Emater incentiva pequenos produtores rurais na produção de capiaçu em RO

O capiaçu é um alimento rico em nutriente e de baixo custo ao produtor

No campo experimental do Centrer as mudas são fornecidas gratuitamente

Com rico valor nutricional e menor custo ao produtor rural, a variedade do capim-elefante, (o capiaçu), é uma alternativa à alimentação bovina, particularmente na forma de silagem ou picado verde. A variedade pode ser retirada gratuitamente no campo experimental do Centro de Treinamento da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural (Centrer-Emater), em Ouro Preto do Oeste.

Estudos da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) sobre o capiaçu – resultado de clonagem de outras espécies do capim-elefante a partir da década de 1980 – demonstraram que a variedade clonada tem rendimento melhor e a produção é de custo mais baixo ao produtor.

A espécie produz 50 toneladas ao ano por hectare, desde que os cuidados de manejos sejam respeitados. O capiaçu pode chegar até quatro metros de altura, porém, a partir 1,80 metro já pode ser colhido para o preparo de silagem ou alimentação “in natura”. A planta é susceptível a ataques de praga, como a cigarrinha, por exemplo.

“É uma variedade de alta produtividade hectare e pode alimentar até 45 animais. A planta deve ser adubada com fósforo no início do plantio e, no decorrer do desenvolvimento, com potássio e nitrogênio”, ensina a extensionista Lília Barbosa, da Emater de Ouro Preto do Oeste.

O capiaçu é excelente matéria-prima para produção alimentícia bovina, especialmente no longo período da seca em Rondônia. “É um capim bem resistente e capaz de preservar por mais tempo os nutrientes necessários para o gado, tanto leiteiro, quanto ao de corte”, ressalta Lilian Barbosa.

No campo experimental do Centrer, o capiaçu está sendo cultivado numa área de 2.500 metros quadrados, uma parceria do órgão estadual com o Instituto Federal de Rondônia (Ifro – campus de Colorado do Oeste). O objetivo é servir para o acompanhamento dos estudantes e fornecer mudas de alta qualidade ao pequeno produtor.

“O foco da Emater, é ofertar o melhor para o produtor rural em todas as áreas do setor produtivo. No caso do capiaçu, auxiliar aos estudantes do Ifro. O capiaçu é um desses recursos para o fortalecimento da pecuária de corte e leiteira”, pontuou a administradora do Centrer, Karina Bachiega.

Fonte: Emater-RO

Carreta de prêmios do 5º Concafé pecorre em RO

O objetivo é que possa incentivar a participação de cafeicultores dos municípios no concurso.

A carreta de prêmios que serão distribuídos durante a quinta edição do Concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia (5° Concafé) deu uma pequena demonstração da magnitude do evento criado para valorizar o café rondoniense.

Neste ano, o Concafé conta com a maior premiação da história e a carreta de prêmios percorrerá diversos municípios do Estado com o objetivo de chamar a atenção dos cafeicultores, para que participem de mais uma edição do evento, que premiará os campeões nas categorias “Qualidade de Bebida” e “Sustentabilidade”. O trabalho tem o apoio da Câmara Setorial do Café, Associação dos Cafeicultores da Região das Matas de Rondônia (Caferon), Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Federação da Agricultura e Pecuária (Faperon) e Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).

Serão quase R$ 300 mil em prêmios, incluindo um trator cafeeiro cabinado, para o ganhador na primeira categoria, e uma secadora de café, para o cafeicultor que garantir as melhores práticas sustentáveis em sua produção. Além disso, serão premiados com R$ 30 mil, em dinheiro e crédito, o segundo lugar na categoria “Qualidade da Bebida”, R$ 15 mil em crédito para o terceiro e R$ 10 mil em crédito para o quarto lugar.

“Nós queremos que os cafeicultores participem do Concafé, que tem como objetivo alavancar ainda mais a atividade no Estado. Queremos mostrar a qualidade que o café rondoniense tem e valorizar os nossos cafeicultores. Rondônia já é destaque no café e queremos fortalecer ainda mais a nossa cafeicultura”, destacou Janderson Dalazen, engenheiro agrônomo e técnico da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater).

É por esse objetivo, divulgar o maior concurso de Qualidade e Sustentabilidade do Café de Rondônia, que nesta terça-feira (18), a Carreta de Prêmios também percorre os municípios de Rolim de Moura, Alto Alegre dos Parecis, Alta Floresta D’Oeste, Nova Brasilândia e Novo Horizonte. Ao longo da semana, a carreta de prêmios deve passar ainda pelos municípios de São Miguel do Guaporé, Alvorada D’Oeste, Presidente Médici, Ji-Paraná, Ouro Preto D’Oeste, Jaru, Ariquemes, Itapuã D’Oeste e Porto Velho.

Vale ressaltar, que devido à pandemia do novo coronavírus, a carreta está percorrendo um trajeto já estabelecido dentro dos municípios, sem nenhum tipo de parada, para evitar aglomerações. As inscrições para o 5º Concafé encerram dia 21 de agosto e esta ação é uma forma de incentivar ainda mais os cafeicultores a acreditar no concurso, além de destacar a importância da produção de café no Estado.

RECONHECIMENTO

Em 2019, a agricultura familiar foi muito bem representada no Concafé, com a família Bento, de Cacoal. Ronaldo Bento foi o grande campeão na categoria “Sustentabilidade” e seu irmão Dione Mendes Bento foi o vice campeão na mesma categoria.

“Pra nós, que somos da agricultura familiar, temos muito que agradecer a Deus por este concurso que está acontecendo no Estado. É uma grande alegria. O concurso mudou 90% das nossas vidas nos últimos anos, trazendo mais experiência, relevância e aprendizagem. Se torna ainda uma grande oportunidade de transmissão de conhecimento entre nós cafeicultores. Para a nossa família foi de grande importância. Todos os cafeicultores deveriam participar, é um grande reconhecimento e oportunidade que o Governo do Estado traz para nós produtores de café”, destacou Ronaldo Bento.

Fonte: Emater

Setic realiza videoconferências para incentivar a comunicação interna entre os servidores de Rondônia

O evento contou com o palestrante profissional André Baltieri.

A Superintendência Estadual de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), realizou nesta semana uma palestra com o tema “Arquiteturas e Aplicações Modernas: Do Monolítico aos Microsserviços”. O evento teve como palestrante o profissional André Baltieri, referência internacional em desenvolvimento .NET Core e Flutter. O encontro tem intuito de trocas de experiências e melhorar a comunicação interna entre os servidores.

Com o nome denominado de Sixfire, o evento foi criado pela Gerência de Desenvolvimento (Gdev) da Setic, onde é realizada uma vez por semana, todas as sextas-feiras, com duração de uma hora. Cada encontro, um time é responsável em fazer uma programação e levar um convidado para motivar a videoconferência e interagir com trocas de conhecimentos.

Essa iniciativa iniciou em setembro de 2019 e tem como objetivo incentivar a comunicação interna, apresentar suas rotinas, projetos, compartilhar ideias e nivelar os conhecimentos adquiridos.

De acordo com a Gerência de Desenvolvimento, a Sixfire tem o intuito de fomentar a cultura organizacional da gerência da Setic e tornar um momento único, divertido e de troca de experiência entre as equipes.

Participaram do Sixfire todos os profissionais da área de desenvolvimento de sistemas (analistas e programadores) e adeptos à tecnologia “Net Core” da Setic. O público externo assistiu ao vivo no Facebook oficial da Setic .

Fonte: Setic

TSE lança campanha para incentivar mais jovens pelo interesse na política

Com o mote “Eu na Prefeitura, Eu na Câmara”, iniciativa busca estimular esses eleitores a participarem da vida pública, expondo ideias e propostas de melhorias para a sua cidade

Campanha do TSE

A participação dos jovens na vida pública é um dos fatores que contribuem para fortalecer a democracia e aumentar a riqueza dos debates sobre os desafios e problemas nacionais. Pensando nisso, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lança nesta segunda-feira (22), com foco nas Eleições Municipais 2020, a campanha digital “Eu na Prefeitura, Eu na Câmara”. A iniciativa tem o objetivo de incentivar o público jovem a participar ainda mais das discussões políticas da sua cidade, bem como de alertar esses eleitores sobre a importância do voto consciente.

Como as #Eleições2020 estão se aproximando e, com elas, surgem várias ideias e propostas, inclusive dos mais jovens, se você tem entre 16 e 25 anos, participe ativamente da campanha, gravando um vídeo (na horizontal) de no máximo 30 segundos, respondendo às seguintes perguntas: O que não funciona na sua cidade? E o que você faria se fosse eleito vereador(a) ou prefeito(a) para mudar isso? O vídeo deve ser enviado para o endereço tse.jus.br/eu-na-prefeitura-eu-na-camara de 22 de junho a 3 de julho.

Na opinião do presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a classe política precisa da renovação que os jovens e as mulheres podem trazer. “Em minha trajetória como professor de Direito, vi poucos alunos com o ideal de mudar o mundo a partir da política. Precisamos deles para fazer isso acontecer”, disse Barroso em seu discurso de posse na Presidência da Corte, ao explicar que esses são dois dos grandes objetivos de sua gestão.

Hoje, o Brasil conta com 1.310.194 jovens eleitores com voto facultativo (16 e 17 anos). Vamos ajudar a aumentar a presença do jovem na política? Participe da campanha!

FONTE: Assessoria TSE

%d blogueiros gostam disto: