PRF flagra mais uma caminhonete furtada em Guajará Mirim

Caminhonete teria sido furtada na noite de terça-feira (27). Bandidos foram reconhecidos pelas vítimas.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), prendeu dois criminosos na manhã desta quarta-feira (28), em Guajará Mirim, após serem flagrados com uma caminhonete Fiat Toro, que havia sido roubada em Porto Velho, na noite de terça-feira (27).

De acordo com a PRF, além de roubar o carro, os bandidos mantiveram as vítimas em cárcere privado, durante a madrugada.

Os bandidos foram abordados pela PRF, quando trafegavam com o carro na BR 425. As vítimas reconheceram os criminosos como os autores do roubo.

A dupla recebeu voz de prisão, e foi encaminhada para a sede da Polícia Civil, onde ficou à disposição da justiça.

Fonte: Assessoria

Guajará-Mirim inicia vacinação contra covid para público de 16 anos a mais

O município é o primeiro do estado a atender com está faixa etária.

A prefeitura de Guajará-Mirim (RO) anunciou na segunda-feira (19) o início da vacinação para adolescentes com 16 anos ou mais. O município é o primeiro do estado a abranger esta faixa etária na campanha de vacinação contra a Covid-19.

A imunização acontece diariamente no prédio do Instituto Federal de Rondônia (IFRO) das 8h às 16h30.

6.558 pessoas já estão totalmente imunizadas no município e segundo o Painel Covid, do Governo de Rondônia, mais de 20 mil moradores já receberam ao menos uma dose do imunizante, o que corresponde a 46% da população vacinável.

Fonte: Assessoria

Ação conjunta apreende carga de cigarros contrabandeados e mercadorias sem nota fiscal em Guajará-Mirim, RO

A carga de cigarros vinha da Bolívia e foi avaliada em R$ 550 mil.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga com mais de 100 mil maços de cigarros contrabandeados em Guajará-Mirim (RO), nesta segunda-feira (19). A ação foi realizada em conjunto com o Batalhão de Fronteira da Polícia Militar.

De acordo com os agentes, durante fiscalização, um caminhão baú foi abordado e o motorista demonstrou nervosismo incomum, o que levou os agentes a verificarem o interior do baú. No local foi encontrada uma carga de 110 mil maços vindo da Bolívia, avaliada em R$ 550 mil.

Também foram encontradas sacolas e caixas contendo desodorantes, roupas, brinquedos e bebidas sem nota fiscal.

O caminhoneiro foi preso em flagrante pelos crimes de contrabando e descaminho. Toda a mercadoria foi apreendida e entregue à delegacia da Polícia Federal no município.

Fonte; G1/RO

Dupla é detida com R$ 85 mil em espécie durante fiscalização da PRF em Guajará-Mirim

Os suspeitos alegaram que o dinheiro seria utilizado para compra de combustível na Bolívia.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), apreendeu R$ 85 mil em espécie com dois homens esta semana durante uma fiscalização na BR-425 em Guajará-Mirim (RO). Os suspeitos foram detidos.

Conforme os agentes, a abordagem a um veículo de luxo foi realizada no Km 145 da rodovia, no perímetro urbano da cidade. Dentro do carro foi encontrado um envelope grande contendo R$ 75 mil que, segundo os homens, seria utilizado para comprar óleo diesel na Bolívia. Os suspeitos também informaram que atuavam como profissionais especializados em câmbio na região de fronteira.

Os policiais ainda descobriram que os homens estavam tentando esconder outros R$ 10 mil que carregavam com eles. Os detidos foram encaminhados à Polícia Federal, assim como o dinheiro.

Conforme a PRF, no mesmo dia outra duas ocorrências foram registradas na região de fronteira pelo crime de descaminho. Mais de 5,2 mil mercadorias, entre vestuários e equipamentos eletrônicos, foram apreendidas.

Fonte: G1/RO

Polícia recupera veículo roubado no município de Guajará-Mirim

O roubo aconteceu na zona sul de Porto Velho na Estrada da Areia Branca, quando foi abordada por dois criminosos armados, que entraram na frente do seu carro.

Luan M.Q., 20 anos, foi preso por policiais do Núcleo de Inteligência (NI) do 6° BPM, após ser flagrado com um veículo HB20, que foi roubado de um jovem de 22 anos, na Estrada da Areia Branca, na Zona Sul de Porto Velho. O carro foi localizado no Município de Guajará-Mirim.

A vítima relatou aos policiais que estava transitando na Rua Nova Israel, que fica dentro da invasão conhecida como Terra Prometida, nas proximidades da Coca- Cola, na Estrada da Areia Branca, quando foi abordada por dois criminosos armados, que entraram na frente do seu carro.

No momento em que a vítima parou o veículo, um dos criminosos se aproximou da porta do motorista, ordenou que ele fosse para o banco do passageiro e assumiu a direção. Os criminosos colocaram um saco na cabeça do homem.

Ainda na invasão onde a vítima foi abordada, ele foi deixado na companhia de um dos bandidos que estava armado. O homem foi obrigado a entrar em um veículo Gol.

Ao chegar na BR-364, nas proximidades do prédio em construção da PRF, a vítima foi abandonada e acionou a Polícia.

Horas depois, policiais do Núcleo de Inteligência (NI) do 6° BPM, de Guajará-Mirim, receberam informações de que o veículo estava em uma residência, localizada no Bairro Jardim das Esmeraldas.

O carro estava estacionado na frente da casa de Luan M.Q, que ao avistar os policiais, ainda tentou correr, mas foi capturado.

Questionado, ele disse que receberia R$ 1.500 para guardar o carro roubado. O acusado recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia.

Fonte: Rondônia Agora

Suspeito de roubo em Hotel Pakaas é localizado durante Operação Hórus

Em 2013 suspeito participou de um roubo no Hotel Pakaas em Guajará-Mirim, onde várias pessoas foram feitas reféns.

Policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) de Porto Velho, que estão atuando na Operação Hórus, localizaram e prenderam o foragido Halisom da Silva Campos, no município de Guajará-Mirim.

Os agentes  já estavam investigando o criminoso, e foram até o endereço dele cumprir o mandado de busca e apreensão expedido pela justiça.

Foragido que invadiu hotel e fez reféns em 2.013 é preso durante a Operação Hórus
Polícia prende suspeito de roubo no Hotel Pakaas em Guajará-Mirim

Ao avistar os investigadores, Halisom tentou fugir, mas os agentes foram mais rápidos e capturaram o criminoso.

Os policiais informaram que Halisom participou de um roubo no Hotel Pakaas em Guajará-Mirim, onde várias pessoas foram feitas reféns. O crime ocorreu em 2013.

Dentro da casa do criminoso, os policiais encontraram duas balaclavas, muito usada por ladrões.

Questionado, ele informou aos investigadores que ainda tem 7 anos de prisão para cumprir, por isso tentou fugir do cerco policial.

Preso, ele foi encaminhado para o sistema prisional, onde ficou à disposição da justiça.

Fonte: Rondônia Agora

Operação retira famílias do “Bico do Parque” em Guajará-Mirim, RO

Cerca de 60 famílias foram retiradas, no último final de semana.

Uma ação de reintegração de posse foi realizada no último final de semana e retirou cerca de 60 famílias do “Bico do Parque”, que é a Zona de Amortecimento do Parque Estadual Guajará-Mirim. A zona de amortecimento é uma área ao redor de uma unidade de conservação para “filtrar os impactos” que ocorrem fora dela, como, poluição, invasões e avanço da ocupação humana.

A ação foi realizada pelas forças de segurança do estado com apoio da Força Nacional, as famílias retiradas planejavam uma nova invasão, segundo a polícia.

Durante o final de semana, várias árvores foram derrubadas atravessando a RO-420. Com a rodovia bloqueada em 10 pontos em quase 2 km, o tráfego ficou paralisado e os invasores retornaram ao acampamento.

Os policiais, com apoio de alguns populares, conseguiram desobstruir a rodovia e retiraram novamente as famílias do acampamento. Elas foram levadas para a escola estadual do distrito de Jacinópolis.

Fonte: G1/RO

Operação prende dono de Bar por tráfico de drogas em Guajará-Mirim.

Mandado de busca e apreensão foram expedido pela justiça, após investigação.

Policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) de Porto Velho, através da Operação Narco Brasil, prenderam um homem proprietário de um bar identificado como Hiago M. A., 27 anos, na segunda-feira (21), após ser flagrado com droga em seu estabelecimento comercial.

Após investigações, os policiais foram até o endereço do criminoso cumprir um mandado de busca e apreensão expedido pela justiça.

Dentro da cozinha do bar, os policiais encontraram um liquidificador com resquícios de cocaína, um pedaço de cocaína oxidada, maconha tipo Skank, invólucros de maconha comum, além de uma espingarda de pressão adaptada para calibre 22.

O criminoso recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a delegacia, onde ficou à disposição da justiça.

Fonte: Rondônia Agora

PF flagra suspeito transportando drogas no porto clandestino de Guajará-Mirim, RO

A droga estava afixada ao corpo dele por fita adesiva.

A Polícia Federal (PF) e Batalhão de Polícia de Fronteiras (BPFRON) prenderam em flagrante na noite de domingo (20), um suspeito de 33 anos transportando seis quilos de cocaína perto de um porto clandestino de Guajará-Mirim (RO).

Conforme a PF, o suspeito é morador de Jaru (RO) e foi até Guajará-Mirim com o propósito de atravessar a fronteira e buscar tabletes de droga na Bolívia.

Após retornar ao Brasil, o homem foi visto pelos policiais em atitude suspeita e então foi abordado pelas guarnições.

Durante revista foi localizado seis quilos de cocaína escondidos debaixo da jaqueta do homem. A droga estava afixada ao corpo dele por fita adesiva.

Após dar voz de prisão ao suspeito por tráfico, a polícia levou levou o suspeito ao presídio presídio de Guajará-Mirim, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Fonte: G1/RO

Homem de 58 anos é preso por tráfico de mercúrio em Guajará-mirim

A carga de 30 quilos apreendida chegaria a R$ 100 mil.

Agentes do Departamento de Narcóticos (Denarc), prenderam em flagrante um homem de 58 anos por contrabandear 30 kg de mercúrio em Guajará-mirim (RO). A ação foi durante a Operação Narco Brasil, na madrugada desta quarta-feira (16).

Em uma abordagem de rotina a uma caminhonete, os policiais do Departamento de Narcóticos (Denarc) constataram que um homem de 58 anos estava contrabandeando 30 kg de mercúrio. A substância seria entregue a garimpeiros da capital Porto Velho.

“Com essa apreensão, os policiais evitaram que todo esse material altamente poluente fosse despejado no Rio Madeira”, pontuou um policial.

Segundo Polícia Civil, o contrabando de mercúrio configura crime ambiental, pois a fabricação e importação desse produto é controlado pelo Ministério do Meio Ambiente e estava sendo transportado de forma ilegal.

Em média, no mercado clandestino, o quilo do produto custa R$ 3 mil reais. A carga de 30 quilos apreendida chegaria a R$ 100 mil.

Fonte: G1/RO