Fale conosco pelo WhatsApp(69) 99916-3250

Policial Militar reage a assalto e mata bandido em Porto Velho

De acordo com informações, Policial estava acompanhando idosa quando de repente, dois assaltantes armados entraram na casa e atacaram a mulher.

Na noite de sábado (24) no bairro Nova Porto Velho, dois assaltantes tentaram assaltar uma idosa de 69 anos em uma casa da Avenida Rio Madeira, em Porto Velho. Um dos assaltantes acabou sendo morto.

Conforme o boletim de ocorrência registrado na Polícia Civil, a idosa tinha acabado de chegar com um amigo, um policial militar de 49 anos, quando dois assaltantes armados entraram na casa e anunciaram o roubo. A dupla exigia a todo instante que a idosa entregasse um provável dinheiro oriundo da venda de gado.

A vítima negou ter o dinheiro e nesse momento os suspeitos levaram a idosa e o policial para um dormitório. A idosa começou a gritar e acabou agredida pelo suspeito identificado como Leonardo Seixas Mendes da Silva, que ainda lhe enforcou.

De acordo com a polícia, os suspeitos agiam com bastante agressividade e chegaram a jogar a moradora no chão.

Um homem que mora no mesmo terreno ouviu os gritos e foi ver o que estava ocorrendo na casa da idosa. Neste momento ele quase foi rendido por um dos suspeitos, mas conseguiu correr e se trancar no apartamento onde reside..

Dentro do quarto da vítima, um dos suspeitos continuava em busca do dinheiro e passou a revistar o policial dentro do cômodo. Armado com uma pistola, o suspeito ameaçou então atirar no policial e o militar conseguiu pegar sua arma de trabalho e efetuou dois disparos contra um dos assaltantes, que caiu no chão (baleado).

O PM então saiu do cômodo para prender o segundo suspeito e este também ameaçou atirar com o revólver que portava. O policial então desferiu um disparo de arma de fogo na direção do 2° suspeito, que empreendeu fuga em um carro modelo Etios.

O SAMU foi acionado para ir até a casa para socorrer o suspeito baleado, mas o bandido de 22 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local.

A perícia criminal constatou que a arma utilizada por Leonardo Seixas Mendes da Silva era um simulacro. O celular e a carteira que estavam no bolso do suspeito morto foram apreendidos.

O segundo suspeito não foi identificado.

Fonte: G1/RO

Desabamento de prateleiras em supermercado deixa um morto e oito feridos em São Luís

Imagens da situação viralizaram nas redes sociais; veja o vídeo que mostra o momento exato em que as inúmeras estruturas caíram

Uma série de prateleiras cheias de produtos desabou na noite desta sexta-feira (2) em um supermercado no bairro Vinhas, na cidade de São Luís, no Maranhão. No momento em que as estruturas despencaram, o estabelecimento Mix Mateus Atacarejo registrava um intenso fluxo de pessoas realizando compras. O governo estadual confirmou uma morte e ao menos oito feridos até o momento. 

Imagens da situação viralizaram nas redes sociais. Elas mostram as inúmeras estruturas caídas. Havia uma movimentação intensa de clientes no momento do acidente.

Veja o momento do acidente:

Apesar da confirmação da presença de feridos, o número de pessoas atingidas durante o desabamento ainda é incerto. Ainda não há informações sobre o que provocou o desabamento, mas há a suspeita de que um acidente com uma empilhadeira poderia ter provocado a queda de uma das gôndolas, causando um efeito dominó, derrubando quase metade da linha de frente do supermercado.

Outra hipótese, segundo os relatos de quem estava no local, é de que uma prateleira estaria balançando com o suposto excesso de peso e que um operador de empilhadeira teria tentado tirar um bloco de palete, sem tempo de evitar a tragédia.

Segundo o Corpo de Bombeiros logo após o acidente houve um princípio de curto-circuito. Por causa da escuridão e da quantidade de escombros, as equipes de resgate adotaram a tática de ouvir se telefones móveis estão tocando para chegar a possíveis vítimas que ainda não foram todas resgatadas.

O supermercado envolvido no acidente, o Mix Atacarejo, faz parte do grupo Mateus, que diz ser “a maior rede de supermercados do Brasil com capital 100% nacional.” O grupo emitiu uma nota lamentando o ocorrido. “O Grupo Mateus reforça que, neste momento, o que importa é o resgate dos envolvidos no acidente, o apoio às vítimas e seus familiares. Para nós, a prioridade são as pessoas”, informou por meio de nota. 

Fonte: Jornal O Tempo

Homem morre após acidente de trabalho em Ariquemes, RO

Trabalhador fazia diária de transporte em madeireira, quando foi atingido por cabo de aço.

Um homem de 52 anos morreu, na noite de terça-feira (22), ao ser atingido por um cabo de aço enquanto trabalhava em uma madeireira da BR-421, em Ariquemes (RO).

De acordo com informações da Polícia Militar (PM), o trabalhador fazia uma diária no local (ajudando no transporte de toras de madeira), quando em determinado momento o cabo de aço do caminhão se rompeu e atingiu a vítima.

O trabalhador teve várias lesões pelo corpo e não resistiu. O óbito da vítima foi constatado pela equipe médica do Serviço de Urgência e Emergência (Samu).

Depois do acidente de trabalho, de acordo com a PM, a perícia foi ao local e então liberou o corpo do trabalhador para uma funerária de Ariquemes.

Fonte: G1/RO

Morre jovem digital influencer ‘Gabriel Lorenzo’ vítima da Covid em RO

Jovem fazia parte do projeto social “Anjos do Bem”, que ajuda pessoas carentes no estado.

O influenciador digital Gabriel Lorenzo, de 21 anos, morreu nesta segunda-feira (21) em decorrência do novo coronavírus. A morte do jovem foi confirmada pela assessoria da Secretaria Estadual de Saúde (Sesau). No dia 10 de setembro, Gabriel fez um post no Facebook revelando a infecção e pedia orações, pois já estava internado há dias.

Gabriel seguia sob observação médica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Amor. A conta do influenciador no Instagram soma mais de 200 mil seguidores.

Ele também estava à frente do projeto social “Anjos do Bem”, que assiste crianças, jovens, adolescentes e mulheres carentes em Rondônia.

Fonte: G1-RO

Criança morre após cair em poço dentro de casa, no distrito de Triunfo

Caso é investigado pela polícia civil.

Uma menina de 2 anos morreu depois de cair em um poço dentro de casa no distrito de Triunfo, em Candeias do Jamari (RO), região metropolitana de Porto Velho. O caso foi registrado na tarde de quinta-feira (17).

Conforme a Polícia Civil, três crianças brincavam na cozinha de uma casa enquanto as mães estavam na sala. Em certo momento, as responsáveis ouviram um barulho como de um objeto caindo em água e encontraram apenas duas crianças na cozinha.

Elas perceberam que a tampa do poço estava quebrada e correram para pedir ajuda. Policiais militares foram chamados e ainda tentaram reanimar a menina, mas ela não resistiu. A morte foi confirmada por uma técnica de enfermagem da localidade.

A 1ª Delegacia de Polícia Civil de Candeias do Jamari vai apurar se houve negligência na morte da criança. Caso comprovada, os responsáveis podem ser responsabilizados criminalmente. A ocorrência foi registrada como morte acidental.

Fonte: G1/RO

PRF-RO: Grave acidente na BR-364, deixa um morto e rodovia é interditada

De acordo com informações, motorista era morador de Vilhena e estava voltando da capital.

Um idoso de 75 anos morreu após um grave acidente na BR-364 nesta quarta-feira (16). A vítima foi identificada como o motorista Valdir Martinelli. O caso aconteceu no Km 24, na saída de Vilhena para Porto Velho, deixando a rodovia interditada por pelo menos quatro horas.

Valdir transportava lâminas de compensados quando, conforme testemunhas, o caminhão que ele conduzia invadiu a pista contrária e bateu de frente com uma carreta carregada de milho. O motorista era morador de Vilhena e estava voltando da capital.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a cabine do caminhão foi arrancada do eixo e o idoso morreu no local.

O corpo foi retirado das ferragens por uma guarnição do Corpo de Bombeiros. As causas do acidente serão apuradas.

Fonte: G1/RO

Polícia conclui que homem tentou consertar carro, após atropelar e matar ciclista em RO

Luis Carlos, de 53 anos morreu no último domingo (23), após ser atropelado na Avenida Jatuarana, em Porto Velho.

A Polícia Civil de Rondônia concluiu o inquérito sobre a morte do ciclista Luis Carlos Futerko, de 53 anos, que morreu no último domingo (23), após ser atropelado na Avenida Jatuarana, em Porto Velho. Depois de cinco dias, a investigação aponta que o homem que atropelou a vítima, já estava com habilitação vencida há um ano e momentos após o crime tentou consertar o carro em uma oficina “para se livrar da responsabilidade penal”.

Segundo a Delegacia Especializada em Delitos de Trânsitos (DEDT) além da morte de Luis Carlos, o crime lesionou os ciclistas José Audior Sousa da Silva, de 56 anos e Ademir Yamamoto Vieira, de 43 anos. Os três amigos estavam pedalando até que tiveram que parar para arrumar a corrente caída de uma bicicleta, quando foram surpreendidos pelo veículo.

“As investigações presididas pelo Delegado Paulo Abemor concluíram que o motorista do Honda/Civic atropelou as vítimas que estavam paradas consertando o pneu da bicicleta. Após a colisão, as vítimas pediram ajuda ao condutor do veículo que havia estacionado logo à frente, mas ele evadiu-se do local sem prestar socorro”, explica a assessoria de imprensa da Polícia Civil.

Após a colisão, Luis Carlos foi socorrido e encaminhado ao Hospital João Paulo II, mas não resistiu aos ferimentos e morreu horas depois.

No mesmo dia, a DEDT identificou o motorista do veículo. Quando foi localizado o suspeito já estava consertando o carro em uma oficina de lanternagem “para se livrar da responsabilidade penal” e possivelmente encobrir o crime.

De acordo com os policiais, o homem estava com habilitação vencida há um ano e possuía restrição para dirigir por causa da miopia. Foi constatado que durante o acidente, o condutor não usava óculos.

“Ele confessou o crime e foi indiciado por praticar homicídio na direção de veículo automotor, lesão corporal na direção de veículo automotor e deixar o condutor do veículo, na ocasião do acidente, de prestar imediato socorro à vítima, ou, não podendo fazê-lo diretamente, deixar de solicitar auxílio da autoridade pública”.

Com o inquérito concluído a polícia aguarda laudos para encaminhar o caso ao poder judiciário. O nome do condutor que atropelou e matou Luis Carlos não foi divulgado à imprensa.

Fonte: G1/RO

Ação policial em festa clandestina no Peru deixa pelo menos 13 mortos

Festa violava regras sanitárias para evitar disseminação de coronavírus. Cerca de 120 pessoas tentaram fugir do local com a chegada da polícia

Pelo menos 13 pessoas morreram esmagadas ou asfixiadas enquanto tentavam fugir da boate Thomas Restobar, localizada em Lima, no Peru, durante uma ação policial na noite do sábado (22). Outras seis pessoas ficaram feridas após a ação. A casa noturna estava aberta violando restrições impostas para combater a pandemia do coronavírus, segundo autoridades.

Cerca de 120 pessoas tentaram escapar do clube Thomas Restobar quando a polícia chegou para dispersar a festa que ocorria no segundo andar. As informações foram confirmadas pela polícia nacional e por funcionários do governo. Entre os feridos, três eram policiais.

Em Los Olivos, boate promoveu festa clandestina e violou normas sanitárias
Em Los Olivos, boate promoveu festa clandestina e violou normas sanitárias

De acordo com um comunicado do Ministério do Interior, divulgado pelas redes sociais do órgão, a intervenção policial não utilizou “nenhum tipo de arma ou bombas de gás lacrimogêneo.” Segundo o órgão, as vítimas estão sendo identificadas.

Vizinhos se queixaram e alertaram a polícia sobre o barulho no clube do distrito de Los Olivos, na capital peruana. “Nessas circunstâncias, quando as pessoas começam a lutar para sair é tumultuado, todos vão uns contra os outros”, disse Orlando Velasco, da Polícia Nacional, à rádio local RPP.

O Ministério do Interior relatou em comunicado que as pessoas tentaram se espremer pela única porta de entrada e ficaram presos entre a porta e uma escada que conduz à rua. 

Pelo menos 23 pessoas foram detidas e levadas à Direção de Investigação Criminal de Los Olivos enquanto ocorriam diligências com o objetivo de identificar os donos do estabelecimento. O Ministério do Interior informou ainda que irá solicitar a prisão preventiva dos responsáveis.

Cerca de 120 pessoas estavam no local. Entre os feridos, três eram policiais
Cerca de 120 pessoas estavam no local. Entre os feridos, três eram policiais

O órgão lamentou profundamente a morte das 13 pessoas “como consequência da irresponsabilidade criminal de um empresário inescrupuloso” e estendeu as condolescências às famílias das vítimas.

O país determinou o fechamento de boates e bares em março e proibiu reuniões familiares em 12 de agosto para combater a propagação da covid-19. O Peru tem  o segundo maior índice de infecção da doença da América Latina.

Fonte: R7

Deputada é a mandante da morte marido, afirma Polícia

O inquérito da Polícia Civil que investiga o assassinato do pastor Anderson do Carmo concluiu que a mandante do crime foi a esposa dele, a deputada federal Flordelis.

De acordo com o delegado Allan Duarte, titular da Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo, Itaboraí e Maricá (DHNSGI), no Estado do Rio de Janeiro, na primeira fase da investigação foi identificado como executor o filho biológico da deputada, Flávio dos Santos Rodrigues. O filho adotivo do casal, Lucas César dos Santos, foi apontado como a pessoa que comprou a arma utilizada no assassinato.

Na segunda fase da apuração, ainda segundo o delegado, novas provas e ações de inteligência constataram que Flordelis foi a mandante do homicídio. A investigação aponta como motivação principal a disputa de poder entre o casal e a emancipação financeira dela.

Nesta manhã, a polícia e o Ministério Público Estadual (MPRJ) realizam a Operação Lucas 12, que visa cumprir nove mandados de prisão e 14 de busca e apreensão contra onze envolvidos na morte do pastor. Os endereços são no Rio de Janeiro, Niterói, São Gonçalo e em Brasília.

Parlamentar é indiciada

Flordelis foi indiciada pelo crime de homicídio triplamente qualificado, tentativa de homicídio, falsidade ideológica, uso de documento falso e organização criminosa majorada. Cópia do inquérito será encaminhado à Câmara dos Deputados para a adoção de medidas administrativas.

O pastor Anderson do Carmo foi assassinado no dia 16 de junho do ano passado, dentro da própria casa, no bairro Badu, em Niterói. Na ocasião, Flordelis relatou que o pastor teria sido morto durante um assalto, após o casal ter sido seguido por elementos suspeitos em uma moto. Ele foi atingido por tiros na garagem, quando retornou ao carro para buscar algo que tinha esquecido.

O delegado Allan Duarte dará mais detalhes da investigação em entrevista coletiva às 10h de hoje, na Cidade da Polícia, no Rio.

Fonte: Agência Brasil

Polícia ouve testemunhas sobre queda de menino de prédio em BH

Porteiro, médico que tentou socorrer garoto e duas pessoas que passavam pelo local prestaram depoimento; mais testemunhas serão ouvidas 

Polícia ouve testemunhas sobre queda de menino de prédio em BH ...
Caso aconteceu na última quarta-feira (19)

 A Polícia Civil de Minas Gerais ouviu quatro pessoas sobre o caso do menino Matheus Afonso Salomão, de 9 anos, que morreu após cair do 4º andar do prédio onde morava, no bairro Santa Lúcia, em Belo Horizonte. 

O caso aconteceu na manhã da última quarta-feira (19) e as investigações estão em andamento. Até o momento, quatro pessoas prestaram depoimento: o porteiro do prédio, o médico que tentou socorrer a criança e outras duas pessoas que passavam próximo ao local na hora da queda. 

De acordo com a Polícia Civil, novos depoimentos estão previstos para a próxima semana. Laudos periciais e da medicina legal estão em andamento e a investigação deve ser concluída até o mês que vem. 

Ainda segundo a Polícia Civil, a principal linha de investigação até o momento aponta para um acidente. O garoto teria cortado a rede de proteção da janela e se desequilibrado. No momento do acidente, ele estava em casa com a empregada doméstica.

À Polícia Militar, ela afirmou que estava em outro cômodo e que o menino disse que queria ficar sozinho. Mais cedo, ele teria discutido com os pais sobre o excesso de uso do computador.  

Fonte: R7