Comissão de Sindicância é criada para apurar irregularidades na vacinação contra covid na capital

A investigação terá 30 dias para apresentar o relatório comprovando casos de “fura-filas” a procuradoria geral do município.

Nesta segunda-feira (08), o novo procurador-geral do município de Porto Velho, Luiz Duarte Freitas Júnior criou a Comissão de Sindicância para apurar denúncia de “fura-filas” na campanha de vacinação contra a Covid-19. Os servidores Hailton Otero Ribeiro, Andréa Mariza Pantoja e Jesivan Oliveira dos Santos foram designados para investigar o caso e terão 30 dias para apresentar relatórios à PGM.

No último mês, a própria Procuradoria afastou um servidor comissionado da UPA Leste que colocou seu nome irregularmente na fila da vacina. Ele não pertenceu a nenhum grupo prioritário. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) , apurou conduta do diretor administrativo da unidade de pronto atendimento que incluiu o próprio nome na lista para receber a vacina contra a Covid-19 e afastou por 60 dias.

Veja também:

Os órgãos de controle pediram a prefeitura que encaminhasse a lista de todos os vacinados.

Fonte: Rondônia Agora

Semtran esclarece sobre paralisação do transporte de Rondônia

Segundo a secretaria de transporte, a empresa que presta os serviços de transporte não informou o aviso prévio de 72 horas, e que a PGM já está acionando ao Tribunal Regional do Trabalho.

A Prefeitura de Porto Velho através da Secretaria Municipal de Trânsito, Mobilidade e Transporte – SEMTRAN vem esclarecer que na manhã desta segunda-feira, dua 29 de junho, estiveram na garagem do Consórcio SIM, os Fiscais de Transportes da SEMTRAN para averiguação quanto a paralisação irregular do Sistema de Transporte Coletivo Urbano de Porto Velho sem o aviso prévio de 72 horas.

Foi informado que a paralisação irregular está sendo realizada pelos trabalhadores do sistema de transporte coletivo devido ao não pagamento de salário dos meses de abril e maio do ano corrente.

Cabe salientar que a Prefeitura Municipal de Porto Velho, através da Ata de Conciliação do Processo n° 7022877-90.2018.8.22.0001, aceitou recurso, quitando parte do pagamento dos funcionários, sendo estes dos meses de dezembro de 2019 e janeiro de 2020, e ainda a 2a parcela do 13° salário de 2019.

Contudo a Prefeitura realizou ainda o repasse para pagamento dos meses de fevereiro e março de 2020, com o objetivo de arrimar a transição do sistema de transporte coletivo do Consórcio SIM para a nova concessionária JTP Transportes, que deverá assumir o sistema até o dia 16 de setembro de 2020,
conforme prazo contratual.

Esclarecemos ainda que a Procuradoria Geral do Município – PGM já foi acionada para fins de interposição judicial junto ao Tribunal Regional do Trabalho.

Fonte: Semtran

%d blogueiros gostam disto: