Hildon Chaves anuncia investimento de mais de R$ 17 milhões no bairro Igarapé

Serviços de drenagem e pavimentação vão contemplar cerca de 10 quilômetros de ruas

A comunidade esteve reunida, na noite de quarta-feira (20), com o prefeito Hildon Chaves e soube das melhorias que serão realizadas no bairro.

Durante o encontro solicitado pelos populares para a apresentação de demandas, o prefeito anunciou um pacote de obras de aproximadamente 10 quilômetros de asfalto, contemplando 19 ruas do bairro.

Antes de tudo, o prefeito explicou aos moradores que a demanda já havia sido identificada pela Prefeitura e que em 2020 chegou a licitar a obra que seria custeada com emenda federal e recursos próprios, mas o processo foi suspenso.

O pacote que tem prazo de execução de 18 meses contempla as ruas Alba, Bom Jardim, Chapada dos Parecis, Chirlene Viviane, Cristina, Elizio Brandão, Francisco Barros, Inglaterra, José Fona, Maria de Lurdes, Pablo Picasso, Santo Amaro, Vera, Ana Nery, Fabia/Rua Leda, Coelho, Machado de Assis, Panteon, Wilman e um trecho da avenida Guaporé. Estão previstos os serviços de drenagem profunda e superficial, com meio-fio e sarjeta, pavimentação e execução de passeio. A obra está prevista para iniciar no mês de maio.

“Vai ser executado o projeto e nós estamos felizes. Esperamos por muitos anos por essas melhorias, eu moro há 40 anos no bairro e estaremos acompanhando de perto, como já estamos fazendo desde o início”, comemorou Marcos Juvenicio, morador da rua Alba.

O prefeito, que estava acompanhado do vice-prefeito, Maurício Carvalho, e do secretário municipal de Obras e Pavimentação (Semob), Diego Lage, fez ainda o compromisso de executar melhorias nas demais ruas do bairro que não foram contempladas pelo projeto, a fim de entregar o serviço de forma completa. “Nos últimos 25 anos cada prefeito fez uma média de 40 quilômetros a cada mandato, nós conseguimos na primeira gestão fazer 250 quilômetros, algo que ninguém nunca fez e assim vamos continuar trabalhando”, concluiu Hildon.

Também participaram da reunião o presidente da Câmara Municipal de Porto Velho, vereador Edwilson Negreiros, vereador Carlos Damasceno, vereador Gilber, o subsecretário Geral de Governo (SGG), Devanildo Santana, e o secretário Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Sema), Alexandro Pincer.

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves prestigia inauguração de fábrica de argamassas em Porto Velho

Empreendimento promete gerar empregos e movimentar setor de construção civil

Porto Velho ganhou, oficialmente nesta terça-feira (19), um reforço na indústria de grande porte. O prefeito Hildon Chaves prestigiou a inauguração de uma fábrica de argamassas. A empresa em questão pertence a um grupo que é líder mundial em produtos para o mercado de construção civil.

A empresa, que produz argamassas industrializadas, já tem há alguns anos um Centro de Distribuição localizado no bairro Cidade Jardim, na BR-364.

Na ocasião, o prefeito demonstrou gratidão aos líderes do grupo francês por acreditar em Porto Velho. “A nossa obrigação é oferecer todas as condições para que outras empresas venham gerar empregos, renda e, sobretudo, riquezas na nossa capital. O simbolismo desta instalação é muito grande por motivar a abertura de outros negócios com muitas potencialidades”, afirmou.

O empreendimento proporciona cerca de 30 oportunidades de emprego direito e centenas de forma indireta, através dos representantes locais da marca. “Rondônia agora decolou. A cada dia estaremos ocupando o nosso local, lugar de protagonismo de direito àqueles que abraçaram e fizeram suas vidas aqui nesta terra”, acrescentou o prefeito.

PRESENÇA ESTRATÉGICA

Há nove meses no Brasil, o espanhol Javier Gimeno, é o CEO do Grupo Saint-Gobain na América Latina. Ele descreveu a importância da nova unidade industrial e logística, que vai atender a diversas cidades da região Norte. O investimento na fábrica gira em torno de R$ 20 milhões.

“Vejo nesta região um enorme potencial de desenvolvimento. A prioridade é garantir uma densa capilaridade industrial no Brasil. Isso se traduz em proximidade com nossos clientes, melhor atendimento e menor custo. Para consolidar a posição de liderança no mercado mundial da construção civil leve e sustentável, a nossa atividade precisa estar em todas as regiões, estados e grandes cidades como Porto Velho”, disse o CEO.

ESTRUTURA

De acordo com a empresa, o terreno conta com 65 mil metros quadrados. Segundo Renato Holzheim, diretor-geral na Saint-Gobain Produtos para Construção, a unidade é moderna, atualizada com todos os requisitos de segurança e sustentabilidade e alta tecnologia empregada. “Nosso segmento vive um momento positivo e de bastante crescimento e trazer essa novidade para Porto Velho é algo de extrema importância para todos nós”, acrescenta.

REGISTROS

O evento contou com a presença do vice-prefeito, Maurício Carvalho, do secretário municipal de Obras (Semob), Diego Lage, do secretário de Estado de Finanças, Luiz Fernando, e outras autoridades políticas e empresariais.

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves anuncia recomposição salarial a servidores municipais de Porto Velho

Revisão será para o quadro geral de servidores e foi aprovada nesta quarta-feira (13) na Câmara de Vereadores

Em um ato de valorização ao serviço público, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, anunciou a recomposição salarial aos servidores municipais. O projeto de Lei que contempla a revisão salarial havia sido anunciado na segunda-feira (11) e foi aprovado por unanimidade pela Câmara Municipal de Vereadores nesta quarta-feira (13).

Dessa forma, a partir de 1º de maio, Dia do Trabalhador, será aplicada a recomposição salarial para o quadro geral de servidores. A atualização será de 10,06% em cima do rendimento. Outra revisão também alcança o auxílio-alimentação dos servidores municipais que recebe atualização de R$ 330,00 para R$ 500,00. Também foi aprovado o auxílio fardamento no valor de R$ 1.200,00 para os trabalhadores lotados na Semusb, Semagric, Semob, Sema, e Semad, que ficam obrigados a utilizarem uniformes no ambiente de trabalho. O mesmo benefício será pago aos Agentes Comunitários de Saúde e Agentes de Combate a Endemias do município.

Outro ponto discutido foi o aumento percentual na remuneração de servidores efetivos da Prefeitura que hoje respondem por algum cargo comissionado. “Era uma demanda antiga. Agora, esse percentual sobe de 60% para 80% para aqueles servidores efetivos que hoje exercem algum cargo de comissão no município”, acrescentou o prefeito.

A revisão salarial vai ajudar os servidores num momento delicado da economia nacional, que enfrenta inflação e redução no poder de compra.

O prefeito agradeceu o empenho de cada vereador e enalteceu o trabalho e a importância de todos os servidores municipais. “Graças ao apoio incondicional desta Casa de Leis, o trabalho incansável dos nossos servidores e o apoio da população, nós estamos dia a dia transformando a nossa cidade em uma capital de verdade”, afirmou ao fazer uso da tribuna.

PISO DOS PROFESSORES

Hildon Chaves também anunciou a aplicação de 33,24% do piso salarial de professores com magistério da rede municipal de ensino de Porto Velho, seguindo a legislação nacional. “Esse valor vai melhor atender nossos profissionais do magistério. O valor será aplicado integralmente a partir do dia 1º de maio de 2022”, explicou.

O piso salarial da categoria é o valor mínimo que deve ser pago aos professores do magistério público da educação básica em início de carreira para a jornada de no máximo 40 horas semanais. Esse ajuste é a maior correção salarial concedida à categoria desde o surgimento da Lei do Piso, em 2008.

“O que a prefeitura está fazendo é colocar em execução os direitos basilares da educação. Essa atualização é resultado de uma gestão econômica cautelosa que vem de encontro às reivindicações da nossa área e de nossos servidores”, afirmou a secretária municipal de Educação, Gláucia Negreiros.

“A equação da máquina pública não é algo simples, mas buscamos sempre equilibrar os investimentos necessários para nossa cidade e com a devida valorização de nossos servidores”, finalizou o prefeito Hildon Chaves.

Fonte: Comdecom

Prefeito assina ordem de serviço para três obras de infraestrutura em Porto Velho

Ao todo, os recursos alcançam cerca de R$ 9 milhões.

Mais três investimentos em espaços públicos vão se tornar realidade. O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, assinou, nesta terça-feira (30), ordens de serviço para trabalhos de infraestrutura urbana da Estrada dos Periquitos, construção da Praça da Juventude e revitalização da Praça do Cohab. Ao todo, os recursos alcançam cerca de R$ 9 milhões.

A cerimônia aconteceu no auditório do Prédio do Relógio, sede da administração municipal, e reuniu, entre outras autoridades, o vice-prefeito Maurício Carvalho, o secretário municipal de Obras (Semob), Diego Lage e a deputada federal Mariana Carvalho, responsável pelas emendas parlamentares.

Segundo o prefeito, o momento dá início a uma nova fase, considerada a magnitude dos valores envolvidos. “Agradeço essas emendas da deputada Mariana, que tem sido uma parceira de Porto Velho e da população. As obras têm prazo de execução que vão de oito a 15 meses e contribuirão com muitos benefícios”, afirma.

MANDATO COLABORATIVO

Para a deputada federal, a parceria com a Prefeitura contribui para a melhoria na infraestrutura, desenvolvimento, humanização e lazer, através de obras importantes. “O nosso mandato é pautado em fazer a diferença em nossa cidade com o desenvolvimento e qualidade de vida à população e, isso, não é possível fazer sozinho. Temos o apoio de um time de pessoas, servidores e suporte de uma gestão municipal que faz acontecer”, lembrou.

COMPROMISSO

“Estas obras são a realização de um sonho, uma realização e de busca de uma cidade melhor para todos. É um avanço muito grande. A Prefeitura e a deputada têm viabilizado grandes transformações na cidade. Agradeço a todos os envolvidos neste processo que faz sair do papel essas obras estratégicas”, acrescentou o vice-prefeito, Maurício Carvalho.

DESCRIÇÃO DAS OBRAS

A principal obra que será executada é a de infraestrutura urbana da Estrada dos Periquitos, na zona Leste. No local, haverá os trabalhos de rede de drenagem, alargamento, recapeamento, passeio público, ciclovia, pista de caminhada, estacionamento e espaço para equipamentos de academia ao ar livre. O investimento atinge a marca dos R$ 6,2 milhões.

A ordem de serviço da Praça da Juventude, no bairro Mariana, tem o investimento de mais de R$ 1,6 milhão. O projeto prevê a construção de quadra poliesportiva, campo de futebol, quadra de areia, playground, pista de caminhada, quiosques, pergolados, mesas de jogos, pista de skate e academia ao ar livre.

Já as obras na Praça do Cohab, prevê a construção de campo com grama sintética, playground, pergolado, quiosques, mesas de jogos, mesas de convivência e pista de caminhada. Valor do convênio é de aproximadamente R$ 846 mil.

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves assina Projeto de Lei Orçamentária para 2022

Documento será encaminhado ao Legislativo Municipal

O Prefeito de Porto Velho Hildon Chaves assinou, na quinta-feira (28), o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022. O documento agora segue para a Câmara Municipal.

Na prática, o projeto detalha o exercício financeiro do Município para o ano que vem e trata, sobretudo, da distribuição e fixação das despesas com os serviços públicos.

O projeto é estruturado obedecendo a metodologia desenvolvida pela Prefeitura durante o processo de elaboração do Plano Plurianual (PPA) de 2022-2025, que integra as ações do atual plano de governo e os planos setoriais, como saúde, educação e assistência social.

O objetivo é adequar a proposta orçamentária às políticas públicas do Município. O documento agora será submetido à análise e votação pelos vereadores da capital.

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves defende a importância de projetos de sustentabilidade na Amazônia

Porto Velho recepcionou conselheiros e demais autoridades

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, participou na quinta-feira (21) da 300ª Reunião Ordinária do Conselho de Administração (CAS) da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). O encontro analisou 31 projetos industriais e de serviços, os quais preveem investimentos totais de R$ 7,95 bilhões na região Norte.

Três anos após a última reunião presencial, Porto Velho recepcionou conselheiros e demais autoridades. Hildon Chaves defendeu uma aproximação com a autarquia vinculada ao Ministério da Economia, para que possa atender de forma equivalente Rondônia, Roraima, Acre e Amapá, além do próprio Amazonas.

“Esperamos por mais fomento à economia local, contribuindo para que favoreça a geração de emprego e renda aos estados da Amazônia. Com essa aproximação, aumentamos as possibilidades de financiamentos às empresas e, desta forma, há a ampliação de novos negócios na nossa região, sobretudo, de Porto Velho”, contribuiu.

O prefeito da capital ainda lembrou que a indústria brasileira se posiciona em prol da sustentabilidade e o mundo cobra posicionamentos mais efetivos quanto à temática. “A Suframa tem um papel importantíssimo nisso. Nós brasileiros precisamos, principalmente quem tem alguma parcela de responsabilidade, ter a obrigação de ajudar neste reposicionamento necessário do Brasil”, citou.

Hildon lembrou ainda que a retomada das reuniões do CAS de forma presencial contribui no conhecimento das potencialidades e fragilidades existentes na Amazônia.

Para o superintendente da Suframa, Algacir Polsin, há uma busca diária por resultados práticos das demandas da classe empresarial, principalmente após uma temporada de dificuldades em virtude do período pandêmico. “Tudo o que vem acontecendo é fruto de medidas muito acertadas, apesar das dificuldades enfrentadas”, citou.

Na ocasião, Polsin defendeu a necessidade frequente de estruturação de novas cadeias produtivas e o apoio ao ecossistema regional de pesquisa, desenvolvimento e inovação junto a Associação de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei). “Com isso, será possível identificar e avaliar a execução de projetos de desenvolvimento de forma integrar a região toda de forma sinérgica e permanente”, acrescentou o superintendente dizendo que o ano de 2021 ainda é muito promissor.

Durante os sete primeiros meses deste ano, o polo industrial de Manaus (AM) registrou um crescimento de 52% em relação ao ano passado. O faturamento foi de R$ 87 milhões e, junto com isso, vem a elevação das oportunidades de emprego, registrados em 12%, mesmo durante a pandemia. A média é 102 mil empregos gerados a partir de políticas econômicas e mudanças de hábitos da população e da classe empresarial. Os dados são da Suframa.

Enquanto isso, a aprovação da pauta em Porto Velho representa, ao longo dos próximos três anos, a geração de 1.409 novas oportunidades de trabalho na área de atuação da Suframa.

REGISTROS

A presidência da reunião foi do secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos Da Costa. A reunião contou com a presença do governador do Amazonas, Wilson Lima, do governador de Rondônia, Marcos Rocha, prefeitos de outras cidades e de representantes de órgãos governamentais, dirigentes de entidades de classe e parlamentares.

SERVIÇO

A íntegra da reunião, ocorrida na forma híbrida, poderá ser acompanhada pelo Canal da Suframa no YouTube.



Fonte: Comdecom

Hildon Chaves e Maurício Carvalho prestigiam evento de reconhecimento aos educadores

Porto Velho conta em seu quadro de pessoal um total de 5.400 trabalhadores de Educação

O dia foi de comemoração para os professores da rede municipal
O dia foi de comemoração para os professores da rede municipal



Após prestigiar o drive-thru em homenagem aos professores, o prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, e o vice-prefeito Maurício Carvalho, estiveram num bate-papo com café da manhã àqueles que dedicam a sua vida à arte de educar. A ação aconteceu no pátio da Secretaria de Educação (Semed) com momento de integração e sorteio de brindes.

Ao se pronunciar durante o evento, Hildon Chaves destacou que a Semed tem uma estrutura grandiosa e com um orçamento semelhante ao segundo maior município de Rondônia para atender 45 mil pequenos cidadãos e cidadãs na rede. “Todos os servidores passam por problemas, alegrias e tristezas, incertezas, decepções, tensões e inspirações. Ao falar de Educação, tenho certeza de quem vive de Educação é porque é apaixonado por ela, escolheram serem educadores e fazem com amor”, disse.

“Vocês [professores] dedicaram, dedicam e continuarão dedicando a vida de vocês a mais nobre missão: educar as nossas crianças. Tudo passa pela Educação e não existe regime democrático e estado de direito sem ela, ela é cidadania e construção de pessoas éticas, responsáveis e comprometidas com a coletividade”, acrescentou o prefeito.

SATISFAÇÃO E REALIZAÇÃO

De acordo com a secretária titular da Semed, Gláucia Negreiros, o ano de 2021 é comemorado ainda mais a data do dia 15 de outubro, o Dia do Professor, levando em consideração a satisfação de todas as ações e reinvenção feitas durante a pandemia, após a suspensão das aulas presenciais.

“Os professores de Porto Velho fizeram acontecer e levaram a educação às casas das nossas crianças. Conseguimos alcançar 93% dos nossos alunos de forma remota. Essa evidência só foi possível pela dedicação de cada um de vocês que estão no chão de nossas escolas e daqueles que estão atuando na sede de nossa Secretaria, conduzindo as políticas públicas à educação porto-velhense”, disse Gláucia.

A secretária ainda fez questão de lembrar que, infelizmente, durante essa fase muitas vidas foram perdidas, de amigos, familiares e pessoas que dedicavam a vida à educação. “Deus nos fez forte e acordar todos os dias com a vontade de fazer a diferença, mesmo que no formato a distância. Estamos aqui para celebrar com vocês e sintam-se cada vez mais acolhidos na nossa rede”, completou.

GRATIDÃO

Já o secretário-adjunto da Semed, Basílio Leandro, demonstrou a sua gratidão aos professores e profissionais da educação. “Não existe um profissional que tenha passado pelas mãos de um professor. Cada um tem o nosso respeito e admiração. Que Deus proteja cada uma de nossas famílias aqui representadas e nossos alunos para que consigamos continuar no caminho do desenvolvimento”.

LEALDADE AO COMPROMISSO

Com experiência no setor educacional privado, Maurício Carvalho diz saber da importância de um professor. Ele fez questão de agradecer a todos pela dedicação e lealdade ao compromisso assumido de formar cidadãos. “Se hoje faço parte da vida pública é porque um professor me ensinou o caminho correto de onde ir e como chegar”, lembrou.

Maurício também ressaltou outro aspecto dos desafios trazidos pela pandemia, diante das perdas que os alunos tiveram neste período: “Eles estão dependendo cada dia mais e precisando de carinho, educação e amor”, acrescentou o vice-prefeito.

DADOS

De acordo com a Prefeitura de Porto Velho, atualmente o município conta em seu quadro de pessoal um total de 5.400 trabalhadores de educação, sendo 3.300 professores.

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves anuncia estudo para universalização do fornecimento de água tratada e esgotamento sanitário em Porto Velho

O anúncio foi dado nesta quinta-feira durante coletiva de imprensa.

Porto Velho será atendida com os serviços de água tratada e esgotamento sanitário
Porto Velho será atendida com os serviços de água tratada e esgotamento sanitário



Em um dia histórico, o Prefeito Hildon Chaves anunciou, na quinta-feira (30), a escolha do melhor estudo técnico, econômico-financeiro e jurídico para atender o município de Porto Velho com os serviços de água tratada e esgotamento sanitário.

Em coletiva à imprensa, com transmissão ao vivo nas redes sociais, o prefeito anunciou o estudo apresentado pela empresa BRK Ambiental como o melhor modelo para atender as necessidades do município (sede e distritos). “Hoje nós damos um passo importante para a promoção do saneamento básico em Porto Velho. Não podemos permitir mais que a nossa população sofra e adoeça com um problema histórico que é falta de água e esgoto na capital”, afirmou o prefeito.

PRIORIDADE DA GESTÃO

O fornecimento de água tratada e esgoto sanitário para Porto Velho e distritos sempre foi uma prioridade e bandeira levantada desde o primeiro ano da atual gestão. Segundo o secretário-executivo do Conselho Gestor de Parceria Público-Privado, Márcio Freitas Martins, em 2018 a Prefeitura lançou o edital do Procedimento de Manifestação de Interesse PMI nº 001/2018 para que interessados elaborassem os estudos para atender as necessidades de Porto Velho no que diz respeito ao fornecimento de água tratada e esgotamento sanitário.

As três maiores empresas do setor na América Latina se interessaram e cada uma delas elaborou e apresentou seu projeto.

Ainda de acordo com Márcio Freitas, quando foi lançado o Procedimento de Manifestação de Interesse (PMI) nº 001/2018, foram estabelecidos todos os critérios técnicos, os quais serviram de base para avaliação dos estudos apresentados pelas empresas autorizadas. Também foram feitas considerações posteriores com o objetivo de atender ao novo Plano Municipal de Saneamento Básico de Porto Velho e o Novo Marco Legal do Saneamento (LEI Nº 14.026, DE 15 DE JULHO DE 2020).

As propostas foram analisadas por técnicos do Conselho Gestor de Parceria Público Privado (PPP), considerando os aspectos jurídicos, econômico-financeiro e técnicos, que em conformidade com as disposições do edital apresentaram as pontuações das empresas participantes.

“Nesse contexto foi escolhido o estudo que melhor vai atender as necessidades do município, levando saúde, qualidade de vida e desenvolvimento para a sociedade porto-velhense”, explica Márcio Martins, secretário-executivo do Conselho Gestor de PPP.

PRÓXIMOS PASSOS

O estudo escolhido agora será disponibilizado nas plataformas da Prefeitura, ficando à disposição da sociedade. Além disso, serão realizadas audiências públicas com objetivo de assegurar a participação social, onde serão esclarecidas as questões técnicas, econômicas, financeiras e sociais envolvidas, garantindo a participação através de sugestões e questionamentos, inclusive com a participação dos órgãos de Controle e os interessados em participar do futuro processo licitatório.

“Após as audiências públicas realizadas, os estudos permanecerão em análises por, pelo menos, mais 30 dias, para que as pessoas possam se manifestar, tanto as que participaram quanto as que não participaram das audiências públicas, para que ofereçam sugestões”, explica Márcio Freitas.

O secretário-executivo acrescenta que todas as sugestões daquilo que for possível alterar nos estudos serão inseridas no edital de licitação, que logo após os trâmites legais necessários, será publicado para que aconteça efetivamente o processo licitatório. A previsão do Município é de que a licitação ocorra logo nos primeiros meses de 2022.

PROPOSTA

A estimativa, de acordo com o estudo, é de que em quatro anos o abastecimento de água tratada chegue a 68% da população da capital. Já no prazo de dez anos, o serviço deve alcançar 95% dos lares da cidade. No esgotamento sanitário, a estimativa é de que o serviço chegue a 13% em quatro anos, 51% em dez anos e 95% em 20 anos. A proposta é de que a implantação dos serviços ocorra de forma progressiva.

O investimento privado, segundo o prefeito, está na ordem de R$ 2,5 bilhões. “A Prefeitura de Porto Velho não gastará um centavo na implantação do serviço. Essa parceria público-privada também vai permitir que os moradores continuem a pagar a mesma tarifa aplicada hoje pela empresa pública que executa o serviço na capital”, explica.

O prazo de concessão do serviço será de 30 anos com outorga mínima de R$ 120 milhões. O valor é uma contrapartida diante do uso ou interferência de recursos hídricos pela empresa outorgada. “A estimativa, dadas as proporções, seria de R$ 400 a R$ 650 milhões a Porto Velho. Valor que poderá ser utilizado no investimento de outras áreas prioritárias do Município”, afirma o prefeito.

PROBLEMA HISTÓRICO

Segundo dados divulgados em 2020 pelo Instituto Trata Brasil, a partir do SNIS- Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento (2019), Porto Velho está na 98ª posição do ranking que avalia a qualidade do saneamento básico nas 100 maiores cidades do país.

Fonte: Comdecom

Hildon Chaves participa do evento de mil dias dos governos Federal e Estadual

Solenidade contou com a entrega de ações de monitoramento ambiental

O prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves, participou na quarta-feira (29), na sede do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia (Cesipam), do evento de mil dias dos governos Federal e Estadual. Na ocasião, ocorreu a entrega e inauguração de três ações de monitoramento ambiental.

Com a presença do Ministro da Defesa, Walter Braga Netto, durante a solenidade foram entregues o Painel de Fogo, o Inventário Florestal do Estado (Mapa), além da inauguração do Centro Integrado de Comando Regional.

Segundo o prefeito, as novas tecnologias e ações conjuntas dos órgãos de monitoramento ambiental serão de grande ajuda nos esforços do município no combate às queimadas.

“São três importantes iniciativas que vão beneficiar a população. Uma capital da extensão de Porto Velho será, com certeza, beneficiada pelas novas ferramentas e ações coordenadas do Sipam e parceiros”, afirmou.

O evento contou, ainda, com a presença do vice-prefeito Maurício Carvalho, do governador do Estado de Rondônia, Marcos Rocha, parlamentares e de membros das Forças Armadas.

%d blogueiros gostam disto: