Fale conosco pelo WhatsApp(69) 99916-3250

Foi dada a largada na corrida eleitoral

Quatro candidatos a prefeito e vereadores intensificam o trabalho para conquistar os eleitores em ações virtuais e presenciais

Agora é pra valer. Os candidatos a prefeito e vereadores deram início à campanha eleitoral. Todos estão autorizados, ir às ruas ou utilizar as plataformas digitais com o objetivo de pedir votos e conquistar a confiança dos eleitores. Em Porto Velho, quinze candidatos já estão se movimentando, de olho no seu voto. Isso mesmo, estamos a pouco mais de um mês da eleição. Assim, todos estarão sujeitos a receber informações dos candidatos a prefeito e a vereador a qualquer momento e das mais variadas maneiras.

Se, por um lado, os candidatos terão um tempo menor para apresentar suas propostas, já que a campanha eleitoral deixou de ser de 90 dias, do outro lado está a população (eleitores), que passam a ter um papel ampliado na busca pelas melhores informações que ajudem, de fato, a decidir o seu voto.

Apesar da pandemia, a corrida eleitoral já começou. Os cidadãos, começam a ser vistos pelos candidatos e partidos políticos em busca de apoio.

Hildon Chaves (PSDB)

Hildon Chaves PSDB para concorrer à reeleição para a prefeitura de Porto Velho

Candidato natural, por ter o direito de concorrer à reeleição, o prefeito Hildon Chaves  dá a largada com uma certa vantagem por permanecer à frente do Executivo durante toda a campanha e ter a ‘caneta’ na mão para decidir sobre todos os assuntos inerentes à administração pública municipal.

Lindomar Garçon (Republicanos)

Os demais candidatos, que também já deram inicio a corrida eleitoral rumo ao palácio Tancredo Neves. O Republicanos, com o apoio de membros da Igreja Evangélica Assembleia de Deus, oficializou a candidatura de Lindomar Garçom. Garçon é natural de Rondonópolis (MT), deu inicio a sua caminhada, com o Slogan – experiência comprovada.  

Lindomar Garçom Republicanos

Histórico

Garçon foi eleito vereador em 1992 e prefeito de Candeias do Jamari (RO), por dois mandatos consecutivos (1997-2004). Em 2006, elegeu-se deputado federal pelo PV. Tentou a reeleição em 2010, porém, não conseguiu se reeleger, ficando na suplência.

Em 2012, concorreu a prefeitura de Porto Velho, perdendo no 2º turno para Mauro Nazif. Em 2014, foi eleito deputado federal para a 55.ª legislatura (2015-2019); Como deputado federal, votou a favor do Processo de impeachment de Dilma Rousseff. Já durante o Governo Michel Temer, votou a favor da PEC do Teto dos Gastos Públicos; Em abril de 2017 foi favorável à Reforma Trabalhista; Em agosto de 2017 votou contra o processo em que se pedia abertura de investigação do presidente Michel Temer, ajudando a arquivar a denúncia do Ministério Público Federal; Nas Eleições Gerais de 2018 não conseguiu se reeleger para o seu 3º Mandato de Deputado Federal.

Cristiane Lopes (PP)

Cristiane Lopes (PP)

Sem muita experiência na bagagem, o Partido Progressista (PP) oficializou a candidatura de Cristiane Lopes – natural de Porto Velho (RO), construiu sua imagem pública apresentando programa de televisão na TV Meridional-Band e repórter na Rede TV Rondônia. Entrou para a política em 2016, pelo Partido Progressista (PP), sendo eleita vereadora com 2.887. Em 2018, concorreu a uma vaga para deputada federal, onde recebeu 20.350 votos.

Dr. Breno Mendes (AVANTE)

Já o Advogado, Breno Mendes, cujo seu Slogan é do “povo para o povo” e se intitula como “Fiscal do Povo”. Tem como principal articulador da campanha o atual deputado estadual Jair Montes, que foi preso na Operação Apocalipse.    

Dr. Breno Mendes (AVANTE)

Breno é Advogado, especialista em Gestão Escolar, Direito Penal, Processo Penal, Direito Eleitoral e Processo Eleitoral. Foi Presidente da Comissão dos Advogados Criminalistas – COMACRIM/OAB/RO. Atuou na Defensoria Pública do Estado de Rondônia na vara do Tribunal do Júri; Foi Chefe de Gabinete da Comissão de Direitos Humanos e do Direito do Consumidor na ALE/RO; Foi Chefe de Gabinete do deputado Estadual (ALEXANDRE BRITO); Chefe Jurídico de Gabinete da Câmara dos Vereadores de Porto Velho; Assessor Jurídico na Secretaria Estadual de Educação; Chefiou o Gabinete do atual Prefeito de Porto Velho, Hildon Chaves e Presidente da EMDUR – Empresa de Desenvolvimento Urbano de Porto Velho.

Vinícius Miguel (Cidadania)

Vinícius Miguel (Cidadania)

O candidato, Vinícius Miguel foi o escolhido do Cidadania para disputar a vaga de prefeito de Porto Velho. Natural de Goiânia (GO), Miguel é formado em Direito e Professor na UNIR – Fundação Universidade Federal de Rondônia. Esteve entre os candidatos ao cargo de governador de Rondônia no pleito de 2018, obteve 110.585 votos. Se coloca como representante dos pobres, mas é filho de desembargador. Não é difícil perceber que passa uma falsa imagem, trata-se de um pseudo anarquista, nascido em berço de ouro e que nunca precisou ralar na vida, cujo conteúdo não corresponde com à realidade.

Edvaldo Soares (PSC)

Edvaldo Soares (PSC)

O Partido Social Cristão aposta suas ficha em Edvaldo Soares, natural de Matogrosso do Sul, deu sua largada com o Slogan – em defesa da família brasileira, é empresário, jornalista, radialista e apresentador de TV. Foi secretário adjunto da Casa Civil e Presidente do Instituto de Pesos e Medidas na gestão do ex-governador Confúcio Moura. Assumiu o cargo de deputado estadual em substituição ao deputado estadual afastado Marcos Donadon, preso no Centro de Correição da Polícia Militar, cumprindo pena por peculato e formação de quadrilha e foi Candidato a prefeito de Ji-Paraná (RO) em 2018, alcançou 20.948 votos (37,32% dos votos validos).

Sargento Eyder Brasil (PSL)

Deputado Eyder Brasil (PSL)

O deputado Eyder Brasil, também figura na lista como candidato, entrou na vida pública em 2015, concorreu ao cargo de vereador, obteve apenas 975 votos. Em 2018, lançou sua candidatura a deputado estadual pelo (PSL), partido do atual Presidente Jair Bolsonaro, com a ajuda da igreja conseguiu se eleger com 9.076 votos em todo o estado de Rondônia. Prega moralidade, mas, não fez praticamente nada por Porto Velho, não encaminhou recursos para a capital. Como deputado estadual não colocou nenhum recurso em Porto Velho como vai cuidar da cidade? O seu Slogan é diálogo, trabalho e honra.

Geneci Gonçalves (PSTU)

Geneci Gonçalves (PSTU)

Filiado ao PSTU, Geneci Gonçalves, em 2016 concorreu ao cargo de vereador pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), onde teve apenas 311 votos. Natural de Salto do Céu (MT), agora é candidato a prefeito da capital, com o Slogan – você pode mudar Porto Velho. Formado na área de Administração Pública Rural e Urbana, tem como base profissional o comércio.

– Teoricamente, os novos teriam menos chances, por que têm menos tempo de exposição, mas também existe uma ansiedade da população por coisas novas. Então vai contrabalancear. Não é muita coisa, mas é menos tempo para todos. Os novos terão ao seu favor uma pré-disposição grande das pessoas que querem algo melhor.

Leonel Bertolin (PTB)

Leonel Bertolin (PTB)

Com o Slogan – você pode mudar porto velho, o partido Trabalhista Brasileiro aposta na experiência de Leonel Bertolin rumo a prefeitura de Porto Velho. Natural de Galvão (SC), Bertolin Iniciou sua vida como administrador e comerciante no setor atacadista de gêneros alimentícios, além de ter trabalhado no ramo de transporte rodoviário. Em 2013, assumiu o cargo de secretário municipal de Agricultura e Abastecimento de Porto Velho, a convite do então prefeito Mauro Nazif. Em 2018 foi candidato a deputado estadual, obteve 1.813 votos.

Coronel Ronaldo Flores (Solidariedade)

Mauro Ronaldo (Solidariedade)

Mauro Ronaldo Flores é formado em Direito e Policial Militar da reserva e foi o escolhido pelo Solidariedade para disputar a vaga de prefeito de Porto Velho. Essa é a primeira vez que o candidato disputa uma eleição. Ronaldo Flores tem 53 anos, é natural de Santa Maria (RS). Vive em Rondônia há 26 anos, tempo em que atuou na Polícia Militar (PM). Ele já chegou a ocupar o posto de comandante-geral da corporação.

Ramon Cujuí (PT)

Ramon Cujuí (PT)

Cujuí é natural de Porto Velho e servidor público de carreira no Poder Judiciário da União. É o candidato do Partido dos Trabalhadores. É formado em Direito e em História pela Universidade Federal de Rondônia. Há 20 anos, trabalha na Justiça Eleitoral, onde exerceu as funções de Coordenador de Material e Patrimônio e Chefe de Seção de Licitações e Contratos, além de Presidente da Comissão de Licitação (CPL) e Pregoeiro. Em 2016, passou para o quadro da Justiça do Trabalho e, atualmente, exerce a função de calculista na 6ª Vara do Trabalho de Porto Velho. Nas eleições de 2018 disputou o cargo de deputado federal; obtendo 7.081 votos -, Atualmente é o presidente do diretório municipal do partido na capital rondoniense.

Pimenta de Rondônia (PSOL)

Pimenta de Rondônia (PSOL)

Com o Slogan – Porto Velho em boas mãos, o PSOL aposta na candidatura de Nascimento Antônio da Silva, mais conhecido como Pimenta de Rondônia. Pimenta é natural de Cidade Gaúcha (PR), chegou em Rondônia aos quatro anos de idade. O candidato é comerciante há 25 anos e concorreu na última eleição majoritária, em 2018, ao cargo de governador.

Samuel costa (PCDOB)

Samuel Costa (PCdoB)

Samuel Costa é o indicado pelo PCdoB. Com o Slogan, Porto Velho é de todos nós, Costa também está no páreo. Natural de Porto Velho, Samuel é Graduado em Direito, especialista em Ciência Política e mestrando em Ciência da Educação; Participou da sua primeira eleição em 2012, quando concorreu ao cargo de vereador pelo Partido da República (PR); Em 2014 disputou uma vaga de deputado estadual pelo então Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB).

Ted Wilson (PRTB)

Ted Wilson (PRTB)

Filho de Porto Velho, Ted Wilson foi vereador da capital rondoniense por duas legislaturas e vice-presidente da câmara de vereadores por dois biênios. Em 2018, ele concorreu ao cargo de senador.

Williames Pimentel (MDB)

Servidor público há 42 anos; Formado em direito; Pimentel é o candidato do MDB. Em 2016 se candidatou à vaga de prefeito. Pimentel também foi secretário de saúde entre 2001 e 2018. Um velho conhecido da Polícia Federal em Porto Velho Pimentel foi preso em duas ocasiões por supostos envolvimentos em esquemas diferentes.

Williames Pimentel (MDB)

A primeira prisão aconteceu em 7 de abril de 2010, durante a “Operação Hygeia”, que apurou crimes de formação de quadrilha, estelionato, fraude em licitações, apropriação indébita, lavagem de dinheiro, peculato, corrupção ativa e passiva e prevaricação. Segundo a CGU, apontou prejuízo de cerca de R$ 51.127.692.

A última prisão de Pimentel aconteceu em 1 de abril do ano passado durante a Operação Pouso Forçado, que ainda investiga fraudes em contratos entre a Secretaria Estadual de Saúde e a Rima Táxi Aéreo no transporte aeromédico.

Fontes:

Pelo visto, o mercado na área da Advocacia anda em queda, além da alta concorrência, enfrentada pelos profissionais da área. Essa questão parece que tem preocupado o grande número de Advogados e estudantes em um mercado que passou a encolher nos últimos anos, principalmente com o uso da tecnologia. No entanto, Mesmo com sistema político totalmente apodrecido, “todo mundo” quer ser candidato. O fato é que, hoje em dia conseguir sucesso no mundo do direito e se tornar um milionário não é nada fácil. No entanto Para atingir este objetivo, ser politico seria o caminho mais fácil, você só precisaria quebrar alguns hábitos, que podem influenciar negativamente em seu sucesso.

Entretanto, “Os candidatos têm que mostrar, principalmente, o que tem feito em prol da sociedade, porque ser um candidato que é deputado estadual não é suficiente. Dizer que é um nome alternativo, ou um novo nome também não. A população precisa entender em quem está votando e quais os benefícios de uma eventual vitória desse candidato. Esse é o voto consciente, mas também existe o voto por opção, paixão e o voto porque gosta da pessoa, o que fragmenta os eleitores em um número muito grande de opções. Todo político que está no poder sofre algum desgaste durante o mandato, a população espera obras grandes, porém, ainda não apareceram na gestão do atual prefeito, mas ele é bastante inteligente, pois vem fazendo uma série de pequenos lançamentos que tem dado uma certa visibilidade até maior do que o esperado. Mas esta é uma eleição com dois turno, o problema maior seria chegar no segundo turno, que necessariamente vai exigir a questão financeira, é algo que deve ser levado em consideração e acho que Hildon Chaves vai tirar algum proveito nessa questão.   

Por Edilson Neves/CN

A mulher que conquistou o apoio de Bolsonaro, Coronel Fernanda dá a largada rumo ao Senado (veja o vídeo)

Por meio de live, a militar recebeu publicamente a chancela do presidente Bolsonaro.

O presidente Jair Bolsonaro validou a candidatura da coronel Fernanda ao Senado Federal por Mato Grosso, na noite desta segunda-feira, 31, durante a convenção estadual do Patriota, realizada no estacionamento do clube social da Associação dos Oficiais da Polícia e Bombeiro Militar do Estado (Assof/MT).

Para atender às normas de segurança e enfrentamento à pandemia da covid-19, o evento ocorreu no modelo drive-in.

Por meio de live, a militar recebeu publicamente a chancela do presidente Bolsonaro.

“Esta vaga é de uma mulher e ninguém está mais preparada para o cargo que a coronel Fernanda. Nesse período outros candidatos me procuraram, foi tentada composição, mas decidimos manter o nome da Fernanda como candidata. Temos um desafio grande, mas para Deus tudo é possível. Vamos lutar com todas as forças e vencer esta batalha”, disse o presidente.

Durante discurso emocionado, Fernanda falou como se sentiu diante do convite de participar do pleito suplementar.

“Essa é uma dupla missão que recebi com muita honra, primeiramente, de Deus e depois do presidente, que confiou em mim para lutar pelo nosso Estado no Congresso Nacional.”

E prosseguiu:

“Hoje começamos uma guerra e preciso da ajuda de todos aqueles que sonham com um Brasil novo, um país livre de corrupção e que atenda às necessidades do povo mato-grossense”, ressaltou a Fernanda.

Essa é a primeira participação da militar em processo político-eleitoral e, ao que tudo indica, fará uma grande campanha com o apoio de Bolsonaro.

Confira:

Fonte: Jornal da Cidade