Controladoria de Rondônia cria formulário para população denunciarem problemas nas campanhas de vacinação contra Covid-19

As denúncias podem ser enviadas de forma anônima.

A Controladoria Geral do Estado de Rondônia (CGE) lançou nesta semana um questionário elaborado pela equipe de auditores, onde o público pode denunciar furtos e desvios de vacinas, aglomeração durante a vacinação e mais.

As denúncias podem ser enviadas de forma anônima. O objetivo da CGE é avaliar e fiscalizar a execução das campanhas de vacinação no estado. O prazo para contribuir com as questões encerra no próximo domingo (13).

Nos questionários estão os principais eventos de risco que, se ocorrerem, podem prejudicar a imunização da população. A partir das respostas serão elaboradas ações de fiscalização e orientações aos municípios, por meio de notas técnicas.

Fonte; CGE

Porto Velho atinge a marca de 100 mil vacinados com a primeira dose contra a Covid-19

já são mais de 145 mil vacinas aplicadas na capital.

Equipe checa a temperatura dos refrigeradores, das caixas térmicas e termômetros
Equipe checa a temperatura dos refrigeradores, das caixas térmicas e termômetros

A Prefeitura de Porto Velho atingiu a marca de 100 mil pessoas com a primeira dose aplicada. Somados aos atendidos com segunda dose, já são mais de 145 mil vacinas aplicadas.

As vacinas são armazenadas na rede de frios da Agevisa e, depois de divididas, conforme o Plano Nacional de Imunização (PNI), são repassadas aos municípios. Em Porto Velho, o Departamento de Assistência Farmacêutica (DAF), da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), é responsável pelo armazenamento, conservação e transporte das doses. Neste setor as vacinas Pfizer, AstraZeneca, CoronaVac ficam armazenadas em refrigeradores científicos em temperaturas que oscilam entre 2 a 8 graus Celsius.



Os procedimentos ficam sob responsabilidade da equipe de distribuição do almoxarifado da Semusa, e depois repassadas aos locais de vacinação, na Faculdade Uniron e Universidade São Lucas. A checagem da temperatura dos refrigeradores, das caixas térmicas e termômetros instalados nas caixas, são importantes para assegurar a eficácia dos imunizantes. Só após estes cuidados, as caixas são forradas com gelo químico para receber as doses.

Estes procedimentos são realizados até que as cargas com o imunizante cheguem aos pontos de vacinação e sejam aplicados na população.

As vacinas AstraZeneca e CoronaVac já chegam com doses prontas. A da Pfizer vem com um diluente que é misturado junto ao extrato do medicamento no momento da vacinação. “O preparo da Pfizer é feito antes da vacinação, é na hora”, explica a técnica de enfermagem da Semusa, Josenir Martins Noleto.

Para que o ciclo vacinal seja completado com sucesso, é importante buscar a segunda dose na data certa. “Estamos felizes por conseguir dar andamento à vacinação da população”, afirma a secretária municipal de saúde, Eliana Pasini. “Mas é preciso que as pessoas baixem o aplicativo SASI e façam o cadastro”, recomenda a secretária.

Fonte: Semusa

Estratégia com empresas garante ocupação de postos de trabalho em Porto Velho

Atendimentos acontecem de forma presencial e remota no sine.

O último balanço do Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Porto Velho aponta tendência de recuo do desemprego na capital. Os números positivos são uma resposta às estratégias adotadas pela Prefeitura para garantir a ocupação de postos de trabalho.

O número de pedidos de seguro-desemprego recuou cerca de 6% quando comparado os meses de maio e abril desse ano. Uma tendência que, segundo Davi Castiel, diretor do Sine Municipal, se vê desde o início de 2021. “Os pedidos diminuíram em relação ao primeiro trimestre desse ano. Isso permite concluir que as pessoas estão permanecendo mais nos empregos. Caso contrário, teríamos o caminho inverso, com mais pessoas dando entrada no tipo de benefício”, explica.

O seguro-desemprego é um dos principais termômetros da economia local. O outro é a oferta e ocupação de postos de trabalho. Hoje, o Sine Municipal oferece vagas para diversos perfis e diferentes graus de qualificação.

No entanto, a direção do Sine aponta um fenômeno que retarda a ocupação de alguns postos no mercado. “Muitas vagas continuam abertas por falta de mão de obra qualificada. Enviamos os perfis dos candidatos, mas algumas empresas exigem qualificação específica ou experiências anteriores”, explica Castiel.

Para driblar o problema, o Sine Municipal está estreitando o diálogo com as empresas. A estratégia é convencê-las a contratar pessoas e capacitá-las para que permaneçam por mais tempo nos postos de trabalho.

“Sugerimos que as empresas contratem pessoas, mesmo sem experiência, e deem a elas a chance de uma capacitação. Dessa forma, o empregador molda o colaborador de acordo com a sua necessidade e diminuímos a rotatividade desse cargo”, explica o gerente do Sine.

A estratégia do Sine tende a beneficiar principalmente a população de 18 a 25 anos, que tende a não possuir longa experiência no mercado de trabalho.

O Sine Municipal de Porto Velho está localizado na rua Brasília, 2512, bairro São Cristóvão. O horário para atendimento é das 7h30 às 13h30, de segunda à sexta-feira.

A Prefeitura também dispõe de canais remotos para atendimento. Os contatos podem ser feitos através dos números (69) 3901-3181 (fixo) e (69) 98473-7437 (WhatsApp)

O usuário também pode consultar as ofertas de vagas diariamente pelo site do Sine.

Fonte: Sine Municipal

Sedam realiza mutirão de conscientização e limpeza na Feira do Cai N’Água, em Porto Velho

Durante a ação, foram entregues cerca de 300 sacos plásticos para ajudar na coleta de resíduos do espaço

Com o objetivo de conscientizar sobre práticas de higienização e atitudes sustentáveis à comunidade, foi realizado na manhã de domingo (6) o primeiro mutirão de limpeza na Feira do Cai N’Água, em Porto Velho. A ação, que foi bem recebida e elogiada por diversos feirantes e frequentadores do local, compõem as atividades relacionadas à Semana do Meio Ambiente, do Governo de Rondônia.

Como parte principal do trabalho, cerca de 300 sacos plásticos, de 100 litros, foram distribuídos aos responsáveis ​​dos pontos de vendas a fim de armazenarem os resíduos descartados ao final do expediente da feira. Além de receberem das equipes do mutirão, os comerciantes também receberam orientações e ideias práticas para agilizar o acondicionamento do material.

Atitudes como esta, favorecem a manutenção de um ambiente ecologicamente limpo e mais acolhedor para quem visita o espaço, contribuindo principalmente com as medidas sanitárias necessárias durante o período de pandemia do novo coronavírus.

Prestigiando o evento, o secretário-adjunto de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam), Demargli da Costa Farias, destacou sua importância em prol do bem estar da sociedade: “sabemos que este local é muito visitado aos domingos pelos moradores da capital rondoniense, por isso, é necessário mantê-lo sempre limpo e longe do acúmulo excessivo de lixo. A Semana do Meio Ambiente abarca justamente esse pensamento social, que estamos aqui para enfatizar e divulgar”.

Ao longo da manhã, foram entregues a cada integrante da Feira do Cai N’Água, sacos plásticos com capacidade para armazenar 100 litros de resíduos. A orientação é que o responsável acondicione o material descartado, dentro da embalagem, para que ao final do expediente, um órgão específico possa recolhê-lo. Existem também alguns containers instalados na parte externa do galpão onde é realizada a feira livre, o que auxilia no bom hábito.

A Feira Livre do Cai N’Água acontece tradicionalmente aos domingos, durante o turno da manhã e tarde, em um barracão localizado na Avenida Rogério Weber, no bairro Baixa União, região Central de Porto Velho. No espaço são vendidos alimentos, frutas, artigos regionais e entre outros produtos naturais tipicamente amazônicos.

A Semana do Meio Ambiente terá continuidade, reunindo outras atividades que visam à conscientização do ser humano em relação à preservação dos recursos naturais do planeta. Integrando toda a comunidade, essas ações podem ser acompanhadas remotamente de acordo com dia e horário.

Fonte: Sedam-RO

Trabalhadores de educação que atuam em creches serão vacinados a partir de segunda-feira em Porto Velho

Profissionais devem fazer cadastro e aguardar agendamento confirmado no aplicativo SASI

A partir da próxima segunda-feira (7), Porto Velho passa a vacinar trabalhadores de educação de creches que atendem crianças de 0 a 3 anos de idade.

A vacinação será destinada ao público com cadastro e agendamento confirmado através do aplicativo SASI. No momento da vacinação é obrigatório apresentar documento que comprove o vínculo com a instituição de ensino infantil, com preferência ao contracheque, onde apareçam os dados do local.

Segundo a titular da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), Eliana Pasini, foram disponibilizadas 1.000 doses para atender este público, quantitativo insuficiente para toda a demanda deste grupo prioritário.

“Ficamos no aguardo de novas remessas do Ministério da Saúde para ampliação da vacinação dessa categoria”, explica a secretária.

A vacinação será realizada no Campus I da Faculdade Uniron, na Avenida Mamoré, das 09h às 16h.

Fonte: Semusa

Prefeito de Porto Velho pede remessas extras de vacina ao ministro da Saúde

Queiroga admitiu fazer um reestudo do quantitativo destinado ao estado.

O prefeito Hildon Chaves pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que visitou Porto Velho na quinta-feira (03), o envio de lotes extras de vacina contra a Covid-19 para Rondônia e explicou que as remessas estão aquém do que seria normal. Queiroga admitiu fazer um reestudo do quantitativo destinado ao estado.

O ministro Marcelo Queiroga veio a Porto Velho para conhecer a realidade da área da saúde do estado e as ações de enfrentamento da pandemia. Ele foi recepcionado pelo prefeito Hildon Chaves e pelo vice-prefeito Maurício Carvalho.


“Neste momento, o ministro acenou com a possibilidade de mandar lotes suplementares de vacina para Rondônia”, disse o prefeito.

O ministro foi informado de que Porto Velho tem capacidade técnica para vacinar 4 mil pessoas/dia e que os números podem ser ampliados. “Estamos com a aptidão da equipe de vacinação ociosa. O que está nos faltando é vacina”, explicou o prefeito.

Marcelo Queiroga disse que há uma preocupação do Ministério da Saúde em reforçar a vacinação contra a Covid-19 em todo o país.

“Distribuímos mais de 100 milhões de doses de vacina desde o início do Programa Nacional de Imunização (PNI), que começou em janeiro. Esta semana também é marcada pelo acordo de transferência de tecnologia entre a farmacêutica AstraZeneca e Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), que é uma instituição pública federal, provendo autonomia ao Brasil para produzir vacina com o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) nacional para o fornecimento de insumos”, destacou o ministro.

Na explanação que fez, Queiroga disse que foram contratadas mais 600 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 e previu que até dezembro deste ano a população acima dos 18 anos imunizada. “O desafio é antecipar doses para que a campanha tenha velocidade maior e atenda a nossa capacidade com o PNI”.

A comitiva ministerial, acompanhada também da secretária municipal de Saúde, Eliana Pasini e adjunta Marilene Penati, visitou a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Zona Sul e a Unidade de Saúde da Família Manoel Amorim de Matos. Posteriormente, as instalações do Hospital do Amor de Rondônia e Hospital João Paulo II, duas unidades que atuam no atendimento à Covid-19 na capital.

A comitiva seguiu para a UPA Sul e unidade Manoel Amorim de Matos
Ministro Marcelo Queiroga em Porto Velho



Participaram da comitiva do ministro o secretário de Atenção Básica do MS Rafael Câmara, o secretário de saúde do Estado de Rondônia, Fernando Máximo, as deputadas federais Mariana Carvalho e Sílvia Cristina, o Senador Marcos Rogério, o presidente da Assembleia Legislativa de Rondônia Alex Redano, e o empresário Aparício de Carvalho, reitor da Fimca.

Fonte: Comdecom

Veja o que abre e o que fecha no feriado de ‘Corpus Christi’ em RO

A Prefeitura de Porto Velho informou que dia 3 será feriado no município. Um decreto com mais informações deve ser publicado ainda na terça-feira (1).

O Dia de Corpus Christ é celebrado nesta quinta-feira (3). No calendário do Ministério da Economia, o dia está classificado como ponto facultativo, logo cabe aos municípios aderir ou não ao feriado.

Em todo o estado, os estabelecimentos devem seguir as regras do decreto de distanciamento social impostas pelo Governo de Rondônia, afim de controlar a pandemia da Covid-19. De acordo com a última atualização, estão permitidos a operar de segunda a domingo, até às 23h:

  • Estabelecimentos comerciais;
  • Indústrias;
  • Frigoríficos;
  • Shopping centers;
  • Cinemas;
  • Bancos;
  • Lotéricas;
  • Escritórios;
  • Supermercados, hipermercados e congêneres;

Também são permitidas práticas de esporte profissionais, desde que sigam as regras de higienização e protocolos sanitários. Todos os municípios se encontram na fase 1 de distanciamento social, portanto os estabelecimentos devem manter apenas 30% da capacidade total.

Veja o que abre e o que fecha na quinta-feira em Porto Velho:

  • Prefeitura de Porto Velho

A Prefeitura de Porto Velho informou que dia 3 será feriado no município. Um decreto com mais informações deve ser publicado ainda na terça-feira (1).

  • Vacinação

A Prefeitura informou que ainda não definiu um cronograma para a vacinação de quinta e sexta-feira.

  • Comércio

De acordo com a Federação e Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Rondônia (Fecomércio-RO), a data é considerada feriado. Portanto, o empregado que decidir abrir o comércio deve “utilizar a mão-de-obra de seus funcionários, sendo que as horas serão consideradas extraordinárias em 100%”.

  • Ministério Público de Rondônia (MP-RO)

O MP deve funcionar em regime de plantão durante a quinta e na sexta-feira (2) será ponto facultativo. As atividades devem retomar somente na próxima segunda (7).

  • Tribunal de Justiça de Rondônia (TJ-RO)

O TJ informou que a quinta-feira é considerada feriado e na sexta foi instituído ponto facultativo no órgão.

  • Bancos

De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), as agências não abrem na quinta, mas voltam ao normal na sexta-feira. Durante o dia de ausência, os clientes poderão procurar os canais remotos, como call center ou internet e mobile banking.

As contas de consumo e carnês que vencem em 3 de junho poderão ser pagas sem acréscimo no próximo dia útil.

Fonte: G1/RO

Hildon Chaves destaca evolução da agricultura e pecuária em programa nacional de TV

Prefeito revelou que a agricultura e pecuária seguem em franco crescimento

Hildon Chaves diz que o desenvolvimento no setor mantém compromisso com qualidade e sustentabilidade

Porto Velho foi destaque nacional durante entrevista concedida pelo prefeito Hildon Chaves ao Canal Rural, de São Paulo. Ele revelou que a agricultura e pecuária seguem em franco crescimento e que a localização estratégica do município facilita o acesso aos mercados.

Segundo o prefeito, a evolução do setor é resultado de amplo trabalho realizado pela Prefeitura nos últimos anos com a coordenação da Secretaria Municipal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Semagric).

Outros pontos destacados pelo prefeito durante a entrevista foram os recordes de exportação e o compromisso com a sustentabilidade e qualidade.
De acordo o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, a produção que vem do campo representa 21% do Produto Interno Bruto (PIB) do estado.
A capital segue a mesma direção. Como consequência, as terras estão cada vez mais valorizadas.

“A evolução da produtividade atinge também os grãos, como a soja e o milho. Na pecuária o confinamento é uma prática que também está em expansão. O rebanho bovino é composto, atualmente, por 1,1 milhão de cabeças”, destacou o prefeito, que citou a posição estratégica do município como outro detalhe favorável. “O acesso para outros mercados, inclusive para o exterior, é facilitado”, acrescentou.

Para o desenvolvimento do setor, a Prefeitura de Porto Velho também investe na agricultura familiar. Foram distribuídas gratuitamente 2 milhões de mudas de café de 2017 a 2020, além de transporte de calcário para a correção de solo em pequenas propriedades.

Fonte: Comdecom

Sine: 42 vagas são oferecidas nesta segunda-feira em PortoVelho

Cadastro pode ser realizado pelo site do Sine Municipal.

O Sistema Nacional de Emprego (Sine) de Porto Velho está ofertando 42 vagas de trabalho nesta segunda-feira (31). Entre as oportunidades, estão cinco para vendedor externo, cinco para mecânico, quatro para ajudante de carga e descarga, quatro para primeiro emprego e três para motorista-entregador.

Para se candidatar a uma das vagas, o morador precisa realizar um cadastro online e apresentar documentos como carteira de trabalho, registro geral, comprovante de residência e currículo atualizado.

Os atendimentos presenciais serão realizados das 07h30 às 13h30 para os que não possuem acesso à internet.

O Sine Municipal atende em dois pontos em Porto Velho, sendo a sede central localizada na Rua Brasília, 2512, São Cristóvão, e a unidade da Zona Leste na Praça CEU, situada na Rua Antônio Fraga Moreira, 8250, bairro JK I.

Os canais para agendamento ou tirar dúvidas são: o telefone fixo (69) 3901-3213, 3901-3181, o celular (69) 9 8473-7437 (WhatsApp) e o e-mail sinemunicipal@gmail.com.

Veja as vagas disponíveis em Porto Velho:

  • Ajudante de carga e descarga de mercadoria
  • Ajudante de pedreiro
  • Alinhador e balanceador de veículos
  • Assistente de vendas
  • Auxiliar mecânico
  • Barbeiro
  • Carpinteiro
  • Conferente de mercadoria
  • Eletricista automotivo
  • Encarregado de pátio
  • Esteticista corporal/facial
  • Faturista
  • Marketing e publicidade
  • Marmoreiro
  • Mecânico
  • Mecânico de motos
  • Mecânico industrial
  • Motorista
  • Motorista de caminhão
  • Motorista-entregador
  • Operador de empilhadeira
  • Pedreiro
  • Primeiro emprego
  • Promotor de vendas
  • Serralheiro
  • Supervisor de vendas
  • Torneiro mecânico
  • Vendedor externo

Fonte: Sine

Seis pessoas são presas por embriaguez na direção em Porto Velho

A ação aconteceu com o apoio da PRF e PM.

Seis pessoas foram presas pela Polícia Militar e Polícia Rodoviária Federal (PRF) por embriaguez ao volante, durante patrulhamento de rotina em Porto Velho. As prisões aconteceram no sábado (29) e domingo (30).

Em um dos casos, um motociclista de 36 anos foi preso, após atropelar um casal que estava em uma bicicleta na Estrada do Belmont, no Bairro Nacional. Ele confessou que estava sob efeito de álcool e recebeu voz de prisão.

Em uma outra abordagem realizada pela PRF, na BR-364, um homem de 27 anos foi preso, após ser flagrado dirigindo um veículo embriagado. Ele fez o teste do bafômetro e apresentou resultado positivo.

Todos os presos foram encaminhados para a Central de Flagrante, onde ficou à disposição da justiça.

Fonte: Rondônia Agora

1 2 3 20