o motorista contra horários e jornadas de trabalho extenuantes. Com ele, também foram encontradas duas cartelas de rebite, utilizadas para “disfarçar” o sono.

Com isso, o motorista foi convidado a fazer o teste de “drogômetro”, em um equipamento que consegue identificar até 15 tipos de drogas ilícitas através de gotículas de suor. Com o resultado positivo para cocaína, o homem foi preso pelo crime de trânsito de dirigir sob influência de substância psicoativa.

Em revista no caminhão, ainda foram encontradas 10 munições calibre 38, em embalagem comercial, que o caminhoneiro disse ter adquirido em Manicoré (AM) para entregar a um conhecido em Brasília (DF). Diante disso, ele também deve responder por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

Drogômetro

O uso do equipamento para a aplicação de multas ainda não está regulamentado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), no entanto, por ser um aparelho aferido pelo Inmetro, o laudo pode ser usado como meio auxiliar de prova legalmente admitido.

Fonte: G1/RO

Homem é preso por transportar barras de ouro em distrito de nova mamoré, RO

Barras foram avaliadas em torno de quase 2 milhões, agentes desconfiam que seria trocadas por drogas.

Polícia revistou homem e encontrou ouro debaixo da roupa em RO — Foto: Polícia Civil/Divulgação
Polícia revistou homem e encontrou ouro debaixo da roupa em RO

A Polícia Civil flagrou Um homem nesta quarta-feira (1°) transportando quase seis quilos de ouro contrabandeado. A prisão de Wesley Vieira Candido aconteceu na região do distrito de Araras, em Nova Mamoré (RO), fronteira com a Bolívia.

A apreensão do ouro aconteceu durante uma abordagem realizada por policiais que atuam na operação Horus, de combate ao crime na região de fronteira.

De acordo com a Delegacia de Polícia Civil, as barras de ouro estavam escondidas junto ao corpo de Wesley, que trafegava sozinho em um veículo pela BR-364.

Ainda conforme a polícia, as barras são avaliadas em cerca de R$ 2 milhões e possivelmente seriam trocadas por droga na fronteira entre Brasil e Bolívia.

O suspeito e o material apreendido foram levados à delegacia de Guajará-Mirim (RO). O homem deve responder por usurpação de propriedade na União.

Fonte: G1/RO

Dupla é flagrada transportando 28 cabeças de gado furtados no interior de Rondônia

Segundo a informação da PM, uma denúncia anônima informou que um caminhão boiadeiro estaria seguindo sentido Theobroma com gado furtado.

Bandidos fazem família refém e roubam 185 cabeças de gado em ...
Caminhão com gado furtado

A Polícia Militar flagrou na noite de ontem (19), em uma região próxima a Theobroma (RO). Dois homens que estavam em um caminhão transportando 28 cabeças de gado furtadas. O flagra aconteceu através de uma denúncia. Um dos suspeitos ainda teria dito que foi contratado para fazer o transporte.

Quando o caminhão parou, o motorista foi questionado sobre a procedência do gado que estava sendo transportado, e o suspeito informou que havia sido contratado em Jaru para buscar os animais, mas não tinha Guia de Transporte Animal (GTA) ou nota fiscal. O ajudante confirmou a versão dada pelo caminhoneiro.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma denúncia anônima informou à Polícia Militar que um caminhão boiadeiro estaria seguindo sentido Theobroma com gado furtado. O informante ainda disse que outro morador teria ligado para o responsável pelo rebanho para perguntar se ele estava embarcando gado, mas quando o vaqueiro chegou na propriedade para verificar, encontrou o cadeado rompido, parte do gado amarrado e outra parte havia desaparecido.

Com isso, a polícia passou a realizar buscas pela RO-133, quando avistou um caminhão de Ji-Paraná. Apesar da ordem de parada, giroflex e sirene da viatura da polícia ligada, o veículo seguiu por mais três quilômetros.

O vaqueiro responsável pelo rebanho compareceu ao local, junto ao dono da propriedade, e verificou que se tratava dos animais que haviam sido furtados. Como o caminhão estava com excesso de lotação, com 28 cabeças de gado, os animais foram descarregados em um curral próximo, com o consentimento da vítima.

Os dois suspeitos e o caminhão foram apresentados na Unidade Integrada de Segurança Pública (Unisp).

Fonte: G1/RO