Governo de Rondônia investe em equipamentos e ações que fortalecem a Segurança Pública

O Estado acumula um cenário positivo de ações, projetos e investimentos nos últimos três anos na área da segurança pública

Agora Rondônia conta com o mais novo veículo blindado

A Segurança Pública tem sido uma das prioridades do Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania – Sesdec. A pasta acumula um cenário positivo de ações, projetos e investimentos a exemplo de entrega de novas viaturas e armamentos para a Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar e Polícia Técnico-Científica – Politec.

O Governo do Estado reforçou no número de viaturas que saltou de 248 para 301 veículos com mais tecnologias, inclusive com monitoramento remoto por câmeras externas e internas. A renovação da frota de veículos de médio porte (caminhonetes) ocorreu por meio de contrato de locação, que trouxe vantagens para a administração pública, garantindo que as viaturas estejam em pleno funcionamento 24 horas. Isso também proporcionou eficiência nas políticas públicas de segurança do Estado, com veículos modernos, dotados rádio digital, monitoramento via satélite e câmeras internas e externas. 

Em janeiro de 2021, foram entregues para o Corpo de Bombeiros Militar, oito viaturas do tipo ambulância, denominadas Unidade de Resgate – UR, equipadas cada uma com duas macas, dois cilindros de oxigênio, uma cadeira de resgate, rádio comunicação, entre outros itens de segurança. Cada viatura teve um investimento de R$ 258.675,40 (duzentos e cinquenta e oito mil, seiscentos e setenta e cinco reais e quarenta centavos), totalizando um investimento de R$ de 2.069.403,20 (dois milhões, sessenta e nove mil, quatrocentos e três reais e vinte centavos) em três anos.

Outras cinco viaturas adaptadas, destinadas ao policiamento com cães foram entregues para a PM e PC. Os veículos atendem ao canil do Departamento de Narcóticos – Denarc, Batalhão de Policiamento de Choque – BPChoque e também o 2°, 4° e 11° Batalhão de Polícia Militar – BPM. São caminhonetes, cabine dupla, de quatro portas, que contam com câmeras fixas veiculares embarcadas, compartimento para cães e equipamentos, suporte para armamento, engate, rastreador satélite, rádio digital duo, sirene, giroflex e strobo (iluminação especial automotiva).

Recentemente as forças de segurança receberam também munições, motores de embarcação e rações operacionais (alimentação utilizada por militares em treinamentos e missões em locais isolados), com objetivo de fortalecer os órgãos de segurança que atuam em parceria com a Secretaria de Operações Integradas – Seopi do Ministério da Justiça, para atender em especial, as unidades que integram o Programa Nacional de Segurança nas Fronteiras e Divisas – V.I.G.I.A.

A aquisição de munições atende às necessidades da Polícia Militar, Polícia Civil e Casa Militar. Serão utilizadas em pistolas e fuzis de precisão, proporcionando melhores condições de trabalho e o bom desempenho das forças de segurança pública estaduais; em atividades de repressão qualificada, atuando no patrulhamento e investigação, bem como na garantia para uma maior segurança da atividade policial, em situações de alto risco.

Ainda no início de 2022, ocorreu a entrega de equipamentos para o combate ao tráfico de drogas e armas, entre outros delitos. Foram entregues também kits de primeiros socorros. Os equipamentos foram doados para equipar as unidades policiais que integram o programa em âmbito nacional, com a finalidade de potencializar a prevenção e repressão da criminalidade, especialmente em crimes letais intencionais, tráfico de drogas, armas, descaminho e outras modalidades criminosas transnacionais na faixa de fronteira, divisas e áreas de interesse operacional.

Dentre o processo de revitalização, ainda foi transformado o prédio da antiga Sesdec, que passou a funcionar como um Centro Integrado de Comando e Controle – CICC. Já o novo prédio está em processo final de licitação e posterior construção. Foi concluída também a obra do novo prédio para o Batalhão de Policiamento de Choque de Rondônia – BPChoque. O Poder Executivo ainda entregou 30 drones às forças de segurança e  realizou o curso de capacitação em pilotagem e manutenção de drones. Também está em andamento o curso de técnicas não letais, oferecido a diversas turmas, em várias cidades do Estado.

VEÍCULO BLINDADO

Agora Rondônia conta com um veículo blindado, modelo Gladiador II, que é o primeiro veículo blindado das forças de Segurança de Rondônia, destinado ao Batalhão de Operações Especiais – BOPE.

O blindado é indicado para ações em áreas de risco e facilitará acesso seguro em áreas de conflito, permitindo que a operação seja bem sucedida sem expor os policiais a maiores riscos. Com a possibilidade de disparos de um local seguro e protegido por blindagem a tropa tem maior flexibilidade de ação. O investimento é de R$ 2.8 milhões (dois milhões e oitocentos mil) de recursos próprios do Governo do Estado.

‘‘Com a aquisição desse veículo, estamos aliando capacidade técnica com tecnologia para assegurar a preservação da vida dos policiais no desempenho de suas atividades de prestação de serviço à população no combate à criminalidade. Isso dá mais segurança e impede que tenhamos perdas em operações’’, explica o governador do Estado, Marcos Rocha.

COLETES

Mantendo o foco na modernização estratégica da Segurança Pública do Estado de Rondônia, 2.467 coletes balísticos e munições calibre 9mm, calibre 5,56mm, calibre .308 Winchesters e calibre 7,62 x 51mm foram entregues às Polícias Militar e Civil. O Corpo de Bombeiros Militar também recebeu equipamentos de proteção como vestuários de combate a incêndio estrutural, equipamentos de proteção individual – EPI, roupa de proteção contra incêndio (casaco e calça) e balaclavas (proteção para o rosto).

Os novos coletes adquiridos com recurso próprio do Governo de Rondônia foram distribuídos de acordo com o efetivo operacional. Destinaram-se 1.572 para a Polícia Militar, 786 para a Polícia Civil e 109 à Politec. Já as munições foram doadas pela Secretaria Nacional de Segurança Pública – Senasp. Somente no Corpo de Bombeiros, atendendo ao Projeto de Reaparelhamento, foram investidos recursos próprios do Governo do Estado, na ordem de R$ 684 mil (seiscentos e oitenta e quatro mil reais).

PROMOÇÕES

Em abril de 2022, no dia alusivo ao patrono das polícias brasileiras, Joaquim José da Silva Xavier – Tiradentes, ocorreram diversas promoções envolvendo a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros. No CBMRO foram 84 militares promovidos, sendo cinco ao posto de coronel, seis a tenentes-coronéis, nove capitães, seis a 1° tenente e 58 foram graduados a 3° sargento. Já na PMRO, dos 83 militares promovidos, seis foram ao posto de coronel, 28 a tenente-coronel, 37 a major, quatro a 1° tenente, um à graduação de 1° sargento, e sete à graduação de 2° sargento, totalizando 167 militares promovidos neste último ciclo de promoções.

REAJUSTE SALARIAL

Em reconhecimento ao trabalho essencial desenvolvido pelos policiais militares em prol da garantia da segurança e proteção da vida da população, a Lei n° 5.074 de 29 de julho de 2021, assinada pelo Governo de Rondônia assegurou de maneira escalonada melhorias aos integrantes da Força Estadual de Segurança Pública.

O pagamento desse reajuste ocorreu de maneira escalonada no início de 2022. O reajuste de 8% foi pago em janeiro, 11,50% em fevereiro e 4% no mês de março. Além dessa melhoria para PMs e Bombeiros Militares, o Estado firmou o compromisso de investir mais em novas estruturas, equipamentos modernos para o serviço ostensivo rotineiro e valorização profissional. Assim, por exemplo, o militar da ativa também passou a receber o auxílio fardamento mensal; correspondente a 2,50% do valor do soldo do coronel PM/BM de último posto.

Seguindo o Plano de Valorização dos Servidores da Segurança Pública de Rondônia, que visa o bem-estar da população rondoniense está previsto ainda a Lei n° 5.075, de 29 de julho de 2021, que concede  reajuste nos vencimentos dos profissionais da Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica do Estado Rondônia – Politec, atendendo o compromisso assumido com a categoria. Este feito apresentado pelo Governo só foi possível devido à uma gestão eficiente de recursos e o compromisso em prol dos servidores públicos.

POLITEC

Com importante atuação da Perícia Criminal do Estado de Rondônia, que tem reforçado as ações de investigações científicas, a Politec tem conquistado vários avanços em sua estrutura. Com isso a tecnologia vem sendo utilizada para desvendar inúmeros crimes ocorridos e até mesmo, solucionar casos de pessoas desaparecidas. Com uma estrutura de ponta, a Politec se destaca pela qualidade na análise pericial na apuração dos crimes, com mais agilidade no tempo de resposta para a elucidação de ilícitos em todo o Estado.

O Governo de Rondônia tem propiciado ainda, avanços na parte organizacional, como também operacional, elevando todo o trabalho desempenhado pela Politec. Assim como a Sesdec, o Governo Federal também tem injetado recursos na Segurança Pública rondoniense.

Recentemente, a Sesdec recebeu 199 kits e nove viaturas adquiridas pelo Governo de Rondônia, em convênio com o Governo Federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública – MJSP. Em relação aos exames periciais, também houve a entrega de 18 maletas e mais três caminhonetes, doadas pela Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública da Senasp, que investiu mais de R$ 558 mil (quinhentos e cinquenta e oito mil reais).

A Politec recebeu dez maletas de levantamento e coleta de impressões digitais e outras dez maletas para exames periciais em local de crime, doze fechaduras digitais e onze balanças semi-analíticas, dez detectores de metais e um microscópio eletrônico.

Entre as muitas ações realizadas, a Polícia Técnico-Cientifica participou da Campanha Nacional de Coleta de DNA de Familiares de Pessoas Desaparecidas. O objetivo foi dar maior agilidade no processo de busca por desaparecidos. Com isso, Rondônia conseguiu destaque e alcançou o 4° lugar no cenário nacional em coleta de perfis genéticos, no projeto de coleta de amostras biológicas de familiares com pessoas desaparecidas.

Fonte: Sesdec

CN

Incentivo à produção sustentável fortalece comunidades indígenas de Rondônia

As famílias indígenas são dependente desses valores na época de colheita que é de novembro a março.

O incentivo à produção sustentável vem transformado a realidade dos povos indígenas de Rondônia. O resultado é o fortalecimento da produção e desenvolvimento ambiental dentro das comunidades indígenas no Estado, através da implantação de programas que fortalecem o desenvolvimento ambiental das comunidades e geram renda extra através do trabalho ecológico.

Um dos programas sustentável é o Projeto Tribos, que incentiva o cultivo de café pelos povos indígenas. O concurso Tribos avalia a qualidade do café cultivado em duas terras indígenas: Sete de Setembro, localizada em Cacoal e Rio Branco em Alta Floresta. O campeão do 1º Concurso Tribos, Yamixãrah Tintin Suruí teve toda a sua produção comprada por R$ 3 mil cada saca e recebeu, ainda, R$ 25 mil de prêmio em dinheiro. O café cultivado por Yamixãrah Tintin Suruí passou por uma rígida avaliação, feita por profissionais de Rondônia e de outros estados brasileiros, que assegurou a qualidade do fruto que é plantado e colhido na lavoura das aldeias.

Já os produtores indígenas de Ji-Paraná e Alta Floresta do Oeste são beneficiados pelo Programa Estadual de Aquisição de Alimentos do (PAA Rondônia), com a venda de cerca de três mil quilos de Castanha-do-Brasil nativas das regiões. A iniciativa acontece por meio do Governo de Rondônia, com ações da Coordenadoria da Agricultura Familiar da Secretaria de Estado da Agricultura – Seagri  Ao todo, 19 produtores indígenas das etnias Cinta Larga, Gavião, Zoró e Apurinã, da Reserva Roosevelt de Ji-Paraná foram beneficiados.

A Cooperativa Extrativista de Castanhas Indígenas – Coocasin, foi criada há três anos com o intuito de fortalecer o trabalho dos povos indígenas da região. Atualmente, a Cooperativa gera emprego e renda para 300 famílias, além de custear a formação acadêmica de oito jovens indígenas.

O presidente da Cooperativa, João Paulo Cinta Larga explica sobre a importância da cooperativa para os povos indígenas. “Com a Cocasim podemos valorizar mais o produtor das aldeias a cooperativa está em mais de 14 aldeias indígenas, pagando o melhor preço para os produtores. As famílias indígenas são dependente desses valores na época de colheita que é de novembro a março.  A  Cocasim tem um papel importante no quadro de extrativismo indígena, pois passou a ser a principal cooperativa em atividade familiar. O governo sempre se preocupa em manter esse transporte na cooperativa buscando as castanhas na aldeia não gera custo e podemos mais um pouco para o produtor porque não tem frete e a gente oferecer uma renda “, disse.

O Programa “Plante Mais” implementado pelo Governo de Rondônia por meio da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO) em parceria com a Seagri, está presente nas comunidades indígenas de todo o estado de Rondônia.

O diretor vice-presidente da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, Anderson Kuhll, contou que os atendimentos são direcionados principalmente as cafeiculturas sustentável onde o produtor está buscando produzir um café de qualidade e outras diversas atividades ligadas aos povo indígenas como artesanato, mandiocultura e fruticulturas. “Nós também temos agroindústrias de polpas dentro da comunidade lá na aldeia Rio Branco em Alta Floresta que é de responsabilidade técnica da Emater. Nós temos colégios que atendem o povo Suruís na região de Cacoal. Buscando sempre um alinhamento do Governo Estadual e do Governo Federal, a Emater tem um instrumento junto com a Fundação Nacional do Índio – Funai, que é um termo de cooperação técnica que está na fase de aditivo desse termo que estamos na fase de Brasília encaminhar corrigido”, disse.

Considerando os aspectos socioculturais, econômicos, políticos e ambientais, o Governo de Rondônia está atendendo às necessidades socioeconômicas dos povos indígenas sem comprometer a cultura e as possibilidades das gerações futuras. O resultado do fortalecimento, apoio e incentivo das secretarias com a comunidade indígena aumenta as lavouras nas aéreas indígenas e garante a preservação de seus territórios.

Os Planos de desenvolvimento sustentável indígena são elaborados pela coordenadoria e são realizados a partir da Política Nacional de Gestão Ambiental e Territorial Indígena (Pngati) firmada pelo Decreto nº 7.747, de 5 de julho de 2012, que possui os seguintes eixos: Proteção territorial e dos recursos naturais; Governança e participação indígena; Áreas protegidas, unidades de conservação e Terras Indígenas (TI); Prevenção e recuperação de danos ambientais; Uso sustentável de recursos naturais e iniciativas produtivas indígenas; Propriedade intelectual e patrimônio genético e Capacitação, formação, intercâmbio e educação ambiental.

DATA COMEMORATIVA

No dia 19 de abril, é comemorado o Dia do Índio e faz referência à realização do Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, que ocorreu nessa mesma data em 1940 em Patzcuaro, México. O objetivo do congresso foi reunir os líderes indígenas de diferentes regiões do continente americano e zelar pelos seus direitos. Na ocasião, foi proposto que os países da América adotassem o dia 19 de abril como o Dia do Índio, ou indígena que é como eles se reconhecem.

Fonte: Secom

CN

Fortalecimento da agricultura familiar em Rondônia é garantido com assinaturas de mais de 200 convênios com associações e prefeituras

Os recursos repassados são destinados para a compra de equipamentos e maquinários

Os bens darão mais celeridade no trabalho do produtor rural

O ano de 2021 foi de grandes conquistas para agricultura do estado de Rondônia. Mais de 200 convênios foram assinados em 2021 com associações de produtores rurais e prefeituras municipais para transferência de recursos e repasse de bens, com o objetivo de fortalecer o setor da agricultura familiar em Rondônia com novos equipamentos e maquinários agrícolas.

Os recursos repassados para as prefeituras e associações são provenientes de emendas parlamentares dos deputados estaduais e recursos próprios do Governo de Rondônia.  No total, 50 prefeituras municipais e 78 associações de todo o Estado foram beneficiadas com o valor de R$ 14.786.007,45, através de assinatura de Termo de Fomentos e Termos de Convênios.

Todo o valor repassado servirá para a compra de vários equipamentos, sendo: veículo Pick UP, carretas basculantes, máquina picadeira, máquina empacotadeiras, compactador de silagem, colhedora de forragem, pulverizador, grade niveladora, balanças mecânicas de bovinos, aquisição e transporte de toneladas de calcário, grade aradora, ensiladeiras, sulcador, botijões em alumínio, carreta agrícola, semeadora a lanço elétrica, perfurador de solo, distribuidor de calcário e adubo, roçadeira hidráulicas, entre outros.

Os bens adquiridos servirão para a realização dos serviços de atendimento às famílias de produtores rurais na área rural auxiliando nos programas municipais, dos serviços de transporte de insumos, de produção de silagem, de distribuição de sementes e de perfuração do solo, serviços de plantio e colheita de rizoma, tubérculo e batatas, serviços de silagem de milho e de capineira, plantio de grãos, limpeza do pasto e aceiros, secagem de café, descompactação do solo e controle de plantas daninhas, entre outros.

Os equipamentos e maquinários agrícolas servirão para a recuperação de estradas vicinais, limpeza de carreadores, cascalhamento de curral, aterramento do solo, corte de grama, armazenamento de alimentos com refrigeração, armazenamento de produtos para transporte, pesagem de alimentos e muito mais.

O Governo de Rondônia através da Seagri também realizou um chamamento público para repasse de secadores de café de fogo indireto, onde foram contempladas 29 associações de produtores rurais, onde foram celebrados os Acordos de Cooperação com as entidades contempladas. Os secadores de café serão de grande utilidade para secagem dos grãos de café, trazendo maior qualidade ao produto e aumento na produção.

De acordo com o secretário de Estado da Agricultura, Evandro Padovani, os recursos e os bens adquiridos são fundamentais para oferecer celeridade ao trabalho do agricultor com incentivos e suporte necessário para aumentar a produção e comercialização de seus produtos, além de melhorar a qualidade dos produtos e fortalecer a agricultura familiar.

“Tudo que foi adquirido em 2021 faz parte de uma grande parceria do Governo do Estado para o incentivo dos produtores rurais. O intuito é desenvolver e fortalecer a agricultura familiar, a piscicultura, a pecuária, as agroindústrias, a produção de leite, o gado de corte, proporcionando implantações de mecanismos para agregar valores aos produtos dos associados, além de proporcionar a geração de renda”, explicou o secretário Evandro Padovani.

Fonte: Emater

CN

Idaron organiza capacitação técnica para fortalecer vigilância em animais de produção em RO

A inscrição para o evento é gratuita e pode ser feita pela internet.

O Governo de Rondônia, por meio da Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado (Idaron), promoverá, de 18 a 21 deste mês, uma rodada de capacitações técnicas em Vilhena, Rolim de Moura, Ji-Paraná e Cacoal. A iniciativa tem como foco fortalecer a vigilância passiva e a detecção precoce de doenças em animais de produção e, nesse primeiro momento, é voltada aos profissionais autônomos, da iniciativa privada e instituições públicas da área de saúde animal e assistência técnica.

A programação é desenvolvida em parceria com o Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-RO), com o Fundo de Emergência contra Febre Aftosa (Fefa), Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater-RO), Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) e com faculdades e entidades não governamentais. “O objetivo é estimular a participação desses profissionais no processo de fortalecimento da vigilância passiva, através da conscientização da sua importância na detecção precoce e da notificação de doenças em Rondônia”, salientou o diretor executivo da Idaron, Licério Correa Magalhães.

Vilhena será o primeiro município do estado a sediar a rodada de capacitações técnicas, no dia 18. Em seguida, dia 19, o evento será realizado em Rolim de Moura. No dia 20, acontece em Cacoal e, no dia 21, chega a Ji-Paraná.

“A motivação maior é montar uma rede integrada, em que todos os atores envolvidos na questão da saúde animal, estejam notificando a Idaron a respeito de suspeitas de doenças em animais de produção. Como a gente não vacina mais contra a febre aftosa, essa é a forma mais inteligente e efetiva de preveni-la. Hoje, em todo o estado, temos mais de 130 mil propriedades produtoras. Logo, é imperiosa a parceria entre o serviço veterinário oficial, o produtor rural e o médico veterinário da iniciativa privada, para, caso tenha alguma suspeita de doenças, notifique a Agência o mais precoce possível. Por isso, posteriormente, essa conversa também será feita com as revendas de produtos rurais e com os pecuaristas”, explica Márcio Alex Petró, coordenador do Programa Estadual de Vigilância para Febre Aftosa (Pnefa).

INSCRIÇÃO

A inscrição para o evento é gratuita e pode ser feita pela internet. As vagas são limitadas. Lembrando que as capacitações serão presenciais, com limite de vagas que permita o controle do número de pessoas nos locais de realização, tanto quanto o atendimento aos protocolos para evitar contaminação pela covid-19.

Fonte: Idaron

CN

“Aulão Seduc 2021” fortalece a preparação de estudantes para as provas do Enem em RO

A transmissão ao vivo foi feita pelo canal da Mediação Tecnológica.

Com o objetivo de reforçar a preparação dos alunos do ensino médio, visando resultados satisfatórios no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), promoveu nesta sexta-feira (8), no auditório de uma faculdade particular, em Porto Velho, a primeira edição do “Aulão Seduc 2021”, que contou com a participação de mais de 700 alunos. O auditório da instituição está apto a receber mil pessoas, respeitando o distanciamento social e os protocolos de prevenção à covid-19. A transmissão ao vivo foi feita pelo canal da Mediação Tecnológica.

Participaram de forma presencial estudantes que cursam o 3º ano do ensino médio paralelo ao projeto “Terceirão” matriculados nas escolas estaduais Capitão Cláudio Manoel da Costa, Carmela Dutra, João Bento da Costa, Jorge Teixeira de Oliveira, Major Guapindaia, Marco de Barros Freire, Mariana, Orlando Freire e Murilo Braga.

Durante a abertura do evento, o governador Marcos Rocha afirmou que esta gestão tem investido 26% de tudo que o Estado tem arrecadado na Educação, indo além do limite obrigatório. “Os investimentos têm proporcionado a aquisição de ônibus, computadores, tablets, notebooks, além de reformas e construção de escolas. Acreditamos que é através da Educação que iremos fortalecer ainda mais o Estado de Rondônia e, consequentemente, o nosso país”, ressaltou.

O secretário de Estado da Educação, Suamy Vivecananda, frisou que os estudantes rondonienses precisam e são capazes de alcançar bons resultados no Enem. “A pandemia ainda não passou, mas o Governo do Estado está reagindo com ordenamento, organização e firmeza de ações. Nós acreditamos e estamos fazendo o que está ao nosso alcance para que todos vocês entrem na educação superior”, finalizou.

A diretora da Escola João Bento da Costa, Leide Fanne, agradeceu a iniciativa da Seduc, por meio da Coordenadoria Regional de Educação (CRE), e ressaltou que, neste período de pandemia, muitos alunos tiveram dificuldade em se manter motivados devido a problemas com a internet. “O aulão presencial é uma fórmula propulsora para o aluno poder continuar levando os estudos a sério. A Seduc tem buscado novas estratégias para motivar os estudantes, seja no formato presencial ou híbrido. É um momento muito importante para essa reta final pré-Enem”.

Fonte: Seduc

CN

Polícia Militar começa a operar com 100% em frequência de rádio de comunicação digital em RO

A nova tecnologia fortalecerá na comunicação entre batalhões e unidades da Polícia, contra a criminalidade e mantendo a ordem nas cidades e distritos.

Desde o último dia 21 de julho, o 5º Batalhão de Polícia Militar (5ª BPM), em Porto Velho, passou a operar 100% na frequência de rádio digital. A implantação da nova tecnologia de comunicação, realizada pelo Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), tornará as transmissões de rádio entre as subunidades do Batalhão, Centro Integrado de Operações (Ciop) e demais unidades da Polícia Militar de Rondônia (PMRO), mais ágeis, eficazes, seguras e com maior clareza durante, tanto para emissão quanto recepção das mensagens.

Isso porque os radiocomunicadores digitais conseguem entregar um áudio claro, mesmo em condições adversas, algo que é muito importante para os locais que ficam mais afastados, como é o caso dos municípios de Candeias do Jamari, Itapuã do Oeste e o distrito de Triunfo, que antes da chegada da nova frequência de transmissão, não conseguiam se comunicar em tempo real.

A comunicação através da frequência digital de radiocomunicadores também impossibilita qualquer tentativa criminosa de invasão na rede de rádios da PMRO. O 5º BPM, também chamado de Batalhão Belmont, é comandando pelo major PM Renato Suffi, que agradece e parabeniza todos os envolvidos nesta grande conquista, que é de suma importância para os policiais militares que estão diuturnamente na linha de frente, combatendo a criminalidade e mantendo a ordem nas cidades e distritos.

Fonte: Sesdec

CN

Prefeitura e Sebrae se unem em projeto, para fortalecer retomada da economia na capital

O projeto Programa Cidade Empreendedora foi apresentado no auditório da Fiero.

O projeto do Programa Cidade Empreendedora, que aponta mecanismos para a retomada da economia no pós-pandemia, foi apresentado a lideranças locais e secretários municipais, na terça-feira (20), no auditório da Federação das Indústrias de Rondônia (Fiero).

Desenvolvido pela Prefeitura Municipal em parceria com o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Rondônia (Sebrae), o programa Cidade Empreendedora, segundo o prefeito Hildon Chaves, prepara Porto Velho para o futuro. O prefeito destacou o potencial econômico do município na indústria, comércio, pecuária e agricultura:

“Precisamos trabalhar para facilitar as atividades do empreendedorismo. Vejo um futuro brilhante para a nossa cidade”, disse Hildon Chaves.

O superintendente do Sebrae, Daniel Pereira, disse que Porto Velho é a primeira capital do país a concluir projetos da Cidade Empreendedora em andamento foram ouvidos segmentos da economia local para identificar o que a Prefeitura pode fazer para desburocratizar os processos, apoiar e acompanhar o desenvolvimento do empreendedorismo no município.

Hildon Chaves e Daniel Pereira assinaram o termo de parceria entre Prefeitura e Sebrae para melhoramento genético de gado leiteiro. A meta é aumentar a produtividade no setor.

No âmbito da educação municipal, o Sebrae e o banco Sicoob/RO entregaram a Secretaria Municipal de Educação (Semed) apostilas com suporte aos alunos do 5º ano do ensino fundamental. O objetivo é contribuir para melhoria das notas do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB).

Fonte: Comdecom

CN

PRF destaca parceria com o Governo no fortalecimento da segurança pública em RO

Também foi apresentado o novo oficial superintendente da Polícia Rodoviária Federal, Rommel Pessoa Dantas.

O secretário da Sesdec destaca que segurança pública é prioridade no Governo de Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio do Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), reforçou o compromisso com a integração entre as forças policiais estaduais e federais para aprimoramento da segurança pública, durante a solenidade de apresentação oficial do novo superintendente da Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Estado, Rommel Pessoa Dantas, no auditório da Assembleia Legislativa de Rondônia (ALE), nesta quinta-feira (15).

O secretário da Sesdec, coronel José Hélio Cysneiros Pachá, que representou na solenidade, o governador de Rondônia, Marcos Rocha, externou durante o evento a mensagem do chefe do Poder Executivo Estadual de que a segurança pública é prioridade em Rondônia, agradeceu a PRF pelo zelo  e pela segurança nas rodovias e estendeu o agradecimento ao presidente Jair Bolsonaro que tem reforçado o elo do Governo Federal com o Estado de Rondônia.

O diretor-geral da PRF no Brasil, Silvanei Vasques, anunciou, durante a solenidade, investimentos para reforçar a segurança nas rodovias e o combate a crimes em Rondônia. Entre eles, destacou a determinação para a construção da nova sede da Superintendência, reforço do efetivo a partir do concurso que está em andamento e ainda autorizou a criação de unidade operacional em Guajará-Mirim, o que vai permitir ampliar a atuação nesta área de fronteira.

TRANSFERÊNCIA DE FUNÇÃO

Gilson Alves de Oliveira deixou a função de superintendente da PRF em Rondônia depois de um ano e nove meses à frente desta missão. Destacou a competência do novo superintendente em dar continuidade aos trabalhos e desejou que seja feita uma administração de excelência.

Pontuou ainda os avanços já obtidos pela instituição, inclusive com a parceria do Governo de Rondônia, especialmente por meio da Sesdec, do Departamento de Estradas de Rodagens e Transporte (DER) e da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam).

Conforme Gilson, em 2020, foram registradas 2.568 ocorrências atendidas, mais do que ocorreu em 2018 e 2019 juntos; foram feitas 334% mais apreensões de veículos; também cresceu 34,32% a quantidade de drogas apreendidas; a apreensão de armas cresceu 80%a mais que em 2018 e 2019 juntos; a apreensão de madeiras cresceu 463% em relação ao ano anterior; houve ainda a diminuição de acidentes em 2,74% e quanto aos óbitos, a redução foi de 6,19%.

Rommel Dantas, que ocupava anteriormente a função de superintendente executivo da PRF, ao assumir a superintendência da instituição, destacou que terá o desafio de dar sequência a uma gestão bem sucedida, mas que tem o compromisso de fortalecer a integração com os demais órgãos parceiros e ser ousado para aprimorar a PRF em Rondônia.

‘‘A PRF foi o meu primeiro e único emprego. Tenho muita gratidão a Deus por essa trajetória, para mim hoje está sendo a consagração desses 27 anos, e nesta missão à frente da superintendência, a palavra-chave é integração’’, assegurou Rommel.

O diretor-geral da PRF no Brasil, Silvanei Vasques, também agradeceu as parcerias da instituição em Rondônia e deixou uma mensagem a todo o efetivo. ‘‘Dentro da legalidade, combatam duro os criminosos’’.

Fonte: Sesdec

CN

Produtores rurais discutem demandas para fortalecer o setor na região da zona da Mata

A reunião aconteceu no auditório do Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (Ceeja).

A Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril (Idaron), da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), em parceria com a Assembleia Legislativa Estadual (ALE), tem buscado fortalecer o setor produtivo nos municípios de Rondônia. Na sexta-feira (25), produtores rurais da região da zona da Mata estiveram reunidos no auditório do Centro Estadual de Educação de Jovens e Adultos (Ceeja), para discutirem as demandas para o setor.

Durante o encontro, o governador Marcos Rocha, enalteceu o trabalho realizado ouviu atentamente os produtores que o parabenizaram por diversas ações realizadas em prol do agronegócio. “A nossa economia só cresceu graças a vocês. Estamos investindo no setor produtivo por entendermos que o agronegócio é a mola propulsora da economia do Estado. Lançamos recentemente o projeto “Governo no Campo” que trará muitos benefícios para os produtores”, destacou.

O vice-governador José Jodan, presente na reunião, destacou que o Governo disponibilizou o Programa Estadual de Apoio às Micros e Pequenas Empresas e Empreendedores de Pequenos Negócios (Proampe), que incentiva às pequenas inciativas produtivas. “Estamos aqui para interagirmos com os produtores e recebermos suas demandas. Além disso, apresentamos diversos programas do Governo que garantem apoio aos nossos produtores rurais”, disse.

Para o deputado estadual Cironé Deiró, é preciso melhorar ainda mais os atendimentos para os produtores e as agroindústrias. “Precisamos unir forças dos órgãos estaduais para atender as agroindústrias e facilitar para o produtor. A agroindústria precisa receber um olhar diferenciado”, ponderou.

O deputado estadual e Presidente da ALE, Alex Redano, agradeceu a hospitalidade nos municípios da região da zona da Mata e parabenizou o governador pela atual gestão. “Se o Estado aumentou 19% a arrecadação mesmo durante a pandemia, devemos isso a vocês produtores rurais. Deus tem dado sabedoria ao governador Marcos Rocha que está conduzindo diversas situações com maestria”, pontuou.

Segundo o presidente da Idaron, Julio Cesar Rocha Peres, Rondônia já se destaca na economia por estar livre da aftosa. “Crescemos muito, em pouco tempo. Estamos livres da aftosa e isso fortalece o comércio local. O título de área livre de febre aftosa sem vacinação demonstra o compromisso da equipe técnica e dos pecuaristas. Isso é graças a união de todos”.

O secretário da Seagri, Evandro Padovani, reforçou que a secretaria está sempre de portas abertas para atender os produtores e melhorar ainda mais a produção. “O programa “Governo no Campo”, vem para trazer benefícios para cada produtor que se enquadra nos critérios exigidos”, comentou.

O diretor-presidente da Emater, Luciano Brandão, também destacou as ações da autarquia e o programa “Mais Calcário”. “Esse programa nasceu para subsidiar o frete do transporte do calcário até a sede do município ou distrito para que a prefeitura transporte do município até a propriedade rural. Agradecemos essa parceria. Os nossos produtores estão usando o calcário, melhorando a qualidade e quantidade da produção”, finalizou.

O produtor rural Valdeci Pereira, parabenizou o apoio do governo. “Hoje a Emater tem o apoio do governador e tenho o privilégio de ser atendido por essa equipe. Estou muito feliz de participar de um evento como esse”, ponderou.

De acordo com o deputado estadual Jean Oliveira, “o Governo de Rondônia está no caminho certo ao abrir o diálogo com o setor produtivo e ouvir as demandas”.

Fonte: Emater-RO

CN

Prefeitura seleciona associações rurais para entrega de equipamentos agrícolas em Porto Velho

Os equipamentos deverão atender a todos os associados.

Com foco no fortalecimento da agricultura familiar e acesso dos produtores rurais a novas tecnologias, a Prefeitura de Porto Velho publicou na sexta-feira (21) o edital de chamamento público nº 02/2021/Semagric, com objetivo de selecionar projetos e firmar acordos de cooperação com associações rurais privadas sem fins lucrativos. As entidades escolhidas receberão equipamentos agrícolas do município.

O processo de seleção previsto no edital será conduzido pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric).

Gustavo Volpato Serbino, secretário-adjunto da Semagric, explica que desde a data de publicação do edital até o dia 21 de agosto próximo, as associações poderão apresentar propostas. Ele esclarece que o principal critério é que estejam devidamente legalizadas e credenciadas no Sistema de Parcelamento Parametrizado (Sispar). Além disso, devem atender aos demais requisitos especificados na publicação.

“Qualquer associação de produtores rurais que tenha como finalidade promover a agricultura familiar pode apresentar proposta, desde que esteja regularizada. Quem não estiver com a documentação em dia procure sanar essa questão o quanto antes”, destacou. A entidade que tiver projeto selecionado vai receber um trator agrícola, uma caçamba para ser acoplada na traseira do trator para transporte de objetos e uma grade aradora. Os equipamentos deverão atender a todos os associados.

Cada associação de produtores poderá apresentar mais de uma proposta. Os equipamentos a serem disponibilizados foram adquiridos pelo Governo Federal, por meio do Programa Calha Norte (PCN).

Fonte: Comdecom

CN