Polícia civil confirma fuga de presos no Centro de Ressocialização de Ariquemes, RO

De acordo com as informações, pelo menos 8 presos teriam fugido na madrugada desta quinta-feira (22).

A Polícia Civil de Rondônia confirmou a fuga de oito presos do Centro de Ressocialização de Ariquemes (RO) por volta das 5h desta quinta-feira (22).

Segundo informações iniciais da corporação, os detentos cavaram um túnel e conseguiram escapar. Até a última atualização desta reportagem, nenhum deles foi capturado.

Conforme o delegado regional de Ariquemes, Rodrigo Duarte, a ocorrência da 18ª fuga ocorrida no presídio está sendo registrada e a perícia está no local para dar início aos trabalhos de investigação.

A Secretaria de Estado de Justiça (Sejus) ainda não se manifestaram sobre o ocorrido.

Fonte: Rede Amazônica

Agentes apreendem R$ 10 mil notas falsas durante fiscalização na BR-364

Suspeitos conseguiram fugir.

A Polícia Civil apreendeu cerca de R$ 10 mil em notas aparentemente falsas durante uma fiscalização na BR-364, próximo ao entroncamento da BR-425, que dá acesso à fronteira com a Bolívia. O caso foi registrado no domingo (20) em Porto Velho.

Conforme a polícia, policiais que atuam na Operação Hórus faziam monitoramento na rodovia quando viram dois homens suspeitos em uma motocicleta. Com a aproximação da viatura, a dupla iniciou uma fuga e os policiais passaram a persegui-los.

Durante o acompanhamento, o ocupante da garupa da moto jogou um objeto no acostamento da rodovia e uma viatura parou para verificar o que era enquanto a outra seguia os suspeitos.

A equipe que ficou, encontrou uma sacola com aproximadamente R$ 10 mil em notas de R$ 50, aparentemente falsas. O pneu da viatura que seguia os homens furou e os suspeitos não foram presos.

Fonte: Rede Amazônica

Polícia conclui que homem tentou consertar carro, após atropelar e matar ciclista em RO

Luis Carlos, de 53 anos morreu no último domingo (23), após ser atropelado na Avenida Jatuarana, em Porto Velho.

A Polícia Civil de Rondônia concluiu o inquérito sobre a morte do ciclista Luis Carlos Futerko, de 53 anos, que morreu no último domingo (23), após ser atropelado na Avenida Jatuarana, em Porto Velho. Depois de cinco dias, a investigação aponta que o homem que atropelou a vítima, já estava com habilitação vencida há um ano e momentos após o crime tentou consertar o carro em uma oficina “para se livrar da responsabilidade penal”.

Segundo a Delegacia Especializada em Delitos de Trânsitos (DEDT) além da morte de Luis Carlos, o crime lesionou os ciclistas José Audior Sousa da Silva, de 56 anos e Ademir Yamamoto Vieira, de 43 anos. Os três amigos estavam pedalando até que tiveram que parar para arrumar a corrente caída de uma bicicleta, quando foram surpreendidos pelo veículo.

“As investigações presididas pelo Delegado Paulo Abemor concluíram que o motorista do Honda/Civic atropelou as vítimas que estavam paradas consertando o pneu da bicicleta. Após a colisão, as vítimas pediram ajuda ao condutor do veículo que havia estacionado logo à frente, mas ele evadiu-se do local sem prestar socorro”, explica a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Após a colisão, Luis Carlos foi socorrido e encaminhado ao Hospital João Paulo II, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

No mesmo dia, a DEDT identificou o motorista do veículo. Quando foi localizado o suspeito já estava consertando o carro em uma oficina de lanternagem “para se livrar da responsabilidade penal” e possivelmente encobrir o crime.

De acordo com os policiais, o homem estava com habilitação vencida há um ano e possuía restrição para dirigir por causa da miopia. Foi constatado que durante o acidente, o condutor não usava óculos.

“Ele confessou o crime e foi indiciado por praticar homicídio na direção de veículo automotor, lesão corporal na direção de veículo automotor e deixar o condutor do veículo, na ocasião do acidente, de prestar imediato socorro à vítima, ou, não podendo fazê-lo diretamente, deixar de solicitar auxílio da autoridade pública”.

Com o inquérito concluído a polícia aguarda laudos para encaminhar o caso ao poder judiciário. O nome do condutor que atropelou e matou Luis Carlos não foi divulgado à imprensa.

Fonte: G1/RO

Sejus divulga lista dos 7 presos que fugiram do presídio de Ariquemes

Fuga aconteceu no domingo (2) Onze presos tiveram acesso a área externa do presídio e começaram a pulas as grades de segurança.

A Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) divulgou os nomes e fotos dos sete detentos que conseguiram escapar do Centro de Ressocialização de Ariquemes (RO), no último domingo (2). Durante a fuga, dois presos acabaram mortos e outros dois foram baleados.

Os presos que conseguiram escalar as grades e fugir da unidade são:

  1. Carlos Alberto Santana Santos
  2. Miqueiras Pereira da Silva
  3. Rafael Fonseca de Paula
  4. Luan Henrique Felipe Cassol
  5. Erivan Andrade dos Santos
  6. Diego Gomes da Silva
  7. Dhione Costa do Santos

Segundo a direção do Centro de Ressocialização, ainda não foi localizado nenhum dos sete foragidos. Quem tiver informações sobre o paradeiro dos fugitivos pode entrar em contato através do telefone 190, da Polícia Militar (PM), ou 197, da Civil.

Abaixo, veja as fotos dos sete foragidos:

Carlos Alberto dos Santos é procurado pela polícia em RO — Foto: Reprodução
Carlos Alberto dos Santos é procurado pela polícia em RO
Dhione Costa é procurado após fuga em presídio — Foto: Reprodução
Dhione Costa é procurado após fuga em presídio
Diego Gomes é procurado após fugir de presídio em Ariquemes — Foto: Reprodução
Diego Gomes é procurado após fugir de presídio em Ariquemes
Erivan dos Santos é procurado após fugir de presídio  em RO — Foto: Reprodução
Erivan dos Santos é procurado após fugir de presídio em RO
Luan Henrique Felipe Cassol é procurado após fugir de presídio em Ariquemes — Foto: Reprodução
Luan Henrique Felipe Cassol é procurado após fugir de presídio em Ariquemes
Miqueias Pereira da Silva é procurado após fugir de presídio — Foto: Reprodução
Miqueias Pereira da Silva é procurado após fugir de presídio
Rafael Fonseca é procurado após fugir de presídio em Ariquemes — Foto: Reprodução
Rafael Fonseca é procurado após fugir de presídio em Ariquemes — Foto: Reprodução

Fuga filmada

Detentos pulando grades de segurança e fugindo de Presídio de Ariquemes, RO — Foto: Reprodução/Polícia Civil
Detentos pulando grades de segurança e fugindo de Presídio de Ariquemes

Onze presos tiveram acesso a área externa do presídio de Ariquemes, no domingo, e começaram a pulas as grades de segurança. Toda a fuga foi registrada pelo circuito interno de monitoramento.

Para tentar conter a fuga, a polícia penal atirou e ordenou que os presos voltassem, mas eles não obedeceram.

Segundo a Sejus, quatro presos acabaram sendo atingidos pelos tiros, sendo que dois ficaram feridos e outros dois morreram na hora. Os feridos foram socorridos e levados à Unidade de Saúde para receber atendimento médico.

Na segunda-feira (3), a Sejus informou ter aberto uma apuração minuciosa no intuito de apurar os óbitos e a fuga no presídio de Ariquemes.

“Independente das circunstâncias, a morte de qualquer pessoa não é objetivo da atuação do Estado no cumprimento de suas obrigações”.

Em nota, a pasta ainda disse que a Equipe de Inteligência da Secretaria e o GAPE trabalham em conjunto com a Polícia Civil e Militar para recapturar os foragidos.

“A Secretaria de Justiça lamenta que a situação em questão tenha obtido como uma das consequências a morte de duas pessoas privadas de liberdade, haja vista que, independente das circunstâncias, a morte de qualquer pessoa não é objetivo da atuação do Estado no cumprimento de suas obrigações”, afirma a pasta.

Fonte: G1/RO

Em Ji-Paraná, polícia apreende drogas e celulares arremessados para dentro de presídio

Vigia flagrou momento, e realizou um disparo de alerta, porém mesmo assim o pacote foi jogado para dentro das instalações.

Na última segunda-feira (3), a polícia apreendeu mais de 1 quilo de drogas, entre maconha e cocaína, que foram arremessadas para dentro do presídio de Ji-Paraná (RO). Dois celulares também estavam no pacote. De acordo com informações da direção do presídio, essa é a quinta apreensão realizada em um mês.

Segundo informações, o vigia de uma guarita externa do presídio, onde é monitorado o movimento no local 24 horas por dia, avistou uma moto com dois homens parando próximo à casa de detenção. Foi realizado um disparo de alerta, mas mesmo assim o pacote foi jogado para dentro das instalações.

Quase um quilo de maconha e 100 gramas de cocaína foram apreendidos, além dos celulares, e tinham como destino o pavilhão A do presídio.

Uma equipe de policiais penais foram atrás da moto para tentar realizar a prisão, mas a viatura acabou capotando. De acordo com a direção do presídio, os servidores não se machucaram.

Fonte: Rede Amazônica

Jovem ciclista morre atropelado durante disputa de racha na Avenida Jorge Teixeira

Um dos motoristas foi preso e o outro fugiu do local em alta velocidade. Vítima estava acompanhada de um amigo na Av. Jorge Teixeira na noite de sexta-feira (24) quando foi atropelada.

Thiago da Silva Santos tinha 22 anos e morreu atropelado durante racha em Porto Velho na sexta-feira (24).  — Foto: Reprodução/Instagram
Thiago da Silva Santos tinha 22 anos e morreu atropelado durante racha em Porto Velho na sexta-feira (24)

Um ciclista morreu após ser atropelado durante uma suposta disputa de racha na Avenida Jorge Teixeira, em Porto Velho. O acidente ocorreu por volta das 22h de sexta-feira (24). A vítima foi identificada como Thiago da Silva Santos, de 22 anos.

Um dos suspeitos envolvidos foi preso. Já o outro motorista conseguiu fugir do local em alta velocidade. Segundo testemunhas, Thiago foi arremessado por cerca de 30 metros após o impacto e morreu na hora.

De acordo com o boletim de ocorrência, o amigo da vítima contou que ambos pedalavam no Espaço Alternativo da capital e que, instantes antes do acidente, já seguiam para casa.

A testemunha contou também que Thiago sinalizou para fazer a travessia na via, mas foi atingido por um veículo em alta velocidade que disputava racha com outro. Com o impacto, a bicicleta da vítima ficou destruída, enquanto a parte frontal do carro amassada.

O amigo do rapaz disse que ambos planejavam passar em uma pizzaria e depois irem para casa, pois já estava tarde. “A gente ia voltar para casa, falei que era melhor por causa do horário. Moramos um pouco longe. Mas o carro do racha pegou ele [Thiago] na faixa de pedestre”, relembrou Carlos Douglas.

“Vi tudo, morreu na minha frente. Menino tão bom, trabalhador, e acontece isso, só com as pessoas mais boas”, disse o amigo de Thiago.

Após o acidente, um dos motoristas fugiu, enquanto o outro condutor de 24 anos, que atingiu o ciclista, foi preso.

Parte frontal do veículo que atingiu o ciclista em Porto Velho ficou completamente amassada.  — Foto: Mary Porfiro/Rede Amazônica
Parte frontal do veículo que atingiu o ciclista em Porto Velho ficou completamente amassada.

O responsável pelo acidente passou pelo teste de etilômetro, que deu negativo, e foi encaminhado à Central de Flagrantes da cidade na sequência. Já na delegacia, ele negou que tenha participado de um racha, alegando que a vítima atravessou a rua repentinamente.

Porém, segundo o delegado que atendeu o caso, testemunhas confirmaram que o motorista estava em alta velocidade disputando uma corrida. Com isso, foi mantido preso e permanece à disposição da Justiça.

A polícia não informou se o outro envolvido na disputa foi detido. Até a última atualização desta reportagem, o corpo de Thiago ainda aguardava liberação do Instituto Médico Legal (IML) da capital para o sepultamento.

Fonte: G1/RO

Justiça concede liberdade a acusados de ajudar ex-presidente da Nissan Ghosn a fugir

Ghosn disse que tinha fugido do Líbano para escapar de um sistema de justiça “arranjado”

Um tribunal de Istambul decidiu nesta sexta-feira (3) deixar em liberdade, embora sob controle judicial, cinco acusados de ter ajudado o ex-presidente da Renault-Nissan Carlos Ghosn na fuga do Japão no final de 2019, informou a agência turca “Anadolu”.

Quatro pilotos e um oficial de uma companhia privada de carga e aluguel de aviões privados serão liberados com a condição de não sair do país e estar à disposição da justiça, segundo a sentença anunciada.

Com a decisão, ficam em liberdade todos os acusados do caso, já que outros dois do total de sete suspeitos – todos de nacionalidade turca – tinham sido liberados antes.

Todos foram acusados de “tráfico de pessoas” pela participação no transporte de Ghosn da cidade de Osaka, no Japão, para Beirute, no Líbano, fazendo escala no aeroporto Atatürk, em Istambul.

Em entrevista coletiva após aterrissar na capital libanesa, Ghosn disse que tinha fugido do Líbano para escapar de um sistema de justiça “arranjado” no Japão, onde o empresário responde a acusações relacionadas a uma suposta apropriação indébita.

Fonte: R7

Fuga de Detentos em presídio Urso Branco em Porto Velho

De acordo com Aspra, os presos fugiram no final de semana. A PM faz buscas.

A Polícia Militar (PM) está fazendo buscas para tentar localizar os cinco detentos que fugiram do presídio provisório José Mário Alves, conhecido como Urso Branco, em Porto Velho.

Segundo informações da Associação Dos Praças Da Policia Militar De Rondônia (Aspra), a fuga da unidade ocorreu no domingo (21). Não foi informado como os presos escaparam.

Os cinco detentos que fugiram do Urso Branco foram identificados como:

  1. Braz Henrique Moraes Carlo
  2. Henrique Santos de Oliveira
  3. Josiel de Souza
  4. Paulo Henrique Alves Braga
  5. Ramon Pereira de Oliveira

Abaixo, veja as fotos dos acusados foragidos:

Quem tiver informação sobre o paradeiro de algum suspeito pode fazer a denúncia, anonimamente, à PM, pelo telefone 190.

Fonte: G1/RO