Ipem fiscaliza venda de gás em Alta Floresta d’Oeste

Agentes também vistoriaram empresas de materiais de construção.

O Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem) realizou durante uma semana fiscalização em empresas que comercializam materiais de construção e venda de gás na cidade de Alta Floresta d’Oeste. O objetivo da ação é garantir que o consumidor possa adquirir os produtos de acordo com as especificações contidas na embalagem.

Os produtos de material de construção foram analisados de acordo com a Portaria 248/2008, o qual avalia a indicação de massa e volume até 25 kg ou litros, como: argamassa (até 20 kg), pregos, rejuntes, dentre outros.

Já a venda de gás foi analisada de acordo com a Portaria 225/2009, a qual estabelece critérios para o exame de determinação quantitativa do conteúdo efetivo do produto.

De acordo com o presidente do Ipem, Aziz Rahal Neto, as ações estão sendo intensificadas em todo Estado para coibir a venda de produtos com irregularidades. “O governador, coronel Marcos Rocha, vem dando total atenção a esse ponto para que a população possa ter a devida segurança no ato da compra de produtos, seguindo as normas do [Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia] Inmetro, e também de acordo com suas devidas especificações”, pontuou Aziz.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou através do telefone 0800 647 2777.

Empresas de extintores e supermercados são alvo de fiscalização do Ipem em Rondônia

A equipe do Ipem está realizando também a inspeção de produtos em prateleiras de supermercados no município de Pimenta Bueno.

Os trabalhos de vistoria do Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem), foram retomados em 2021 com vistoria de concessão para empresas de extintores instaladas no interior do Estado. A equipe do Ipem está realizando também a inspeção de produtos em prateleiras de supermercados no município de Pimenta Bueno.

Na vistoria de concessão para empresas de extintores são aplicadas duas portarias do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). A 206/2011 diz respeito à aprovação de revisão dos requisitos de avaliação da conformidade para inspeção técnica e manutenção de extintores de incêndio. Já a 480/2013, tem a finalidade de aprovar o aperfeiçoamento dos requisitos gerais para declaração da conformidade do fornecedor de serviços.

Também foi realizada a conferência de produtos nas prateleiras dos supermercados com a intenção de verificar se os produtos estão seguindo as especificações contidas em suas respectivas embalagens. “Estamos retomando as visitas ao interior, já começando os trabalhos de 2021 em sua etapa inicial. O objetivo é o combate às irregularidades, com o intuito de proteger o cidadão e também, quem comercializa os produtos seguindo as normas do Inmetro”, destacou o presidente do Ipem, Aziz Rahal Neto.

As fiscalizações do Instituto cumprem os requisitos de segurança contra a Covid-19, mantendo o distanciamento necessário, o uso de máscara de proteção e álcool gel, cuidando assim, tanto dos servidores do Ipem quanto das pessoas envolvidas no processo.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou pelo telefone (69) 98479-9055.

Fonte: Ipem

Ipem realiza sanitização nas instalações para prevenção da Covid-19 em RO

Sanitização do local foi realizada com pulverização de quaternário de amônio nas superfícies

O Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem) tem promovido ações preventivas em suas dependências, durante a pandemia da Covid-19. A ação visa evitar a disseminação do vírus e garantir a prevenção aos servidores públicos do órgão.

A sanitização do local foi realizada com pulverização de quaternário de amônio das superfícies, mobiliário, maçanetas e corrimãos, reforçando o comprometimento no cuidado com os servidores e aplicando com agilidade as medidas de prevenção.

Para atendimento do público no Ipem, é obrigatório o agendamento, além da utilização de máscara e aferição da temperatura. Nos corredores do órgão também foram instalados dispensadores com álcool em gel para a correta higienização das mãos.

Alguns servidores do Ipem estão atuando em home office, em conformidade com o decreto governamental, utilizando escala de revezamento.

Segundo o presidente do Ipem, Aziz Rahal Neto, o objetivo é reduzir o número de pessoas e coibir aglomerações no local. “Diariamente recebemos visitas de motoristas de táxis e de caminhões para a aferição dos veículos. Estamos seguindo o decreto do governador, Marcos Rocha, com o intuito de reduzir a circulação de pessoas, sem interromper a prestação de serviço público para a sociedade”, pontuou Aziz.

Fonte: Ipem-RO

Casa do Ancião recebe doações de alimentos natalinos em Porto Velho

A ação faz parte de uma parceria entre Ipem e Seas.

Uma parceria entre o Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia (Ipem-RO) e a Secretaria de Estado de Assistência e do Desenvolvimento Social (Seas) beneficiou a Casa do Ancião São Vicente de Paula com a doação de produtos de alimentos natalinos.

As doações foram entregues ao representante da Seas, Erlei Carneiro, nesta segunda-feira (21), na sede do Ipem-RO. Ele destacou que a parceria contribui para as ações da Secretaria, que é auxiliar a manter os serviços oferecidos no local.

“Precisamos ter consciência de ajudar o próximo e é importante termos esse canal para a doação direta a quem realmente precisa. É essencial o trabalho executado pela secretária e primeira-dama Luana Rocha, que tem fortalecido o socioassistencial no Estado, refletindo em melhores resultados para a sociedade”, pontuou o presidente do Ipem-RO, Aziz Rahal Neto.

Os materiais repassados para a Seas são oriundos das ações de fiscalização executadas pelo Ipem-RO em todo Estado, que busca conferir a quantidade, metragem, dentre outras características importantes. Para a fiscalização, os produtos são recolhidos do comércio e estando em conformidade podem ser devolvidos para os empresários, que optam por abrir mão para contribuir nas doações sociais.

A Casa do Ancião São Vicente de Paula é um instituto estadual de longa permanência para abrigar os idosos a partir de 60 anos que passam por abandono ou maus-tratos.

Fonte: Ipem

Ipem alerta consumidores na compra de presentes para o Dia das Crianças em RO

De acordo com o Instituto de Peso e Medida, os brinquedos fabricados devem obedecer às normas de segurança.

O Instituto de Pesos e Medidas de Rondônia chama a atenção de pais e responsáveis para o ato da compra de brinquedos no período de Dia das Crianças, comemorado no dia 12 de Outubro. A ação visa priorizar a segurança e a saúde das crianças.

Uma das recomendações do Ipem-RO para os pais e familiares é a conferência se o produto está ou não certificado com o selo do Inmetro com logo do organismo certificador. “Caso não contenha o selo, os produtos não podem ser comercializados, visto que são brinquedos que podem colocar em risco a saúde e a segurança das crianças”, pontuou o presidente do Instituto, Aziz Rahal Neto.

De acordo com o diretor técnico do Ipem-RO, Igor Argento, os brinquedos fabricados sem obedecer às normas de segurança podem conter, dentre suas características: uma tinta imprópria, ou mesmo possuir componentes que contaminariam o organismo da criança quando estiver brincando. Além disso, partes cortantes podem causar ferimentos, brinquedos sem a certificação podem propagar chamas, ou emitir ruídos exagerados, e devem ser evitados.

Além do selo de verificação, os pais também devem ficar atentos à faixa etária a qual o brinquedo é destinado, observando as indicações e instruções na embalagem do produto.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade em produtos à venda nos supermercados pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou ainda pelo telefone (69) 98479-9055 (via Whatssap).

Fonte: Ipem

Ipem orienta consumidores a denunciarem suspeitas de irregularidades em produtos alimentícios em RO

Nesta semana os alvos dos fiscais do Instituto de pesagem e medidas foram os molhos pimenta expostos em supermercados.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade em produtos à venda nos supermercados pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou ainda pelo telefone (69) 98479-9055 (via WhatsApp). O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia (Ipem-RO) segue desenvolvendo uma série de perícias laboratoriais para constatar essas irregularidades.

O alvo da vistoria desta semana foram os molhos de pimenta expostos em supermercados. Conforme a equipe de pré-medidos, dentro dos pacotes não havia a quantidade expressa nas embalagens. Agora, a indústria acionada tem até dez dias para recorrer junto ao órgão.

Empresa terá dez dias para apresentar sua defesa junto ao jurídico do Ipem

No primeiro lote, o produto foi reprovado na avaliação individual, onde cinco unidades ficaram abaixo dos 900 ml. “Todas as unidades estavam lacradas e mesmo assim teve uma unidade com 864 ml na conferência.  É possível que tenha sido erro de envase na indústria”, destacou Elli Maus, metrologista do Ipem.

Já no segundo lote foi analisado outro modelo de pimenta e todos estiveram abaixo de 900 ml, o qual foi reprovado na avaliação da média de pesagem do produto. “Nenhum deles deu acima da indicação. Não checaram a massa específica do produto. É possível que tenham trabalhado com a mesma especificação do primeiro produto, porém a composição química é diferente”, pontuou a metrologista.

Fonte: Ipem

Perícia do Ipem reprova itens da cesta básica em RO

Duas marcas de feijão foram avaliadas e reprovadas pelo órgão.

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia (Ipem-RO) realizou perícia laboratorial para a verificação oficial em produtos que integram a cesta básica. Duas marcas de feijão foram avaliadas e reprovadas pelo órgão.

No primeiro lote, o produto foi reprovado através da média de peso apresentada na pesagem. Já o segundo lote foi reprovado tanto na média quanto no individual, de acordo com a Portaria Inmetro 248/2008. “O segundo produto apresentou maior irregularidade onde de 13 unidades apenas duas tinham peso superior a 1 kg e uma chegou a pesar a 978g em uma unidade”, destacou a metrologista do Ipem-RO, Elli Maus.

Ainda de acordo com a metrologista, o peso da embalagem tem que ser desconsiderado no peso final do produto.

“Cada embalagem tem de 5 a 6 g e um produto desse tem que pesar em média com a embalagem até 1,010 kg”, acrescentou.

As empresas foram notificadas e terão dez dias para apresentar suas defesas junto ao jurídico do Ipem-RO em virtude da constatação da irregularidade na pesagem dos produtos.

Fonte: Ipem

Ipem fiscaliza pesagem de produtos em supermercados na capital

Segundo os agentes de fiscais, três supermercados vistoriados ocorreram irregularidades.

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia (Ipem) mantém a rotina de fiscalização em supermercados da cidade de Porto Velho. Nos últimos dias foram realizadas três visitas em estabelecimentos que apresentaram irregularidades na pesagem.

O objetivo da fiscalização é a verificação do quantitativo dos produtos expostos ao consumidor no comércio dentro das normas estabelecidas por legislação específica, determinada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Metrologia (Inmetro), além de garantir que o consumidor não seja lesado no ato da compra.

Fiscais cumprem todos os requisitos de segurança contra a Covid-19,

“Este é o trabalho que o Ipem realiza em nome de todos os consumidores e comerciantes diariamente em todo o Estado, como o órgão que representa o Inmetro em Rondônia. O produto é  pesado no estabelecimento comercial e se tiver suspeita é enviado ao laboratório do Instituto, onde o fabricante é convidado para constatação da falta de produto”, frisou a metrologista Elli Maus.

De acordo com Elli Maus, a embalagem não pode acrescentar o peso do produto. “O produto é embalado e pesado sem o acompanhamento do consumidor, ou seja, é um produto pré-embalado, que o Ipem busca fiscalizar em postos de comercialização desse produto em todo o Estado de Rondônia pelos agentes de fiscalização. Fique atento, quando adquirir um produto, leia a embalagem, pese na balança do estabelecimento, você tem esse direito”, destacou a metrologista.

As fiscalizações do Ipem cumprem todos os requisitos de segurança contra a Covid-19, mantendo o distanciamento necessário, uso de máscara de proteção e álcool gel, cuidando assim, tanto dos servidores do Instituto quanto das pessoas envolvidas no processo.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade em produtos à venda nos supermercados pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou ainda pelos telefones (69) 98479-9055 e/ou 0800 647 2777.

Fonte: Ipem

Ipem fiscaliza bombas de combustíveis, em Postos na capital

De acordo com o Instituto, medidores devem apresentar o lacre do Inmetro e o selo de verificação do ano.

O Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia (Ipem-RO) segue realizando ações de fiscalização contínuas em postos de combustíveis de Porto Velho. O objetivo da ação é conferir se o volume de gasolina, álcool e diesel, registrado nas bombas de combustíveis, correspondem ao volume entregue ao consumidor.

“A intenção é garantir que os instrumentos estejam de maneira adequada e que o consumidor pague o que realmente esteja comprando. Com essa fiscalização garantimos também que a concorrência seja justa entre os postos de combustíveis”, pontuou o diretor técnico do Ipem, Igor Argento.

Vale ressaltar que os medidores devem apresentar o lacre do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e o selo de verificação do ano subsequente ao atual. Importante lembrar, que o consumidor tem direito de solicitar ao frentista a checagem do volume de combustível e verificar se está sendo lesado.

O consumidor que encontrar ou suspeitar de alguma irregularidade no posto de combustível pode relatar o ocorrido à Ouvidoria do Ipem-RO, pelo e-mail ouvidor@ipem.ro.gov.br ou pelo telefone 0800 647 2777.

Fonte: Ipem

Ipem de Rondônia apresenta novo sistema de rastreamento de Veículos

Com o novo sistema implantado o instituto garante mais segurança e economia à frota.

O Instituto de Pesos e Medidas (Ipem) realizou, na segunda-feira (27), reunião para conhecer todo o sistema de rastreamento de veículos que será implantado no órgão.

Como o próprio nome sugere, essa é uma alternativa simples e eficaz para monitorar o deslocamento das unidades de uma frota. Para além da necessidade e importância em conhecer a localização dos veículos, o rastreamento é uma ferramenta fundamental para refinar a tomada de decisão dos gestores, que ganham maior controle sobre os prazos de entrega.

Reunião foi realizada para demonstrar o funcionamento do sistema

O presidente do Ipem, Aziz Rahal, ressaltou a importância da implantação do rastreamento. “Com isso teremos como monitorar as rotas planejadas, possibilitando medidas corretivas sempre que necessário, acompanhando a obediência dos motoristas e, o mais importante, dando segurança e cuidando dos nossos servidores e frota”.

Para finalizar, essa ferramenta ainda carrega a agilidade comum às soluções tecnológicas, justamente por permitir que a operação de rastreio seja feita on-line, aliando velocidade, segurança, eficiência, economia, assertividade e otimização nos serviços.

Estavam presentes além do presidente Aziz Rahal,  Roberta Arroio, gerente Administrativo Financeiro e Francisco Mendonça, Gerente dos Transportes.

Fonte: IPEM

%d blogueiros gostam disto: